CINEMA E LÁGRIMAS

Cada pessoa, de um modo geral tem sua forma de expor sentimentos, e as lagrimas, digamos, é o ápice da emoção humana.

Eu tenho dificuldade de chorar. Posso ser ofendido, magoado, escrachado, humilhado até...rs rs rs...que as lagrimas não vem. Mas o nó na garganta existe. Talvez pela criação errada no passado, onde os pais diziam: Homem não chora, hoje temos essa dificuldade de expressar em lagrimas o que sentimos.

Mas há a válvula de escape. E o cinema contribui para que a panela de pressão não exploda. Toda vez que sinto aquela necessidade de chorar, recorro a filmes, dramas na verdade, que me fazem ridiculamente trasbordar em choros...rs rs rs.

Não é segredo que curto cinema, e desde cedo aprendi a reconhecer boas produções. Me divirto também com os filmes B e os trashs estilo Zé do Caixão.

Mas selecionei através de uma demorada analise filmes que me fizeram e ainda fazem esvaziar todo nível lacrimal que existe no corpo...rs.

Chorei...mas chorei demais em cada um desses abaixo. Algumas cenas não consegui reproduzir, por que o nosso banco de dados mundial (you tube) não tinha disponível. O dia que aprender a selecionar trechos de filmes da minha biblioteca pessoal, será um grande passo na evolução da minha pessoa...rs.

Aos que conhecem as produções abaixo, garanto que concordarão comigo. Aos mais jovens, indico as mais antigas, e sugiro que assistam, vale demais cada lagrima derramada. Só não assistam tudo de uma vez, senão irão entrar em depressão profunda...rs rs rs.

Inicio pelo primeiro filme que me lembro de ter chorado. Tinha uns 9 anos quando assiti.

O CAMPEÃO - The Champ ( 1979)

Billy Flynn (Jon Voight) é um ex-campeão do boxe, mas que agora está na pior, afundado nas bebidas e nos jogos. Porém, seu filho T.J. (Rick Schroder) acredita no potencial de seu pai, sabe de sua condição, mas nunca deixa de afirmar que ele é seu eterno campeão.





LAÇOS DE TERNURA - Terms of Endearment ( 1983)

Aurora e Emma vivem os altos e baixos da relação mãe-filha. Enquanto Aurora, mãe protetora e viúva há alguns anos, não aprova o casamento de sua filha, Emma vive o drama de saber que seu marido a trai. Entre desentendimentos e alegrias, Aurora começa a se relacionar com o ex-astronauta Garrett Breedlove, um vizinho paquerador, enquanto Emma descobre que tem câncer. Vencedor de 5 Oscars, nas categorias de Melhor Filme, Melhor Diretor, Melhor Atriz (Shirley MacLaine), Melhor Ator Coadjuvante (Jack Nicholson) e Melhor Roteiro Adaptado.





A ROSA - The Rose (1979)

Cantora pop (Bette Midler) sucumbe às pressões das diversas apresentações e se torna viciada em drogas e na bebida. Grande atuação de Bette, tocante. A critica dizia que o filme era baseado na vida de Janes Joplin.




A LISTA DE SCHINDLER (1993)

Um empresário alemão usa seu dinheiro e influência para libertar judeus de campos de concentração durante a Segunda Guerra. A sequencia final, o agradecimento dos judeus, é o ponto marcante do filme.


AMIGAS PARA SEMPRE - Beaches (1988)

O retrato de uma forte amizade, a irrequieta C.C. Bloom (Bette Midler) e a aristocrata Hillary Whitney (Barbara Hershey) dividem os altos e baixos de suas vidas, divórcios, carreiras, alegrias e tristezas. Ao longo da vida, elas sempre foram muito amigas e juntas deverão encarar o maior dos desafios. Amigas Para Sempre é um filme inesquecível, às vezes engraçado, algumas vezes profundamente comovente, mas sempre emocionante.


DIÁRIO DE UMA PAIXÃO - The notebook ( 2004)

Numa clínica geriátrica, Duke, um dos internos que relativamente está bem, lê para uma interna (com um quadro mais grave) a história de Allie Hamilton (Rachel McAdams) e Noah Calhoun (Ryan Gosling), dois jovens enamorados que em 1940 se conheceram num parque de diversões.


ABRAÇO E BOA SEMANA A TODOS

14 comentários:

Isadora disse...

Rafael, excelente seleção para os que precisam colocar suas lágrimas para fora. Dos citados por você não vi A Rosa e a Lista de Shindler não tive coragem, pois muito já li sobre o tema e gastei a minha cota de lágrimas.
Um beijo e bom domingo

Marcos disse...

Eu poderia fazer uma lista de centanas de filmes que chorei,... marley e Eu, ao mestre com carinho, Uma mente brilhante, genio indomavel, o rei leão.... isso mesmo, ah vou para pq senão vai virar um post... mas da lista que vc passou realmente não lembro se chorei em todos... mas em quase todos...

Bem, filme é assim mesmo.... uns dá para chorar outros a gente chora de raiva.... rsrsrs

Abçs e bom domingo.

Dama de Cinzas disse...

Ameeeeeeei post! eheheh

Bem... Eu sou uma chorona, mas uma chorona estranha... sou capaz de passar por situações duras sem chorar, e às vezes por uma besteira eu choro direto... Acho que tenho momentos mais sensíveis e em outros meu lado racional toma a frente...

E quando tenho que chorar, é em qualquer lugar... Cansei de chorar em ônibus, das pessoas perguntarem se eu estava passando mal... Choro andando pela rua. Choro na mesa do meu trabalho, choro em qualquer lugar...

Filmes me fazem chorar muito e a seleção que vc fez foi muito, muito boa...

Quero falar sobre três deles...

O Campeão - Nossa! Na primeira vez eu chorei de não conseguir mais parar, o filme acabou e eu fiquei chorando por uma meia hora... Lembro que estava com meu pai e ele chorou muito tb... Depois disso vi outras vezes e em todas chorei... Agora mesmo. vendo a cena final que vc disponibilizou eu chorei de novo... rs... Esse garotinho é simplesmente fantástico, não sei de onde ele tirou tanta emoção...

A Rosa - O filme da minha vida. Já pensei algumas vezes em fazer um post sobre ele... Tentei buscar no Youtube cenas do filme, mas foram retiradas, antes tinha agora não mais... Tanto que vc deve ter esbarrado na mesma dificuldade... Eu acho que já vi esse filme pelos menos umas 50 vezes... ahahah... Eu sei os diálogos dele... Tenho o DVD dele... Sei tudo de cor... Eu amooooo! Se tem um filme que nos traduz eu diria que esse é o meu filme... Mas engraçado, nunca chorei com ele... Sempre assisti engasgada...

Amigas para Sempre - Mais uma vez Bette Midler dando uma banho de interpretação... Adoro essa atriz e cantora... Ela é a prova de que beleza é importante, mas talento é bem melhor... rs... Chorei muito as vezes que vi esse filme.

Enfim... Vi todas as cenas que colocou no post, amei. Post super legal, uma viagem... Adorei!

Beijocas

Flávia Batista disse...

Oi Rafael!!!

Eu chorei absurdos assistindo The NOtebook. Uma loucura esse filme!!!

Você já assistiu P.S. I love you? Eu acho que nunca chorei tanto em um filme.

bjss

D. Martins disse...

..rs
boom, não foram todos que assisti, mas um que tenho na minha videoteca é a lista de schindler, chorei, choro e chorarei todas as vezes que assistir. Marley & Eu tb me fez chorar, pela simplicidade da familia e os laços invisiveis construidos..rs

Ah rafael, eu não sou tão durão, eu sou emotivo, choro com muita facilidade, desde de um abraço de um amigo que não vejo a tempos, ou um eu te amo do meu filho, ou até mesmo quando brigo com a minha mulher..rs

Comigo é facil, eu sou sentimentalista. Muito boa a lista, vou tentar assistir a todos.

Abração!
bom domingo, fiotinho.

Andrea Pagano disse...

Ah eu sou muito chorona, como coloquei no meu meme, choro até em comercial de banco.

Mas, destes que vc colocou o que mais chorei foi em Diário de uma Paixão, chorei muito e assisti umas quadro vezes...

Assim como o Marcos, também tenho centenas, então viraria um post, sexta agora, chorei muito, acho que foi um dos filmes mais tristes que já assisti, mas na semana vou fazer um post, após a conclusão do atual, sobre ele

Adorei a seleção!

Beijos

Cris disse...

Nossa...seu post me fez lembrar que estou ficando velha....rs

Cara, nunca chorei em filme e todo mundo que me conhecia de forma masi íntima dizia: A Cris não tem coração(qdo assistiam um filme comigo)....rs

Depois de um tempo, pra ser sincera, depois que fui mãe e paseei por uma barra com meus filhos eu comecei a chorar em todos os filmes....rs

Sua lista é de encarar um rio de lágrimas !
Destacaria os últimos dois. Minha nossa...é pra matar e travar a garganta. DIÁRIO DE UMA PAIXÃO é sufocante de tanta emoção.

Posso meter o bedelho na sua lista?
Eu colocaria ainda: A VIDA É BELA e A ESPERA DE UMA MILAGRE.

Sempre disse pro meu filho que ver um homem chorando é uma das coisas mais lindas que existe. Seja de alegria ou de tristeza. Não importa. Talvez, pq isso derrube o conceito de que temos que ser fortes, etc, etc. Conceitos esses que vc disse que lhe passaram.
Não somos nada. Algumas vezes temos força, temos gestos nobres, temos o poder de amar ou qq coisa "divina" porque deixamos nos levar e sermos instrumentos de uma força muito maior e muito mais poderosa. Nós mesmos...hmmmmmmm....não somos nada sozinhos...

Caracaaaaaaaaaaaaaa, vou reduzir meus comentários. Juro !

Boa semana. Luz nos seus dias!
beijo

Patrícia Lara disse...

Olá, Rafael.

Encontrei seu blog por acaso e justamente pq procurava uma sinopse do filme "Diário de uma Paixão" que, na minha humilde opinião, é "O filme" de amor.

Não tem uma vez que eu o vejo que não me desidrato de tanto chorar... é simplesmente magnífico!

A propósito do seu post, se é que posso opinar, homem pode e deve chorar... sempre que o peito arder.

Um grande homem que conheço diz sempre que as lágrimas são o sumo do coração. Nada mais justo, então, deixá-las vir à tona quando o sentimento é verdadeiro, né?

Abraço,
Patrícia Lara

Três Egos disse...

Olá! Td bem? Choro é uma coisa, né?! Na verdade, eu acho que choro normalmente, não sou uma manteiga derretida, mas choro quando é necessário. Mas dificilmente eu choro na frente de alguém, seguro o máximo para extravasar sozinho no meu travesseiro... rs
Bom, já que vc me recomendou tantos, eu recomendo a vc uma novela japonesa "1 Litro de Lágrimas", pelo título vc já viu, né?! Assisti este fds por recomendação da minha irmã, conclusão: estou inchado até agora. Estou até fazendo um post sobre esta novela...

Abraço!

Karina disse...

Rafale, os filmes relacionados são ótimos, mas justamente eu, que sou uma chorona de marca maior, ao ponto do meu pai me chamar de "Rio de Piracicaba" (por causa daquela música cantada pelo Sérgio Reis), não chorei com nenhum deles. Tirando "As Invasões Bárbaras", acho que a minha lista seria sofrível, porque chorei com "Endless Love", Ghost (pode isso?) e Marley e Eu (em minha defesa, me acabei com este último porque meu gato Galã tinha falecido a muito pouco tempo, após 16 anos de companhia). Bjs, Karina.

Ana Cavalcantti disse...

Oi !
Nossa eu choro até em comercial da TV ..imagine nesse filmes...não vi todos que citou ...mas tenho um carinho especial por Diário de uma Paixão ...além de ter visto obrigo todo mundo que conheco a ver também...eu adoro ver filme que faz chorar rs !!

.•*♥*•.¸¸.• Sanzinha •.¸¸.•*♥*•. disse...

Oi, Rafael!
Saudade de visitar seu blog. a vida fica mais leve quando a gente está por estas bandas.
Estive ausente, mas agora voltei!
Conheço alguns desses filmes que vc indicou nessa lista, mas o meu preferido, é claro, é "Diário de uma Paixão". Filme lindo mesmo.
E sobre seu post anterior, sobre internet, concordo com cada palavra que vc disse. Principalmente com os itens 5, 8 e 12! rsrsrs

Menino! Que coisa boa estar aqui!
Beijão enorme pra vc!

Dil Santos disse...

Oi Rafael, tudo bem?
Menino, essa criação de que homem ñ chora é terrível né? Como se o homem ñ fosse ser humano, e com todas as suas emoções. Eu sou muito expressivo, ñ escondo meus sentimentos de forma alguma, se é pra rir, eu rio, chorar, eu choro. E sempre q assito filme choro, a maioria dos filmes, sempre tem uma lágrima a escorrer em meu rosto, rs.
De todos os que vc citou, adoro o Diários de uma Paixão, lindo o filme.
Outro q adoro é P.S.Eu te amo! É um dos meus preferidos. Quero te indica um, ñ sei se vc já assistiu, chama-se Uma Prova de Amor, com Cameron Diaz, é um drama fantástco, esse foi o filme do qual eu mais chorei, passei o filme todo chorando praticamente, mas o final, nossa, fiquei 20 minutos chorando incontrolavelmente, é perfeito ele.
Ah, vota em mim no top blog, é só clicar no link do lado esquerdo do meu blog. E se vc quiser, pode fazer propaganda pro povo votar tbm viu? Não me incomodo de forma alguma rsrs
Brigadão.
Abraços

Marcos Eduardo disse...

Desses filmes, eu adoooooro the rose and the notebook. Barbaros!

Tenho os 2 em dvd. Filmes imperdiveis! Abraços.