SONHOS PERTURBADORES

Não sei até onde é normal, mas sonho muito e me lembro de boa parte deles no dia seguinte.

O que mais me incomoda às vezes é o sonho recorrente. Aquele que vira e mexe te ataca durante o sono. Quando era criança, e adolescente, sonhava com uma escadaria que levava ao segundo pavimento do colégio onde estudava. Era um prédio histórico e essa bendita escada era em formato espiral, com degraus largos e de madeira, que rangiam quando pisados. Não dava outra, toda hora aparecia isso nos meus sonhos, eu tentando subir e a escada balançando, solta como se fossem aquelas passagem sobre rios em filmes de aventura. Era uma tortura, um pânico.

Quando fazia faculdade eram outros dramas nos sonhos. Eu chegava na faculdade sem material, em dia de prova ou trabalhos práticos, sem caderno, lapiseira ou seja la qual material necessário, e ninguém podia me emprestar nada, me impossibilitando de participar da aula, isso quando não era prova surpresa e eu não sabia absolutamente nada. Parecia que não fazia parte daquele universo, as pessoas me ignoravam e eu sofria. Provavelmente algum psicólogo poderia explicar o por que disso tudo...rs

Mas depois da vida adulta os sonhos tornaram-se tranqüilos, algumas vezes pesadelos horríveis comigo sendo baleado, caindo em buracos afligem minhas noites, mas são raros. Nada tão chato como certas musicas que martelam na cabeça a noite toda, e me fazem acordar exausto.

Escrevo esse post por que justamente nessa noite aconteceu isso. Cheguei em casa por volta de nove e meia, esgotado, tomei banho ( havia comido um lanche na casa de uns amigos) e dormi por volta de 10:30 hs.

Imediatamente começou a tocar na minha vitrola mental a musica “Mulheres de Atenas” de Chico Buarque. Não sei por que nem de onde surgiu isso. Há séculos não ouço essa musica, não tenho contato com ela. Tranqüilo seria se tocasse a musica da forma correta, mas a minha grande luta com as pessoas do meu sonho era que no refrão cantavam “Mulheres com antenas”, o que me deixava enfurecido, por que percebia que cantavam errado. Briguei, xinguei, e juro, vi Leci Brandão no meu sonho.

Ninguém me ouvia, ninguém de dava bola. Sofri a noite toda...rs rs rs...e lógico, acordei com a bendita na cabeça. Por toda a manhã e até agora enquanto escrevo escuto o refrão. Tô com sono e dor de cabeça.
Devo ter meia dúzia de parafusos a menos em cada lado deste crânio caucasiano, louro, e bem feito..kkkkkkkkkk, não deve ser possível.

Enfim, adoro sonhar, e ele nem precisa ser coerente, só não curto essa perturbação psicótica que alguns sonhos causam. Isso enlouquece!!!

Abração a todos e boa terça feira.

13 comentários:

Renato Orlandi disse...

HAUhsuashuahsuasa, gente looooka... Acontece neah, vamos ser compreensivos com o blogueiro hehe, as vezes tenho musiquinhas na cabeça também, mas só o refrão ou alguma frase, quero morrer de catapora preta com isso. O unico sonho de criança que eu me lembro era de escorregar naqueles escorregadores (jura?) gigantes de piscina de parque de diversões, mas estava tudo cheio de espuma branca, e eu caia numa banheira de espuma também, meio pervo neh? Na época dava medo... Ok, falei demais. Abraço!!!

Ruy disse...

Tã idficil eu sonhar, coisa rara mesmo, nem sonho nem pesadelo, hehe!

Abraço!

Karina disse...

Também sofro com sonhos ou músicas que ficam na minha cabeça, como em "Ally MacBeal", mas os sonhos não são sempre os mesmos e não chego a sonhar com as músicas, elas simplesmente me impedem de dormir. Na época da faculdade eu também sonhava que perdia provas, até porque tive alguns professores carrascos. Hoje meus pesadelos, são, na maioria, que eu estou perdendo audiência por causa do horário ou porque fui para o fórum errado ou porque esqueci a contestação. Em suma, um horror! Mas existem os sonhos cômicos, ainda bem! Bjs, Karina.

Anita disse...

Nem me fale!Acho que é fato que sonhos são diretamente ligados com o estômago huahauhauhauah
ultimamente com a minha gastrite atacada tenho sonhado cada coisa.
Outro dia sonhei que meu amigo que foi pro quartel me chamava porque cinco homens perseguiam ele, fui até lá e dei uma voadora daquelas de saci (pois todo chute de saci é voadora huahauhau)
e no decorrer no dia fiquei angustiada, ele está bem graças a deus.Depois de passada a angustia lembrei que tinha comigo coisa indevida em hora imprópria.

Beijos moreno :)

Lua Nova disse...

Querido, acho que tenho os mesmos parafusos soltos que vc já que me vi em cada uma das situações que vc citou. Aida tem alguns sonhos que deixam uma sensação física desagradável durante todo o dia. É um saco. Além de me preocupar com as coisas conscientes ainda tenho que encarar as cacarecos inconscientes que carrego.
De qualquer modo, gostei muito do post. Aliás, sempre gosto dos seus
posts, produtos do que vc tem dentro de seu crânio caucasiano, louro, e bem feito...
Beijos.

Inside Me disse...

"crânio caucasiano, louro, e bem feito..kkk" oia pái, to rindo baldes, como dizem os nada eufêmicos [essa palavra existe?] whatever ;D
mas sonhos... eu queria lembrar mais dos meus é uma raridade =( e principalmente se são bons, aí sim eu queria mesmooooooooooo...
adorei a foto no final, tão cute cute ^^)

Marcos Campos disse...

KKK!
Não que a musica seja ruim, mas ouvi-la a noite toda, e ainda errada! Haja crânio! vc deve ter acordado com antenas cravadas no crânio!
Abraço!

Vanessa disse...

De vez em qdo eu tb tenho sonhos loucos. :-)

Renato Orlandi disse...

Voltei para ficar ;)

Aquele texto é meio que bíblico, não tem como explicar rsrs, mas fique tranqüilo, foi apenas um semi-desabafo de algo que ainda vai acontecer, ahuahuahs, não falei. hehe

Abraçuuuu!

Sara Caroline disse...

hahahahaha. Acho que é mal de aquariano, porquanto sonho sempre e adivinha? Lembro de quase tudo no dia seguinte. Mas o que de verdade me assombra nos sonhos, é que os meus constumam acontecer. Me dá até um arrepio! rs. É um ex que aparece, um cliente chato que pertuba no escritório, um acidente de carro (credo!), dentre outros... Bem, tô passando aqui como de costume, e aproveito pra dizer, sem falsa modéstia (rs), que talvez te roube um sorriso caso leia a última postagem do meu blog. Se for tão curioso quanto eu, passe por lá depois... rs. Bjo bjo,

Luna Sanchez disse...

#EuRi

Sonhos recorrentes são perturbadores, de fato. Eu tive um mesmo sonho por meses e meses, na adolescência, e recentemente encontrei uma "explicação", um "porquê" para ele, uma definição romântica, digamos assim. Fiz a tal limonada, eu acho...rs

Outra coisa que me incomoda é acordar sem acordar, sabe como é? Eu acordo, abro os olhos, vejo minha cama, meu quarto todo, meu gato e seu cobertorzinho, mas não consigo me mexer, permaneço paradinha, mesmo me esforçando para mudar de posição. É uma espécie de aprisionamento, e me angustia. Já aconteceu contigo?

O problema de ler a respeito das interpretações para os sonhos, são as informações desencontradas e as outras tantas que não fazem sentido. Eu, particularmente, não encontrei em quem confiar, para essa missão.

* Salve Chico Buarque e Leci Brandão! \o/

Olha a musa inspiradora!

:p

Beijo, Rafa.

ℓυηα

Dama de Cinzas disse...

Tenho muitos sonhos recorrentes... Que me acompanham por toda vida... Mas gosto deles... Sempre me levam pra um lugar que sinto que é meu lugar de verdade...

Beijocas

Guy Franco disse...

Mas, mas, mas, sem coerência que é legal.

Eu sempre sonho com uma menina japonesa; a mesma menina japonesa.