MEU CANDIDATO É:

A política na minha vida nunca foi um item agradável. Algo pelo qual nunca me interessei. Apenas leio, e procuro saber do que se trata para não ser alienado. Dou a mesma importância que daria a uma varejeira sobre um punhado de lixo.

Infelizmente as leis do nosso pais “democrático” exigem que tenhamos representantes nossos no poder, fazendo leis para nos beneficiar e nos transformar num povo racional, culto, e de saúde assistida. Bonito isso não?

Só que não é dessa forma. Dizer que não generalize, que há políticos honestos, bem, já desisti de acreditar nessa retórica. Pra quem viu a ascensão de Sarney, os punhos cerrados de Fernando Collor, as pilantragens de Maluf, a megalomania de Antonio Carlos Magalhães, as “mocinhas” sem calcinha no palanque com Itamar, as baboseiras de Lula, a cara de feto velho do Serra, a falsa moralidade de Dilma, e a cara de espanta leão de Marina Silva, tem o direito de dizer um “NÃO” bem grande para os políticos.

Estou descrente sim. E não vejo perspectivas de mudar essa opinião. Pra mim, a eleição não é uma forma de exercer democracia, é um dia perdido, em que sou obrigado a sair do conforto do meu lar para eleger alguém que vai me enganar nos próximos 4 anos.

Tirei meu titulo de eleitor aos 16 anos, e já na primeira eleição ( quando tinha 17 anos) passei a trabalhar como mesário. Foram muitas eleições, plebiscito, e eu lá, uma atrás da outra, dobrando cédulas, fazendo conferencia de títulos, correndo atrás de eleitor que roubava cédula. Enfim, contribui mais do que devia para que homens “indecentes” fossem eleitos.

Nos meus anos de eleitor nunca pude dizer que a pessoa a quem dei o meu voto fez algo por mim.

Claro que preso a boa vontade de alguns que fizeram do nosso país um lugar habitável, que nos proporcionaram o conforto de adquirir bens para uma vida descente. Mas a que preço?

Continuamos sendo desiguais, aquartelados pela violência, reféns de uma justiça capenga, de um código civil frouxo, de uma saúde moribunda, de especulações financeiras que dão muito a poucos e pouco a muitos.

Mas falar disso cansa, espanta a todos. Não somos um povo que goste de discutir direitos. É mais fácil aceitar do que sair pelas ruas clamando por mudanças. Isso só em novelas de TV.

Por isso que minha descrença permite que também me rebele. Esse ano, não quero saber de nada, não vou me preocupar em escolher ninguém. Errado? Pode ser. Mas me dou o direito de ser insensato, de querer fazer piada da piada que nos apresentam. Podem me xingar, me bater, me humilhar, me chamar de mortadela...mas um dos meus candidatos será ele, o cara que não sabe o que está fazendo no meio da eleição, muito menos o que significa o cargo que pleiteia. Ele mesmo, o representante mais sem noção que poderiam arrumar. Tiririca.

Meu voto é dele...e não to nem aí...rs rs rs.

Estou me dando o direito de ser acéfalo. Eu posso. Eu mereço. Voto 2222.




Pior do que tá não fica!!!!


Abração e bom fim de semana a todos.

13 comentários:

Folhas de Andreza disse...

...sem falar nos miseros $10,00 para o almoço...que nos é esmolado...
bjks doce no ♥

Simplesmente Outono disse...

Agradecendo o carinho da visita e a gentileza das tuas palavras. Poucas, porém também muito bem escolhidas.

Edu disse...

Olha, você quase me convenceu. Também serei acéfalo, mas voto em quem eu achar de mais gostosão, tesão, ursão. Ainda procurando, rsrs...

Se bem que o Tiririca parece ter uma mala respeitável.

Tathiana disse...

E como eu sempre digo: cada povo tem o governante que merece!!!!!!!!!!
Bjs.

Três Egos disse...

Olá Rafael!

Foi o melhor argumento a favor do tiririca, sem dúvidas! Acho até que ele deveria te contratar como publicitário. Muito embora eu não duvide nada que ele já seja o mais elegido. Na outra eleição foi o Maluf mesmo, qual a diferença para a gente não é mesmo?

Olha, muito obrigado pelas suas palavras no último comentário! Até me comoveu... rs. Mais!... rsrs... Sabe que aceitarei bem de boa o cargo de irmão mais novo, já estou bem acostumado com isto porque tb sou o caçula da família... rs
Obrigado por me entender e desculpa a preocupação.

Abraço! I'm fine!

FOXX disse...

hummm
o que responder agora?

Dama de Cinzas disse...

Pois é querido! Mais uma vez penso como você. Me informo só o básico pra não ser uma alienada, mas não posso acreditar em política, porque pra acreditar em política eu teria que acreditar nos políticos e é algo totalmente sem chances...

Eu já fui de fazer campanha pra candidato de acreditar que algo ia mudar e quando as decepções vieram ao montes, eu simplesmente vi que é uma perda de energia ficar se preocupando com políticos...

A parte pensante, que saberia escolher candidatos não tem força, porque é a minoria, então não adianta espernear, porque é o povão mesmo que vai eleger Tiriricas, Romários e Mulheres frutas da vida!

Beijocas

Edilson disse...

Acho que votar virou uma das experiências mais frustrantes que podemos vivenciar, pois nada muda, a impunidade e roubalheira imperam, só mudam as siglas, mas as quadrilhas são as mesmas. Abraços querido.

•*♥*• Sanzinha •*♥*• disse...

Saiu o Enéas, entrou o Tiririca... rsrs

Beijos!

Rafael disse...

O problema de votar no Tiririca é aquilo que o Tony Goes colocou no post dele de uma forma excelente: o voto partidário, na legenda. Com os milhares de voto que o Tiririca receberá, eles terão direito a outras cadeiras, que serão ocupadas por candidatos com uma quantidade ridícula de votos e normalmente esses candidatos são aqueles que há anos comandam o congresso, cheios de pensamento retrógrado e movidos por um único objetico, manter-se no poder.

Rafael disse...

desculpa, mas descorodo. Esses votos que vão colocar o tiririca, darão direito ao Partido da República colocar no congresso uma série de candidatos que obtiveram uma quantidade ridícula de votos (candidatos desses que estão ha anos no congresso), mas graças ao nosso sistema de voto em legendas, tais maracutaias são possíveis.

O Tony Goes fez um post bem esclarecedor sobre o assunto. Vale ler e repensar.

Blog da Bru disse...

hehe...pelo menos ele é sincero.

Luciano disse...

Rafa,
Antes de decidir realmente votar no Tiririca dê uma olhada aqui e depois me diz o que achou.
Abraço,
**