A NOVELA DAS 9

Passione completa seu primeiro mês de exibição hoje, 17 de Junho. Então já ta mais do que na hora de fazer um balanço sobre o texto de Silvio de Abreu.

Não escondo minha admiração pelo autor. Construir uma novela não é tarefa fácil, muito menos para o horário das 9, onde segundo as pesquisas, é o momento que família brasileira está reunida. Saber o que colocar no vídeo, dosando e respeitando limites é complicadíssimo.

Desde a década de 80 Silvio de Abreu emplaca sucessivos folhetins, com a formula básica da teledramaturgia, mas com pitadas inovadoras de alguém que não parou no tempo. Alguns “cacos” ou “improvisos” no texto, muito bem colocados pelo autor nos faz rir, pensar e perceber, que alem de um ótimo escritor cômico, também tem seu lado sarcástico.

Compará-lo a Agnaldo Silva é uma covardia, até uma ofensa, por que enquanto Silvio de Abreu esbanja criatividade, bom humor e simpatia, Agnaldo se comporta como uma tia velha solteirona e amargurada, quase um Diego Maradona, critico, irônico e mal educado. Falo de ambos pelo tom de seus textos, sempre voltados a comedia.

Passione tem um grande elenco, não em tamanho, mas em grandeza de estrelas. Ter uma Fernanda Montenegro encabeçando uma trupe é mais do que razão para sentar-se no sofá e absorver sua capacidade cênica, um deleite. Juntando a Tony Ramos, não há o que falar, não há criticas. E ainda temos Vera Holtz, Francisco Cuoco, Aracy Balabanian, Mariana Ximenes. Pra mim, o único porém que desagrada, mas também considero uma cabeça de alfinete perto de tanta coisa boa é a presença da insuportável Carolina Dieckmann.

Se for citar tantos outros jovens atores, praticamente não escrevo um post, e sim o cast da novela. Como a maioria das pessoas ao menos deu uma olhadinha no que se passa, não há necessidade de mencioná-los.

Ontem (quarta-feira) particularmente assisti ao capitulo inteiro. Geralmente estou ocupado nesse horário e vejo partes. Pra quem conhece a dinâmica de uma novela, não há necessidade de segui-la 100%. Mas ontem assisti a tudo e percebi claramente a mudança de rumos da história. Um mês após a estréia o telespectador já se habituou aos personagens, e assim sendo Silvio de Abreu pode iniciar de verdade o exercício de interpretação de seus atores.

Mariana Ximenes numa cena pequena, ao lado de uma estreante deu um show, ao confrontar a personagem de sua avó. Palmas para um talento jovem que esbanja beleza, auto confiança e domínio de cena.
Vera Holtz apesar de grosseira na personagem concentra tudo o que um aprendiz da profissão precisa saber. Dividir a cena com outros de menos talento, ou com menos bagagem. Isso é solidariedade que não se encontra em determinados profissionais.

A linda Maitê Proença, Cauã Reymond, Daniel de Oliveira, Leandra Leal, em suas melhores atuações nos últimos anos. Como é bom ter um texto e direção competentes!

Passione ainda não chegou ao ápice de nos fazer torcer, vibrar, odiar, amar, e sair as ruas comentando sobre o capitulo da véspera, mas tem tudo pra isso. Mentor de João Emanuel Carneiro, Silvio de Abreu já entendeu que a dinâmica acelerada de um texto para o horário das 9 é o que faz a diferença e prende o telespectador. Viver a Vida foi embora da mesma forma que veio, fria. As chamas de uma trama das 9 tem que ser intensas, assim o publico para e presta atenção. Por que convenhamos há outra coisas melhores pra se fazer do que assistir novela.

Sucesso a Passione.


15 comentários:

Lua Nova disse...

A novela é passível de discussões, o trabalho dos atores também, mas seu texto continua impecável. Gosto de ler vc.
Beijos.

cantinho she disse...

Simplesmente sensacional o seu post e sua análise, concordo com praticamente tudo, também não morro de amores por Carolina Dieckmann e acho a Mariana Ximenes, além de linda, uma atriz maravilhosa...
A Maitê faz mesmo a gente babar diante de tanta beleza e talento, quanto a Fernanda Montenegro, confesso que não é uma de minhas preferidas, pra mim, tem outras que ocupam o seu lugar no quesito estupendo como todos a colocam, reconheço o seu talento e valor, mas definitivamente não acho tudo isso que sempre falam dela...
Silvio de Abreu é sempre sensacional e com certeza teremos muitas e muitas surpresas pela frente... parabéns pelo post e colocações!
Beijo, beijo!
She

Flávia Batista disse...

OI RAfael,

acredita que eu nunca assisti Passione?

às vbezes, me considero uma mulher incomun...dizem que mulher que gosta de novela... eu não...

bjs

HSLO disse...

Hum...vou conferir a novela.


abraços
de luz e paz

Hugo

Leio Enleio disse...

Adoro novela e adoro quem fala bem, como você delas. Também gosto muito do texto do Silvio de Abreu. Ele sabe como nos deixar na frente da TV. Parabéns pelo texto e pelo espaço!

Endim Mawess disse...

tem todos os ingredientes pra bater o novo recorde de audiencia

Cris disse...

Sumo e me lembro do mundo dos blogs quando quero desabafar alguma coisa no meu....rs
Coisa feia! Egoísta....

Juro que é falta de tempo e outros atropelos.
Vi muito pouco dessa novela, então não posso julgar, mas o pouco que vi, não prendeu minha atenção. Acho que estou meio saturada de novela.

Vou confessar o inconfessável. A barbarie... Eu não gosto da forma que Fernanda Montenegro Atua. Não gosto da maneira que atua, fala e transmite seus textos seja em novelas, filmes ou peças de teatro.
Sei que é uma heresia de minha parte, mas pode ser algum carma....kkkkkkkk
Já, Tony Ramos é de dilacerar o coração em qualquer cena. Ele invade nosso olhar crítico e passamos a viver com ele aquela atuação que já não parece mais ficção, mas sim, realidade.


beijos

Dama de Cinzas disse...

Acho que essa novela tem todos os ingredientes pra ser boa e caminha pra isso. A trama tá bem enredada, tem bons atores e bons personagens... E ao contrário de Viver a Vida, TEM VILÕÕÕÕES! Os vilões é que movimentam a trama...

Estou amando a Mariana Ximenez como vilã, ela tem talento... Assim como todos os outros atores que vc tão bem descreveu...

Essa eu vou seguir... rs

Beijocas

Luna Sanchez disse...

Também não assisto, porque tenho faculdade à noite, então vou acompanhando do jeito que dá.

Concordo com os elogios que fez ao elenco, com exceção da Maitê, que é linda, sim, mas, na minha opinião, péssima atriz. Já contracenou com atores consagrados, e não deixa de ser interessante o fato de não ter aprendido muita coisa...Sei lá, não sinto qualquer emoção na interpretação.

E, claro, Carolina Dieckmann é aquele eterno porre. Acho que nem ela se aguenta. ;)

Beijo, Rafael.

ℓυηα

Inside Me disse...

eitxa jamal, tu ta q tá hein: adorooooooooooo, kkkkkkkkk mas é verdade teu ponto de vista, a maitê parece q toma banho de formol =z
mas é uma grande atriz, linda demais tb, e as pegadas dela com akeles garonhões, uiiiiiiiiiii, mt convincente ;D
bjs, meu lindo

Edilson disse...

Rafa:

Vc é um noveleiro genteeee...rs
Eu adoro novelas desde criança, mas confesso que ultimamente tenho tido um pouco de preguiça(sei lá).Novelas me lembram minha vó e ela ainda me deixa muitas saudades.Penso muito nela ainda(e sempre).Abraço grande.

Serginho Tavares disse...

eu tentei mas ainda não gostei dessa novela
acho Mariana forçando a barra ao tentar ser vulgar, Gianecchini ainda não disse a que veio, Tony Ramos está desgastado ao fazer tantos tipos estrangeiros (o cara veio de um grego e um indiano muito recentemente, apenas ele sabe fazer tipos estrangeiros?), Aracy Balabanian parece a Dona Armênia com tanto drama, o resto do elenco não faz mais do que o texto pede...
em vários momentos a novela soa cansativa
sílvio de abreu perdeu o fôlego (e anda falando umas besteiras imensas nas entrevistas ultimamente) e deve uma boa novela há muito tempo!

Atitude: substantivo feminino. disse...

Rafael, também gosto muito do Silvio de Abreu e adorava quando ele escrevia comédias para a Claudia Raia e para a própria Fernanda Montenegro. Agora...o Cauã Reymondsss putzzz acho ele tétrico....sinto descordar de vc...mas para mim ele é outro monoexpressivo (junto ao maravilhoso e onipresente Gianechinni)..os dois são lindinhos, fofinhos mas não descem na minha garganta.

Beijoscas!!!!
Adoro pessoas noveleiras!!!

Leio Enleio disse...

Atitude: substantivo feminino concordo com você em relação aos dois atores mas tenho que confessar que ambos veem me surpreendendo nos últimos tempos. Agora que o texto do Silvio de Abreu é tudo de bom (na comédia ou no drama - para não dizer no suspense) a isso é! Abraços!

Fernando disse...

Carolina Dieckmann consegueria transformar Anne Frank em uma judia mimada e chata reclamando por estar ainda viva num sotão. Ela tem cara de chata, ela tem voz de chata. Impossível aguentar ela fazendo vozinha de mocinha, néam?