UM PELINHO AQUI, OUTRA ACOLÁ!!!

Algumas profissões inevitavelmente põe em evidencia partes do nosso corpo, que entendamos, precisam estar de acordo para a apresentação ao cliente, ao publico ou simplesmente para causar uma boa impressão. Acreditando sempre que não há uma segunda chance de causar uma primeira boa impressão.

Arquitetos quando se reúnem com o cliente, quando apresentam um projeto deixam em primeiro plano suas mãos, que deslizam sobre as folhas desenhadas indicando caminhos, ambientes, e tudo que está na concepção de sua idéia. Logo, mulheres principalmente, percebem se você é uma pessoa asseada, que se preocupa com visual. Preocupação básica, nada de exageros. O que consiste em unhas limpas, cortadas não roídas, mãos lavadas e bem tratadas. Mãos peludas demais espantam qualquer um, principalmente hoje que todos associam pêlos a Tony Ramos. Logo o apelido cola se o sujeito for um macaco ambulante.

Não existe nada mais desagradável do que mãos excessivamente peludas. Pense bem: Ir a uma padaria, e ver o atendente colocando a mão cabeluda dentro da estufa de pães. Vai me dizer que ele estará de luvas e isso e aquilo. Ok...em algumas padarias mais sofisticadas até pode ser, mas na maioria das vezes você vê o sujeito pegando pães, frios e afins com aquelas mãos de macaco, deixando cair pelos sobre o alimento que irá consumir.

Duvido que numa cozinha de restaurante o peludashi cobre as mãos na hora de amassar um Kibe. Imaginem nos restaurantes árabes que o cara é etnicamente peludo.

Uma amiga certa vez (história verídica) estava no refeitório da IBM em Campinas e comeu uma unha cortada gigante, com esmalte e tudo. Ao devolver a bandeja, viu que uma das mocinhas que serviam estava com a unha do dedinho quebrada e as outras todas enormes e de esmalte vermelho. Entendem o cuidado que digo ao ser servido por alguém peludo? Se caem unhas imaginem pêlos.

Tive um professor que era extremamente cabeludo em todo o seu corpo. Os braços eram escuros com pêlos enormes e lisos. O bigode cobria-lhe até o lábio inferior, a camiseta ficava estufada no pescoço com tuchos gigantes quase chegando ao queixo. Moral da história, nossas folhas de projeto ficavam cobertas de pêlos nojentos que caiam do seu corpo. As orelhas tinham chumaços que pareciam cobertas de teia de aranha, não sei explicar, mas no meio dos pelos negros, tinham fios que brilhavam. Aposto que ali moravam aranhinhas felizes...rs.

Claudia Ohana ao ser fotografada na década de 80 para a Playboy mostrou toda uma mata atlântica sem depredação e desmatamento que até hoje é lembrada por muitos homens, mulheres e a imprensa. Ficou taxada de peluda, e ninguém mais esqueceu.

O asseio com os pêlos é imprescindível para todos. Médicos não podem ter pêlos gigantes, principalmente os cirurgiões...rs rs rs. Por mais que se cubram, cairá um pelinho ou outro dentro do paciente numa mesa de cirurgia.

Edu Guedes que apresenta a parte culinária do programa “Hoje em Dia” da Record tem as mãos depiladas na altura do pulso. Ele é um sujeito cabeludo, mas a medida tomada higienicamente não é legal na sua estética por que fica uma faixa estranha, mas pelo menos sabemos que ele não mistura cabelos do seu corpo aos pratos que prepara.

Certa vez aqui em Campinas esperando mesa numa pizzaria (uma das mais bem frequentadas, em bairro nobre) fiquei parado ao lado da cozinha, que era toda de vidro, para aguardar ser chamado e enquanto isso ver com o pizzaiolo fazia seu trabalho. Bem, ele amassava, abria, jogava a massa pra cima fazendo malabares, e por fim apoiava o disco no seu antebraço. Só que era extremamente peludo, e aquela massa descansava sobre uma almofada de pêlos negros todo cobertos de farinha de trigo. Uma das coisas mais nojentas que vi até hoje. Como comer uma pizza que você sabe, foi esfregada num cobertor de pêlos temperados com oregano? me diz!!!...rs rs rs

Como disse certas profissões requerem que o sujeito cuide de sua aparência ou da saúde para causar boa impressão. Um cardiologista fumante não pega bem assim como um endocrinologista obeso, uma esteticista cheia de espinhas no rosto, um advogado sem gel nos cabelos puxados para trás, um dentista com mau hálito, uma costureira com roupas desgrenhadas, um analista de sistemas que não mexe em computador, um bombeiro que tem medo de fogo, um publicitário sem rabo de cavalo, um vendedor que usa as roupas da loja são exemplos do que não gostaríamos de ver nos profissionais que nos atendem.A medicina estética ta aí pra ajudar com os lasers e tudo mais, e se não for “homem” de freqüentar esses lugares, uma boa maquina de cabelo pode ajudar a transformar a aparência em algo mais apresentável. E por favor, não venha dizer que isso não é coisa de macho. Nos dias de hoje,o “macho” neandertal é um bicho em processo de extinção. Se não pelo bem das mulheres, que seja pelo bem da profissão que nos cuidemos. Sei que alguns homens curtem os “ursões”...rs rs rs...mas aí já é um outro assunto.
Ta dito.

Abração e bom dia.

19 comentários:

Três Egos disse...

Muito importante o que vc falou. Aparência é tudo nesta vida, me desculpem os mais desleixados. Sair por aí de havaianas e bermuda? Tudo bem, se for ali na padaria da esquina ou na praia. Agora, não me venha de havaianas e bermuda no hospital, né? Aprendi que a aparência de um médico faz parte importante de uma consulta, um médico bem arrumado torna o ambiente da ci=onsulta muito melhor, porque leva a uma maior confiança médico-paciente. Escolho bem minhas roupas antes de ir para o hospital, mesmo sendo aluno. Como aluno, acho breguice demais ir com uma camisa, mas uma pólo, perfume e cabelo arrumado eu faço questão.

Abraço!

Dama de Cinzas disse...

É tenho que concordar contigo! Pelos são coisas nojentas.

Acostumamos a ver os homens com pelos, não somos tão rígidos em nossa sociedade. Mas essa onda de homens que se depilam está crescendo e na verdade eu gosto. É mas gostoso pegar num homem que vc sinta a pele dele do que pelos, que dão uma sensação de aspereza... De qualquer maneira tem homens que tem uma distribuição de pelos bem legal, que fica até belo de se ver e de se sentir...

No quesito higiene, que foi o que vc abordou no seu post, concordo com tudo, pelo em comida, em outros lugares que não seja no corpo é nojento e às vezes no corpo já é nojento, como pelos na orelha e no nariz...arghhhhhhh

Beijocas

D. Martins disse...

Rafa concordo contigo, pizzaria e padoca, me fazem ficar de olho em quem está mexendo no alimento. Ae dependendo quem for, eu fico em panico..kkkkkk (cismado toda a vida)

Ham... publicitário não deve ter rabo de cavalo..rs E, nossa profissão exige que pelo menos que a gente se vista como gente. Eu já trabalhei em departamento de criação e lá vc pode ir do jeito que quiser (leia-se bermuda, havaiana, calça caindo), afinal o cliente não te vê mesmo.

Mas quando você trabalha na linha de frente, tem sim que estar apresentavel, infelizmente.

Infelizmente também, eu estou tendo que deixar o vicio de roer unhas, pq meu cargo exige eu estar apresentavel (um porre isso). E se eu praticasse a gastronomia como profissão, o que é meu sonho. Eu tb teria que depilar as mãos. Fazer o que. Eu sou descendente de italiano..hahahahahaha

abraçooo Rafa!
Fiquei com nojo do pedaço de unha!

;)

Flávia Batista disse...

Oi Rafael...
primeira vez que venho por aqui!!! Gostei muito do seu blog.

sobre o assunto... yeka! Nojinho... hauhauahuaha, mas o que vc disse é verdade, as pessoas tem bom senso e saber que certas coisas são questão de higiene. Não curto homem depilado, mas acho que se o cara for peludo demais, ele tem que encarar a cera, o laser, o que for, mesmo!

sobre isso, uma das coisas de pelo que mais me marcou - yeka, yeka, yeka ! - foi uma vez que tava na academia e tinha um cara super peludo fazendo aula de jump, com camiseta regata.. quando a aula acabou ele pingava, literalmente, pelo pelos... foi uma das coisas mais nojentas que já vi... e até comparei a situação com outros caras peludos que tinham lá na academia, mas que não se expunham tanto... iam com camisas mais fechadas e tal...

enfim, bom senso não é para todos.

bjs, já estou seguindo o blog!

Flávia

http://digoporai.blogspot.com

Ruy disse...

Entendo, mas não concordo, principalmente na parte que advogado tem que ter cabelo com gel penteado para trás.

Abraço

Edu disse...

Pois não vejo diferença entre homem sem pêlo e mulher. Duas coisas nojentas, rsrs... E qual o mal que um pelinho faz??? Nojento é não lavar o cu, pêlo não tem nada de nojento...

Karina disse...

Rafael,

Precisava colocar esta última foto? Argh! Que nojo! rs Bjs, Karina.

Edu disse...

Revoltou não! Mas defenderei os pelinhos até morrer, rsrs... E esse tiozão aí de costas, que delícia!! Mas pessoalmente prefiro a frente peluda e as costas lisas, pra experimentar diferentes texturas. :-)

Sobre dicas e palpites, POR FAVOR! Vou no instinto e ODEIO esses sites e revistas que pensam que estão na França e a gente ganha em Euro (uma cadeira básica a R$ 2000?? Isso sim é nojento!)

Beijo!

dand disse...

Hey Rafa, tudo bom? Pois é, ando sumido, estou passando por uns probleminhas aí mas saindo deles e entrando na semana de prova...só sei que tá tenso..enfim.
morri de ri com seu post, e olha, não precisa ser efetivamente muuuito peludo pra se associado com o Tony Ramos. Eu por exemplo, sou peludinho, mas tenho um pelo bonito, liso, claro aloirado, e mesmo assim sempre existe alguem pra me chamar de tony ramos...injustamente pq meus pelos não são encaracolados, ne pretos nem em tufos rsrsrs...mas enfim..

e obrigado pelo comentario no meu post, eu tb adoro os seres humanos, mas tem neuras q eu não aguento, mesmo sendo as minhas, as vezes não aguento...prefiro ficar com os que me encantam hehehehe

abraçãããão.

Dand^^

Atitude: substantivo feminino. disse...

"Nojento é não lavar o cu, pêlo não tem nada de nojento..." hauahauhauahuahau
Tô rindo do comentário do EDU.
hauahauahuahu

Mas é verdade...eu acho que cuidar da aparência é essencial, mas neura é outra história.
O lance cultural conta muito..ou conta tudo..não sei.
Por exemplo: Seu português da padaria tem pêlos nas mãos, como vc disse acima, as senhoras clientes ficariam com nojinho..agora...bota o Tony Ramos peludo na padaria! Aposto que o nojo acaba! Porque elas vão ficar todas assanhadinhas com pêlo ou sem pêlo. Eu acho que para alguns serviços, como o ramo alimentício é fundamental..porque o cara peludo, por mais cuidadoso e limpo que ele seja não vai impedir os pêlos de caírem. Agora..tem neura que eu não aturo. Tipo..quem inventou essa porra de que homem tem que depilar peito pra ficar bonito?! Onde já se viu...síndrome de BOB, marido da Barbie. Daqui a pouco tão cortando o pinto fora...porque BOB não tinha pinto.
Acho exagero.

B-jou!!!

Marcos Campos disse...

Putz! Tenho que concordar com vc tbém, tanto homens como mulheres tem que se cuidar mesmo, nada mais que a obrigação, tem umas mulheres com uma aparencia bem suja que trabalham na padoca do meu bairro, nem dá vontade de comprar as coisas de lá! Credo! KKK!
Abração e boa semana!

Serginho Tavares disse...

concordo com você. as pessoas tem que se cuidar quer seja a profissão que elas tenham porque é o seu cartão de visitas!
e tudo que é demais é ruim de se ver. homem peludo? to fora mas tem quem goste só não curto pra mim!


beijos

Fernanda Huppert disse...

Oh My Good!rsrs

Rafael, tu não vai acreditar, ontem fomos eu e uma turma almoçar, comemorar um niver, e cá entre nós, no Famoso Shopping Cidade Jardim.Lá você respira gente de nariz empinado(o que não é o meu caso, gracias à Dios!!)mas era um convite, então fomos lá.Pois bem, pedi uma massa que eu sou apaixonada, comendo com muita vontade(porque sou boa no garfo...rsrs) eis que, ao enrolar poeticamente a massa ao pesto, vejo que ali , bem ali aos meus olhos, um fio nada familiar, ou melhor!! vero, vero...muito semelhante aos meus cabelos castanhos, embora fosse aquilo um enorme cabelo pretíssimo e para piorar, grosso!!Daí você conclui o resto, mas a parte melhor ficou para o aniversariante que só pagou 50% da conta pelo fato ocorrido....como se isso irá apagar a má impressão que fiquei com o que ocorreu.Nisso eu realmente sou "rígida"...uma vez basta para não voltar mais...

Todo cuidado não ´so com a aparência como no trabalho é pouco, por isso concordo em número, genêro, e grau com todo teu texto contigo.

Abraços!

Fê.

Fabrício Santiago disse...

Rafael, trabalhamos mais ou menos na mesma área. Eu tenho uma pequena empresa de engenhraria e manutenção predial, show.
Qto aos pêlos hoje em dia eles estão sendo banidos da sociedade, nam nas partes naturalmente mais peludas eles são admitidos, basta vc comparar os filmes pornô dos anos 8o com os de hoje, e verás como na quela época os pelôs eram abundantes hj em dia nos filmes de "ação" (rs) todo mundo aparece depilado. E tenho uma situação "pelûdica" estranha. Sou careca na cabeça que é o lugar certo onde deveria ter pêlos, mas em compensaçãsou peludo no resto, principalmente no peito, mas não exageramente como esse cara nojento da foto....rs Minha ex-namora brincava: "de que adianta eu ter namorado se ele não tem cara de macho, porra!" Esses caras muito lisinhos.....se não! hahaha
Obrigado por ter tido o zêlo de ler os primeiros capitulos de o Vingador de Lampião para poder enterder bem o todo. É para pessoas como vc que eu escrevo.
Abraços

Ana disse...

Pelos para que te-los?
Éca me deu gastura suas ilustrações.Precisava exagerar nos pelos?cuch cuch
No mais acho ótimo homem enxergar umas estrelas na depiladora.Adoro!
Éca pelo me inoja as vezes té meu cabelo me irrita, mas amo ele.
O resto é sobra desnecessária bóra lá manda tudo pro lixo essas bosta porque em pizza não da não..
E homem depiladinho é até mais gostosinho e animador.

Andrea Pagano disse...

Profissionalmente, com comida principalmente é inaceitável pelôs, cabelos e unhas compridas.

Pessoas que também ficam balançando o cabelo no "self service" ninguem merece...

Homens, gosto com pelôs...não como macacos, mas na medida certa e perfumados...são tudo de bom!

Os depilados parecem adolescentes ou aqueles extraterrestres, lisinhos demais...coisa meio pedófila, sei lá...

Agora mulher que não tem pelo EU MORRO DE INVEJA!!!! Só Deus sabe como sofro com as depilações!!!

Beijú

Marcos disse...

Olha, muito bom seu post e concordo que pelos demais é demais!

Odeio pelos no nariz e na orelha, acho nojento! Olhar é nojento!

Claro que se o cara é peludo demis e isso incomoda, use as maquinhas para abaixar o volume.

Certas profissões tem o perfil que a maioria quer que eles tenham, como os advogados que adoram gel no cabelo...rs...rs...

Agora detalhe, na cozinha... pelo realmente tem que ser banido!

Abçs e abaixo os pelos!

Lobo Cinzento disse...

Laser é caro! ahauahaauhaauahu

Eu gosto de ser desleixado no meu jeito de vestir. Não no sentido de não ter asseio e tudo o mais, mas mais no sentido de poder usar uma roupa confortável, que não me aperte/pinique/incomode. Eu concordo que boa aparência é fundamental em muita profissões para que se estabeleça uma relação de confiança com o cliente, e é por isso que acho que nunca daria certo nelas...

E um pegador na padaria faz bem...

Abraços Rafael!

Ana Paula disse...

Laser é caro! hauhauhuaha ²