DANÇA COMIGO?

Às vezes acredito que nasci e fui criado em época errada. Algumas coisas me deixam saudosista mesmo não sabendo porquê.

Recebi um e-mail hoje pela manhã com link para um site de “boleros”. Fui jogado violentamente no passado. Quando criança meus pais ouviam muito um LP com coletânea de boleros. E acabei de constatar que gosto, mais que isso, adoro bolero. Conhecia 80% das musicas do site. Isso quer dizer que sou uma pessoa velha, rs rs rs. Tem gente hoje que nem sabe o que é um bolero. Algumas meninas são capazes de achar que falo daquele casaquinho curto que elas usam sobre os vestidos...rs

Uma das minhas maiores frustrações é não saber dançar. E não digo o sacolejar epilético das boates, mas sim as danças de salão. Aquelas que se dançam em gafieiras, em salões do subúrbio. Boleros, tangos, samba...Por vezes já pensei em me matricular, mas nunca uma partner quis me acompanhar, e não tem coisa mais triste do que ir a uma escola de dança sem uma parceira. Fica-se a mercê de qualquer baranga que está sozinha. Aí ferrou, por que como você exercita o lado sexy abraçado a uma oferenda de Iemanjá.


Lembro do meu pai dizer que todo homem tinha que saber dançar para que uma mulher se interessasse por ele. Hoje a mulherada até se interessa por um homem que dança, mas outro tipo de ritmo. Elas gostam que eles dancem miudinho na palma da mão delas...rs.

Outro dia falei aqui sobre a minha sobrinha que dormia ao som de Nat King Cole, e como o tema hoje é bolero, aproveito para deixar - a quem se interessar ouvir - a sua versão de “Aquellos Ojos Verdes”.



É difícil para quem já passou dos 30 não conhecer nada de bolero. Quem tem pais que viveram nas décadas de 50 e 60 inevitavelmente ouviu um bolero em algum momento da vida.

Acho a qualidade da musica de hoje formidável, mas voltar um pouco no tempo e escutar essas versões orquestradas é um deleite. Saudosismo até a ultima gota de sangue...rs.

A todos uma ótima quarta feira. Eu vou baixar as minhas musicas preferidas e to indo la gravar um CD de Bolero pra escutar no carro.

Abração.

14 comentários:

D. Martins disse...

Rafa, disponibiliza um cd de bolero? Por parte da minha infancia, eu ouvi muito..rs Meus avós sempre gostaram..rs

Me fez voltar no tempo, acredita?
E nem 30 anos eu tenho..rs

Muito bom esse bolero!
Triste que nunca ouviu pelo menos um cisquinho desse tipo de musica!

Abraço Rafa!

Alberto Júnior disse...

Sugiro ouvir a discografia da Nana Caymmi, a quem os boleros ganham outro sentido na sua voz e respiração.

Depois me diga se não foi melhor.

Abraços.

twitter.com/AlbertoJunior

Edilson disse...

Sou apaixonado pelo cantor mexicano Luis Miguel e com certeza alvo de muitas críticas e deboches dos amigos, mas nem ligo meu nome não é Rodrigo...rs. Obs: Hoje escutei um cd do Pavarotti e deu uma saudade de minha vózinha. Linda semana. Abraços.

KARINA PINTA E BORDA disse...

Eu já te disse que fui musicalmente doutrinada pelo meu pai. Daí acaba sendo óbvio que assim como você, eu também goste de boleros (tenho dúvidas quanto ao preferido, se é 'Quizas, quizas, quizas'). Sendo assim, ficarei feliz se vc disponibilizar seu CD. Só não acredito que ninguém tenha querido dançar com você... Um beijo, Karina.

Três Egos disse...

Bolero... Hum... Bolero... rsrs
Assim, uma vez eu vi uns caras dançando bolero na Dança dos Famosos no Faustão (programa de índio nada, né?!)... rs

Bom, se eu fosse mulher, morasse em Campinas e fosse bonita (ah, solteira tb), eu dançaria com vc... rsrsrsrs

Abraço!

Mundo do Gê disse...

É tens razão, são poucas as pessoas que sabem apreciar uma boa música, algumas não sabem o que é bolero,devem mesmo pensar em se tratar de uma peça de vestuário...Rsrss.
Seja saudosista, mas das coisas que valham à pena serem lembradas, suas postagem sobre música são muito boas...Outro dia me deparei com aqui com vc postando sobre o Pato Fú, e Fernanda Takai,e isso é muito bom, voltei a curtit algumas coisas que não escuta havia tempo deles, a música perdendo dentes em especial, gosto muito!
Valeu pela dica do bolero muito boa tbm!

Abraço!
Ahhh seja sempre bem-vindo ao Mundo do Gê!

Autor disse...

Amigo, aqui no centro do Rio, nas redondezas da minha casa, tem VÁRIAS escolas de dança.
Eu mesmo to pensando em fazer dança de salão.
Tenho DUAS amigas (lindas) que vivem me chamando pra entrar na aula. Te emprestaria uma com prazer, rs

Antonio de Castro disse...

Bolero?

ok, me surpreendeu.

não conheço bolero. serve nelson gonçalves?

Marcos disse...

Olha eu tenho uns 20 cd de boleros... se quiser te empresto.. agora, vc quiz fazer dança de salão e ninguém quis ser sua partner???

Mas quantas pessoas você convidou??? Porque o que mais tem é mulher querendo partner para dança de salão, alias nem precisa levar ninguem porque nas escolas de dança estão praticamente pagando para partners masculinos.

Agora seu post está mais é soando a um convite invertido... olha meu post de fantoches heim rsrsrsrsrsrs

Abçs

F. disse...

Nascer na época errada é comigo mesmo! E tb por muitas vezes estar no lugar errado tb pertence a minha pessoa!
Bolero nunca ouvi...ouvir digo, de coração e alma, até ouço mas nunca deliciei com a música!
Mas pelo seu texto estou perdendo muito em não fazer isso!
Quanto a dançar: " Eu não sei dançar...tão devagar p te acompanhar!..."rs, não sei dançar é de jeito nenhum!

Ei... já te disse, mas vale repetir: "você é o MÁXIMO!"

Boa quarta, da menina que te enche o saco por aqui!

Luna disse...

fiquei super saudosista lendo teu post. ah, não se fazem mais homens como antigamente, eu digo que sou do tempo que os gangsters eram homens elegantes.

eu gosto de tango, carlos gardel, adoro música pra dançar de dois, como buena vista social club, pena que não há par pra dançar. é uma lástima. poderia ser seu par, rs.

ah, morri de rir com a história da oferenda. melhor mandar voltar pro mar, né? rs

Beijos!

•*♥*• Sanzinha •*♥*• disse...

Nossa, bolero é tudo de bom!
Eu fiz dança de salão por um tempo, mas depois acabei parando.
Mas ooooo estilozinho pra aflorar os ânimos apaixonados, hein? rs
Amo!

Beijos e ótima quarta.

Gostei do boné!

Le Voyeur disse...

sorte a sua q seus pais ouviam bolero. la em casa ouvia-se sertanejo. e aqueles de raiz!!
oremos!

abraços
voy

Madre Del'Alma disse...

Nossa!
Emocionante suas palavras. Mais ainda, a sensibilidade como você discorre sobre o bolero...Seu pai tem razão menino, quando diz, que é importante o homem saber dançar...Meu pai ensinou-me os primeiros passos...
Eu me criei ouvindo boleros,tangos...Sou apaixonada por eles...Um de meus favoritos é La barca. O bolero nos enleva, é delicadamente aproximante...
Mas não desanimes não...aprenda a dançar...Sempre é tempo...você verá com outros olhos a vida, e, por que não, as mulheres...
Bom bolero prá você!

Abraços

;)))