GAFE

Gafes são coisas que geralmente fogem ao nosso controle. Eu como falo demais e dou bom dia a cavalo, preciso me segurar para não me meter em situações de saia justa. Na verdade herdei isso da mãe que como eu, não sabe segurar a língua na maioria das vezes.

Cena 1: 1° ano de colegial. Paquera linda vai se chegando aos poucos até um dia puxar papo.

(ela): oi rafa, acho você tão bonzinho. Você é crente?

(eu): Deus que me livre, nossa!!! Sou católico. (gargalhada) não sei de onde você tirou essa!!!

(ela): Por que? não sei pra que tanto espanto, eu sou crente e me orgulho muito disso.

CONCLUSÃO: nunca mais olhou na minha cara.

Cena 2: minha mãe conversando com a avó no casamento de um familiar.

(mãe): - Aquela santinha (apelido de uma prima) é uma cretina, ordinária. Tudo o que ela faz é por interesse, não passa de um FP.

- Oi !!! ( santinha parada atrás delas escutando a conversa).

(mãe): oi querida. Que bom que você também veio. Estávamos sentindo sua falta. Tudo bem? ( beijinhos estalados de cumprimento).

CONCLUSÃO: falsidade as vezes tenta minimizar a língua solta.

Cena 3: MSN com arquiteta sentada ao meu lado sobre a estagiária que ambos detestamos apelidada de “pulga”.

(eu): Putz, não guento mais, você viu a cara de bosta da pulga hoje?

(pulga): Quem é pulga?

(eu): ah!!! É...a fulana, não sei por que ela ta com uma cara de bosta hoje. ( querendo que chão abrisse pra entrar dentro).

CONCLUSÃO: olhe bem para quem você manda mensagem de MSN.

Cena 4: minha mãe no hospital em SP em companhia do meu pai.

(mãe): roubaram minha malha ontem, aposto que foi aquela enfermeira mal encarada que vem na parte da tarde. Eu tinha certeza que deixei a malha sobre esse sofá. Já procurei em tudo, no hotel, no carro, e nada. Aquela ladra que levou, certeza.

(enfermeira): Dona, esse agasalho é seu né? A Senhora deixou no refeitório ontem, eu guardei por que sabia que era seu.

(mãe): ahhh...que gentileza. E falando pro meu pai: essa enfermeira é um amor, a mais simpática daqui.

Cena 5: meu pai e um amigo quando eram jovens

(amigo): Você viu que fulano vai casar? Coitado, arrumou uma que é professora. Essas não valem nada, tudo mulher fácil.

(meu pai): A minha mulher é professora.

(amigo): mas aí é diferente, é sua mulher né. Cof cof cof ( tosse sem graça).

Cena 6: Entrega de projeto na faculdade

(eu): Nossa, não sei como os professores avaliam esses projetos. Olha aquele ali (apontando com o dedo) que coisa mais medonha. Quinto ano de faculdade e o pessoal faz esses lixos.

(amigo): Mas aquele é o meu projeto!!!

(eu): “vermelho de vergonha” – Não, aquele ali oh!! Desviando o dedo mais pra direita.

(amigo): ah, você é muito critico. Aquele tirou 10, o único que já tem nota.

(eu): achei um lixo.

CONCLUSÃO: não estenda demais o vexame, encerre o assunto e vai embora.



Minha avó tinha uma frase para esse tipo de situação. Ela dizia que não adiantava limpar o c* com a bosta. Uma vez cometida a Gafe, respira fundo e vaza.

Abração a todos, bom fim de semana, e bom feriado prolongado aos que puderem emendar.

18 comentários:

Edu disse...

Vergonha alheia? Eu sinto!!! :-)

Adoooro gafes! As dos outros, claro. E sua avó fechou com chave de ouro!!

E valeu por nos ter avisado das suas. Bom pra quando a gente se encontrar! :-)

Beijo, gatão!

D. Martins disse...

huauhahuhuahauhu

RAFAEL, eu to chorando de rir! Meu e a pulga? Como assim véi! Que mancada! huauhauhauhahuahuhua

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
E sua mãe heim??? Pelamor, ooo família! ahuuahuahuahua

abraço fiote!
Bom final de semana e bom descanso!!!

Lucimara Souza disse...

rsrsrs
Engraçado demais!

Em meu blog postei há algumas semanas VERGONHA ALHEIA? EU SINTO! - PARTE I E VERGONHA ALHEIA? EU SINTO! - PARTE II.
Dê uma olhada lá... rs
Contei algumas situações também... Não envolvendo a mim somente...
São demais essas histórias e rendem muitas boas experiências que merecem ser contadas...
Bjs
Lucimara
www.textos-e-reflexoes.blogspot.com

Suave disse...

Rafa....kkkkk
Rolando de rir aqui..suas gafes são uma piada......a do seu pai ..putz!....mulher professora.....eu ri demais...kkk
Poxa Rafa...me divirto a beça com vc.
To sempre por aqui....as vezes não comento...mas sempre venho.

beijos doces pra vc
Suave

Atitude: substantivo feminino. disse...

Me identifiquei com muitos dos seus casos..eu sou uma gafeira de marca maior e tenho um amigo que tbm é.
Olha ele dia desses (para o nosso chefe, tá?) - Sabe que dia é hoje?
Hoje é o dia das pessoas mais chatas que eu já vi na vida..quem nasce hoje já deve ser mala no sangue...Hoje é aniversário do Fulano - hahahah - aquele mala..todo mundo que nasce hoje deve ser assim..um mala igual a ele!
Meu chefe - Não não. Minha esposa faz aniversário hoje e ela é ótima.
Conclusão:
Tóóóinnnnn

Beijos Rafa e bom fds!!!

Arsênico disse...

meodeos... que família abençoada é essa meopai? kkkkkkkkkk! atÓron gafes... mas também as dos outros... eu evito ao máximo causar qualquer vexame... pra se ter uma ideia... quando vejo que o chão está meio molhado... ando igual robô pra não cair... e pode ser em qualquer lugar! hahaha!

***

aBraço! Bom Feriadão!

;-)

Três Egos disse...

hahuahuahua...
por isto que nunca falo mal de ngm... rsrsrs... aham claudia! senta lá para mim né... rsrs
gafes acontecem sempre, este ano eu cometi uma gafe tremenda falando de um cara da faculdade que não para de criticar e fazer perguntas durante as aulas, daí um dia a professora foi grossa com ele. e eu estava lá comentando a cena (e sabe que nem sou irônico... rs) para um pessoal, quando olha para o lado está o melhor amigo do fulano... menos mal... pelo menos não era o próprio... rsrs

abraço!

Lua Nova disse...

rsrsrsrsr... afff... é horrível ficar com essa cara de "sinhá Mariquinha, cadê o frade?" rsrsrrs...
Minha maezinha é boa nisso também! Uma vez ela, conversando com um amigo que tinha ficado viúvo e se casado em seguida, passou um momento "que qué issoooo??"
Ele veio contar que tinha acabado de nascer o filho dele. Ela, meio espantada, perguntou: Ah, um filho dessa sua nova mulher, né?" ... O cara ficou olhando pra ela pensando no que responder...rsrsrrs
Eu tinha um amigo cujo apelido era poeta. Ela só chamava ele de pintor... rsrsrrsr
Adoro vir aqui... me aboleto e me divirto.
Beijokas.

Edilson disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkk...querido eu entendo bem esse post sou o REI DOS FORAS..hahahaha. Pra ter idéia um dia desses fui a uma pizzaria e como estava sentado na varanda e era de noite e tenho miopia, falei pra garçonete: "Nossa como você está bronzeada" e ela me respondeu: "Não é bronzeado, tenho vitiligo". kkkkkkkkkkkk. Precisa dizer mais alguma coisa?rsss Abraços e ótimo feriado.

Lila disse...

O bom da gafe é o depois, pq no momento...meu Deus, é terrível.
Sempre ótimos seus posts, menino.
Ótimo fim de semana e feriado...sem gafes...rs

Bjs meus !

Dama de Cinzas disse...

Olha! Confesso que meus maiores micos foram com evangélicos, porque adoro meter o malho neles e geralmente escolho um pra falar mal deles... ahaha... Agora eu estou aprendendo a me controlar, já que na minha sala do trabalho tem 4 evangélicos... É um exercício pra lingua parar de se mexer na hora errada!

Beijocas

Luna Sanchez disse...

Gafe é meu sobrenome e não me orgulho nada, nada disso. A diferença é que, geralmente, as cometo por calar e não por falar.

Um exemplo básico de uma vez em que falei :

Amiga apreciando modelos de celulares na vitrine da loja e eu fazendo companhia.

Eu : - Aquilo é um celular com lanterna?

Ela : - É, sim.

Eu : - Que tosco!

Ela : - É igual ao meu.

=\

Beijo, beijo.

ℓυηα

Lord V. disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkk
neah?
por isso q hj em dia eu falo menos e ouço mais. ja cometi cada gafe...
oremos!

abraços
voy

•*♥*• Sanzinha •*♥*• disse...

Havia um bar aqui na minha cidade, conhecido como "Bar da Tia", que todo mundo sabia q funcionava mais como uma zona do que um bar mesmo. Mas o nome do bar era outro.
No meu antigo trabalho, uma mulher vivia dizendo q o marido dela tinha um bar em sociedade com a irmã. Porque o bar isso, o bar aquilo... os dias foram passando e ela falando do tal bar.
Um dia, ela falando do bendito bar de novo, me disse: Ah, sabe o bar tal?
Eu: Ah, o puteiro? sei sim... Oq tem?
Ela: É o bar do meu marido...

Eu, querendo que o chão abrisse, corri pra atender um cliente que, felizmente tinha acabado de chegar... rsrsrs

E olhaí esse amigo do seu pai... que eu também sou professora, viu? kkkkkkkk

E chega de comentários meus aqui por hoje!
Beijos!

Antonio de Castro disse...

gafes!

claro

o primeiro e o último são a minha cara.



tenho aliás a impressão de q eu já vi essa cena de entrega de trabalho.

digamos q eu tb seja muito crítico.

Alberto Júnior disse...

Pensei que eu fosse sozinho no mundo das gafes, haha

No meu caso, já matei quem apenas não tinha mais dado notícias.

Abraço.

@AlbertoJunior

Luiza disse...

RI DEMAAAIS !
AHAHAHAHAHAHA cara de paau

Blog da Bru disse...

Olha às vzs sou vítima da minha língua, mas vc ganha de longe!
Morri de rir...continua com as gafes tá, mas não esquece de postar.
Bjo, parabéns pelo Blog,é jóia!