NE ME QUITTES PAS

Tenho mania com certas musicas, e uma delas é "Ne me quittes pas". Fiz uma vasta pesquisa a respeito da musica e descobri dezenas de versões para esse classico da lingua francesa.

“ Ne me quitte pas é uma canção francôfona (A francofonia é a região linguística descontínua e que corresponde à comunidade lingüística que envolve todas as pessoas que têm em comum a língua francesa, chamadas de "francófonas", e, a partir dela, compartilham de aspectos culturais), composta, escrita e cantada por Jacques Brel, publicada em 1959 pela Warner-Chappell. Foi escrita em decorrer da separação de Brel e de Suzanne Gabriello e interpretada por muitos outros artistas em francês ou versão em outros idiomas. A letra original foi escrita seguindo a métrica. Segundo Brel, a música não é sobre o amor, mas sobre a covardia dos homens.”.

Ne me quitte pas foi interpretada na versão orginal em francês por Simone Langlois, seguida de Nina Simone, Sylvie Vartan, Serge Lama, Nana Mouskouri (no álbum Hommages de 1997), Yuri Buenaventura (versão salsa, em 1999), Maysa, Estrella Morente, Maria Gadú de 2009 e por Brian Molko, vocalista do Placebo (banda), em 2010. A interpretação de Simone Langlois (1959) foi possivelmente a primeira gravação: Brel teria dado a ela prioridade em gravar a primeira versão. Dentre os artistas brasileiros que gravaram a música, além de Maysa, podem-se destacar, Roberta Miranda, Alcione e Sônia Andrade. O Cineasta Espanhol Pedro Almodóvar incluiu a versão de "Ne Me Quitte Pas" cantada em francês por Maysa na trilha sonora do filme La Ley del Deseo (1987). A voz de Maysa soa dramaticamente Ne Me Quitte Pas. No Brasil, nos tempos recentes, a interpretação de Maysa ganhou notoriedade entre a nova geração ao fazer parte da trilha sonora da Minissérie Presença de Anita (2001), uma adaptação de Manoel Carlos do livro Presença de Anita de Mário Donato. A canção, além de tema de abertura, foi tema da personagem título, papel da atriz Mel Lisboa.

A seleção de versões de “Ne me quittes pas” abaixo não é daquelas para serem gravadas em CD e escutar no carro. É sim para ser baixada e dentre todas, escolher aquelas que mais agradam. Na seleção deixei as que interpretes expressam melhor a canção.

Ne me quittes Pas.....NÃO ME DEIXE....

Download aqui:
Boa terça a todos.

8 comentários:

Karina disse...

Pelo menos a mania é com esta belíssima música...rs Acho que não há como não se emocionar com a interpretação de Maysa e sentir uma certa vergonha alheia com outras pretensas interpretações (desculpe, mas eu acho que tem cantores que não deveriam ousar interpretar esta canção).
Um beijo, Karina.

Paulo Braccini disse...

adorável mesmo ... eu particularmente adoro a versão de Mireille Mathieu ...

ps: estás intimado a comparecer ao encontro em Sampa viu? contatos com Edu e/ou Wans ...

bjão

;-)

Tathiana disse...

Não conhecia a tradução da música.
Tenho desas coisas de invocar com determinadas músicas em certas épocas.
BJs.

RAFAEL disse...

Karina, achei mais de 50 versões da musica, e concordo que algumas são vergonhosas....

Caju disse...

Posso confessar? Eu adoooooooro a versão original e a de Maria Gadú. #prontofalei

Marcia disse...

Linda canção, mas você se esqueceu de falar de Edith Piaf que como Maysa deu uma linda e dramatica interpretação, que salvo engano foi a da Presença de Anita (posso estar errada). Nada como amigos e blogueiros de gosto refinado!

Et comme t´ai parle des la lingue francophone J´ai te donne un gros bisou!

•*♥*• Sanzinha •*♥*• disse...

Eu AMO essa música!
Até já fiz um vídeo com ela.

Eeeee rapaz de bom gosto! Dá gosto ser amiga desse cabra! kkkkkkkkkk

VAMBERTO OLIVEIRA disse...

O link está sem funcionar e gostaria muito dessas versões alguém tem como me mandar?