TEXTO: Um Anjo em Julgamento - Sergio Apollinário

Não costumo copiar textos de outros autores aqui no blog, mas esse que li faz muito sentido. Dados os devidos créditos, resolvi partilhar das palavras dele. 

[...Na sequencia dos meus instantes, eu mesmo descubro-me novo. Sempre perplexo com as descobertas que faço sobre mim, busco apenas melhor me entender, ciente de que é impossível saber totalmente quem sou. Louvo aos céus que assim seja. 

Não suportaria saber-me previsível diante de cada experiência. Como, portanto, ousa me julgar? Você que também não sabe quem é? Como? Cuida sim da sua sagrada vida, pois o tempo é curto para viver o que necessitas. Faz dela o que melhor entender. Da minha vida e dos meus atos compete s mim saber o que deles fazer. 

Amo o amor. Amo amar. Importo-me com a evolução dos meus semelhantes, não sou porem, responsáveis por ela. Não sou mestre da evolução. Sou apenas incentivador. Cada um é responsável pela sua evolução e dela tem que dar conta. As razões pelas quais me importo com a evolução dizem respeito a minha forma de servir a Deus. Caminho com os que estão nesta estrada.Os que escolheram o caminho do desamor não posso mantê-los em meu mundo...]


Abraço a todos, ótima quinta feira... 

2 comentários:

Paulo Roberto Figueiredo Braccini . Bratz disse...

mais q perfeito e oportuno!

bjão

Fred disse...

Bacana o texto, man!
Valeu pela visita e comment no TPM! Fico feliz que tenhas curtido o texto e claro que podes repostar. Sem problema algum! Abraços e volte mais vezes!