PAAARRRRRAAAAA !!!!!

Não aguento mais essa coisa de “ai ai , se eu te pego” ou “nossa, nossa, delicia”. Incrível como essa modinha ta demorando pra passar. Como escutei de um comediante outro dia, isso acaba com as interjeições que precisamos usar no dia a dia, p0or que a cada vez que se espanta com algo e diz “nossa”, vem um bobão e completa, nossa, nossa, delicia...e bla bla bla.

Não vou dizer que o povo seja burro, mas pelo amor de Deus, chega com isso. Já não bastam os “primeiramente”, os “concerteza” agora o bom “nossa” também está corrompido.

Daqui a pouco não sobram mais interjeições na gramatica pra se expressa os sentimentos. Tudo vira musiquinha chata. Esse tal Michel Teló ( que não tenho nada contra, por que sinceramente nunca parei pra ouvir) podia vir com uma musica mais inteligente. Algo que engrandecesse o cancioneiro brasileiro.

Pô, na época do é o tchan, se você pedia uma garrafa de alguma coisa, não aparecia um coro cantando “é na boquinha da garraffaaaa....ordinária”. O povo entendia que musica de baixo nível era pra ser cantada em locais de baixo nível. Agora não, essa onda sertanejo universitário ( que é pra humilhar as duplas que nem primário tem), forro não sei das quantas e funk do tigrão, do hipopótamo, da paca e das mulheres comestíveis assolam a nossa língua portuguesa com frases e expressões, que pasmem, acabam virando verbete em dicionário. Só em terras tupiniquins isso acontece.

Você vê um Luan “vesguinho” Santana se contorcendo de cólicas no palco cantando como se segurasse um peido molhado, com aquela voz tremida, e as meninas berrando descontroladas, enquanto uma Marisa Monte calma pára em frente a um microfone e canta, transcende,  transfigura e penetra a alma de quem está ouvindo. Isso é cantar!!!

A musica “Depois” do novo Cd é um poema, é uma história vivida por 100% dos casais. Quando ouvi, na primeira vez já gostei. Por isso que não ouço radio no carro enquanto dirijo. Ao me aparece um Michel da vida, ou uma Rihanna espancada, mulher de bandido que apanha e volta com o cara. Não. Se é pra ouvir cafajeste, prefiro o Wando, o AGP, rs rs rs.

Quero virar dono de indústria fonográfica e acabar com a má qualidade da nossa MPB. Se uma Susana Vieira viesse a mim dizendo que ia gravar um cd, dava a ela dois potes de corega, um pacote de fraldão e mandava pro bingo. Para com isso, pensa que é bonito cantar mal? Dercy era péssima, mas pelo menos cantava “ A perereca da vizinha” e não “ Per amore”.

Só aguenta a Susaninha J.L. na pele de Dani Calabreza, impagável...assistam:





Abração e boa quarta a todos.

5 comentários:

Paulo Roberto Figueiredo Braccini . Bratz disse...

Adoro o amiguinho injuriado e irritado assim ... morro de rir ... kkkkkkkkkk ... "dois potes de corega, um pacote de fraldão e mandava pro bingo." ... a melhor do dia ... OMG!

| Diego Dellano disse...

booooooa!

Ri demais com a Suzaninha..

railer disse...

rafael, é por aí mesmo cara.
tenho uma vizinha que é mestre em tocar essas músicas e o pior é que isso fica como chiclete na cabeça da gente. ainda bem que existe ipod...

Mylla Galvão disse...

Tô contigo e não abro... Não suporto mais escutar essa música do Michel Teló e ainda suportar Regina Casé fazendo concurso para cantá-la em outras línguas?
Haja paciência!

Abraço

Marcos disse...

Nóssa, Nóssa como você tá revoltado KKKK aposto que após ler o nossa ali acima vc completou... "assim você me mata" KKKKKK.

Realmente a coisa tá feia!

Abçs