A FÚRIA

A indignação posso dizer que é um sentimento que transita entre a paz e a agressão. Muitos quando sentem-se ultrajados partem para a ignorância e agridem fisicamente pessoas que o conduziram ao estado de fúria.

Muitos desabafam com palavras, o que muitas vezes ajuda a minimizar o stress da situação vivida.

O vídeo abaixo é sobre um dia de enchente no Rio de Janeiro ( aquela cidade que adoro) as 3:00 da madrugada, e um transito parado, com o povo sem perspectiva de ir pra casa.

Peço que desculpem os palavrões do sujeito no vídeo, mas a indignação dele merece credito.

video

Abração e boa quarta feira

9 comentários:

Karina disse...

Uma das minhas colegas de trabalho só conseguiu chegar em casa às 9 horas da manhã. Eu tive mais sorte neste dia, porque tinha saído uma hora mais cedo do trabalho e fui para a Central do Brasil (quem não conhece, não precisa fazer a menor questão de conhecer), onde encontrei tudo cheio, mas consegui me safar, apesar do medo por causa das águas e por estar no lugar que considero mais feio da minha cidade.O fato é que mesmo não conseguindo ver o vídeo, acredito que a indignação seja verdadeira e mereça crédito, pois apesar do volume excessivo das águas pluviais, o Rio me parece muitas vezes uma cidade abandonada, principalmente quando não estamos falando da Zona Sul (mas mesmo assim, sou integralmente apaixonada por ela). A Praça da Bandeira, por exemplo, é um ponto crítico e até hoje nada foi feito para que a situação não chegasse ao ponto que chegou. A população por sua vez não ajuda. Eu fico indignada quando as pessoas simplesmente reclamam, colocando a culpa por tais enchentes nas Administrações Municipal e Estadual, mas não fazem a 'mea culpa' em relação ao lixo jogado nas ruas. Com a quantidade de lixeiras que existem nas ruas do Rio, a cidade era para ser a mais limpa do Brasil, quiçá do mundo. Enfim, é melhor eu parar por aqui. Sobre o assunto em si, eu tenho medo é daquelas pessoas que são extremamente calmas, mas que quando perdem a razão, saem completamente de si. Bjs, Karina.

cantinho she disse...

Eitaaaaaa! Ui! Devido as circunstâncias que o moço aí se encontrava dá sim pra descontar tamanha falta de discernimento, acho que uma coisa é uma coisa e outra coisa é outra coisa... mas mesmo assim sou obrigada a concordar com quase tudo, mas o principal é que a nossa cidade maravilhosa está TOTALMENTE abandonada, lamentável. Como carioca e residente desta cidade vejo o fim dela a cada dia, e infelizmente sem poder fazer grandes coisas porque o povo insiste em colocar no poder um grande número de farsantes que definitivamente não amam essa cidade. O Rio só piora, é um abandono total na educação, na saúde, na logística da cidade como um todo e exatamente por isso eu sou contra essa palhaçada de Olimpíadas e Copa do Mundo por aqui... Hipocresia e interesses políticos é a que se resume esses eventos. A novidade chocante da semana passada foi o trepidar do Hospital do Fundão (UFRJ) onde por falta de manutenção mais uma vez deixou o povo na mão... mas que a música do Tom Jobim é linda, isso é, e que na época que ele compôs a música o RJ era outro, isso tb é verdade... :(
Beijo, beijo!
She

Dama de Cinzas disse...

ahahahah! Tive que rir. Seria cômico se não vosse trágico, tenho que usar essa frase feita. Faço minha as palavras dele! A verdade por trás da propaganda bonitinha que fazem... rs


Beijocas

Marcos Campos disse...

O problema realmente não é simples, todo mundo tem um pouco de culpa, o que eu iria escrever é muito parecido com o que a Karina escreveu acima, ela mora lá, eu não, mas faço dela as minhas palavras em relação a adm pública e ao povo, pois acho que isso acontece em quase todo o país.
Abraço!

Luna Sanchez disse...

O cara está coberto de razão, exceto sobre o que disse sobre a Bossa Nova, mas na hora da ira, tem mesmo é que desabafar. É mais do que compreensível que a gente se revolte contra a hipocrisia, e que a nossa paciência diga adeus às coisas banais, em meio ao caos.

O que ele declarou no final, demonstrando o quanto estava aliviado por ter falado o que queria (e falou muito bem, por sinal), foi perfeito, né, Rafa?

Beijo.

ℓυηα

Rafa disse...

Nem me lembra estas chuvas! Eu tava queitinho e protegido em casa, mas foi um fim do mundo por aqui. E quem sofre sempre são os mais pobres. Indignação é pouco. Bj

VaneZa disse...

O vídeo não abriu aqui pra mim. Mas eu lembro bem do que aconteceu porque minha irmã ainda estava morando no Rio nesse período. E sorte das pessoas que desabafam... que botam pra fora. Uma vez eu fui ao médico porque estavam surgindo hematomas na minha pele, do nada... e ele disse: "- Quando alguém te fizer raiva, não guarde pra você... mate a pessoa... porque se não ela mata você."
Conclusão: as manchas eram, nada mais nada menos, do que raiva acumulada.

AbraçozZz

Ah! Seguindo sua dica de pessoa cega... estou tentando mudar o template... tá ainda em fase de experimento. Só hoje já foram dois.

Andrea Pagano disse...

Acho que ele tá coberto de razão!
È um absurdo holofotes em assuntos pífeos, enquanto tem um monte de gente morrendo e perdendo o pouco que tem por falta de infra estrutura.
Bjs

Inside Me disse...

meninoooooooooooooo, to passada, pena q o cara não mostrou o rosto [copyright?] rs bem, ele ia ter uma legião de fãs... com palavrões e tudo! ele tem sim muita razão, mas nem tudo é preto ou branco né? xeruuuu, adorei o post.