CONFISSÕES SEXUAIS

Achei isso num site que estava fuçando. É um forum sobre experiencias sexuais bizarras.

"Conheci uma mulher em uma balada. Na mesma noite, fomos ao motel. Quando cheguei lá, a gente já estava se amassando e logo que eu tirei o sutiã dela, vi que em volta do seio tinha um monte de pelo. Aí eu tentei dar uma disfarçada, disse que precisava ir ao banheiro, fiquei lá por um tempo e, quando voltei, disse que estava muito bêbado e achava melhor ir para casa", M.B., 41 anos, engenheiro.

"Aconteceu uma coisa inacreditável comigo. Uma vez conheci uma mulher na balada, pintou um clima e fui para o apartamento dela. Ela era medium e, no meio da noite, começou a falar com voz grossa de homem. Não sei se desceu em encosto. Meu pai! Eu disse que ia comprar cerveja e saí correndo. Até bati o carro, foi duro", S.A., 48 anos, músico.

"Fui numa festa com um cara com quem eu estava saindo. O vestido era tomara- que-caia e coloquei um sutiã de papel, à venda em farmácias. Esqueci completamente e depois da festa fomos para a casa dele. Seria nossa primeira noite de sexo. Fui ao banheiro tirar o sutiã, mas a cola não saía de jeito nenhum. Foi péssimo. Ficou com um peito colante. Hoje dou risada", R.G., 43 anos, publicitária

“A primeira vez que fui ao motel foi horrível! Fui com um namoradinho meu e, além de o motel ser meia boca, na hora de ir embora, ele não tinha levado dinheiro. Conclusão, eu tive que ficar de prova no motel até ele voltar com o dinheiro. Foi péssimo. Fiquei sentada na recepção e sem olhar para os lados de tanta vergonha”, A.G., 28 anos, dentista.

“Uma vez, eu estava muito bêbado e a menina com quem eu estava transando também. Daí nós dois dormimos no meio da transa. Quando eu acordei, ainda estava meio que dentro dela. Foi bem chato, mas pelo menos eu não fui o único que dormiu”, U.G., 25 anos, estudante de Geografia.

“Estava com um cara lindo já fazia um mês. Aí, numa noite, ele me convidou para ir ao apartamento dele, depois de uma festa que fomos. Quando cheguei na casa dele, eu estava bem apaixonada, e começamos a nos pegar. Mas o problema é que o pacote dele era muito pequeno. Tipo tamanho PP. De tão pequeno que era, mal conseguimos transar, porque o brinquedo dele ficava saindo toda hora”, D.L., 37, publicitária.

“Acordamos de madrugada e meu namorado começou a me provocar. Aí começamos a fazer sexo, mas eu estava morrendo de sono e pedi para ele me dar uns tapinhas. Aí ele deu no bumbum, mas falei que não adiantava. Então, ele me deu uns fraquinhos no rosto e eu pedindo mais forte. Até que o tapa foi tão forte que eu desmaiei! Comecei a girar, rodei e cai pra trás”, M.A., 33, jornalista.
E você tem alguma história interessante?

Entende por que eu adoro a internet?

abração a todos e ótima quarta feira.

14 comentários:

CIELLO disse...

a vida como ela foi! e a internet registra, Jamal amplifica e a gente goza... ops.... ri! rs

PauloSilva disse...

Eu ri bem alto em algumas destas confissões!

Edu disse...

Entendo pq vc adora a internet. Só não entendo o que é que vc tava fazendo nesse tal fórum... Confessa!! :-)

Heron disse...

Boas risadas para começar meu dia! Abraço!

Dama de Cinzas disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Dama de Cinzas disse...

Olha, seu eu fizesse umas confissões sexuais, daria um livro... ahahah... Cada coisa doida que passei.

Uma vez saí com um cara que que ele queria que eu acendesse uma vela e pingasse a cera por todo o corpo dele. Outro que tinha crise de soluço quando gozava, a coisa era tão intensa que na primeira vez achei que ele tava infartando... rs

Gostei da mulher que levou um tapa! Morri de rir!

Beijocas

Paulo Braccini disse...

O Edu foi na mosca! O q o Rafa estava fazendo neste forum ... que casos pessoais ele contou eim? Vamos lá ... pode se abrir ... não vamos contar para ninguém ... rs

Edilson Cravo disse...

Pelo no peito? Num era uma gorila?kkkkkkkkkkk.
Afeeeee.
Obs: Já fui em um motel q a cama tava quebrada( mas não havia reparado) dormi e qdo acordei parecia q tinha levado uma surra...rs
Linda semana. Abraços.

crisvm disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Rafa, tem histórias aqui hilárias! Fala sério!

Não confesso nada, não sei de nada e não tenho nada à declarar. Não vi nada e nunca estive lá ou ali....rsrsrsrsrsrsrs

Vem com essa, não! Vc que tem que confessar seus inconfessáveis....rs

Beijos e entrega o chocolate para as crianças e diz que a mamãe tem que trabalhar pq o papai só fica lendo taradices na internet.......kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Sempre QUERIDO !

beijos e beijos

crisvm disse...

entrei pelo facebook e nem sei com que conta do blog vou sair.....rs

RAFAEL disse...

ok ok ok...confesso...

a primeira história podia até ser minha!!!....

ninguem me ouviu falar isso hein!!!!

ELAS disse...

É lendo que se aprende, e eu percebo que não vivi muita coisa...

Abraão Vitoriano disse...

interessante, a última postagem e todo o seu blog...

abraços,
e voltarei...

do menino-homem

fique com Deus!

Caju disse...

eu ri muito com a última.
posso contar a minha?
fui num motel com um cara que ficava toda hora fazendo perguntas. do tipo 'tá bom assim' 'assim vc gosta'. até aí tudo bem, mas ele perguntava as coisas a cada cinco segundos. virei e disse: a gente veio aqui pra transar ou pra vc me encher de perguntas? o jornalista aqui sou eu, ué. pra piorar, o carro dele não pegava e eu tive que empurrá-lo ao sair do motel uó!