VOCÊ É UM MALEDICENTE?

Inicio o post já afirmando que não é endereçado a ninguém o que está aqui escrito hoje, apenas há um tempo queria pesquisar o significado da palavra e acabei achando infinitos textos falando a respeito. Pincelei alguns que creio verdadeiros. Então hoje falemos de Maledicência. 


...Maledicência é o ato de falar mal das pessoas. Definição bem amena para um dos maiores flagelos da Humanidade. Mais terrível do que uma agressão física. Muito mais do que o corpo, fere a dignidade humana, conspurca reputações, destrói existências. 


Sou aquariano como todos sabem e um dos traços da personalidade deste signo é o melindre, ou ofender-se facilmente, por isso a maledicência cai como uma pedra na cabeça de um sujeito assim, sensível emocionalmente ( não confundam com viadagem...rs rs rs). Quando alguém fala ou insinua algo que não fizemos o ataque vai fundo lá nas gavetas das emoções escondidas e deprimem o pobre aquariano deixando arrasado. Com o passar dos anos e a quantidade de cicatrizes, esses melindres ficam menos intensos, mas não desaparecem. 


...Tão devastadora e, no entanto, não implica nenhum compromisso para quem a emprega. Jamais encontraremos o autor de um boato maldoso, de uma "fofoca” comprometedora. O maledicente sempre "vende" o que "comprou". Ninguém está livre dela, nem mesmo os que se destacam na vida social pela sua capacidade de realização, no setor de suas atividades. Estes, ao contrário, são os mais visados. Nada mais gratificante para o maledicente do que mostrar que "fulano não é tão bom como se pensa". 

Muito fácil encontrar pessoas que denigrem o outro pelo simples fato de, como diz o texto, desmistifica-la, apregoando a ela a incapacidade que o autor do comentário guarda dentro de si. Tenho amigos que sofrem com isso. Engraçado que muitas vezes esse interlocutor que trabalha contra os outros está dentro de casa, pode ser um irmão, ou um amigo bem intimo. Quanto mais o maledicente te conhece, mais ele tem armas para ataca-lo, e como sempre, mascarado de boas intenções. 

...A maledicência tem sua origem, sem dúvida, no atraso moral da criatura humana. Intelectualmente, a Humanidade atingiu culminâncias. Chegamos à Lua, desintegramos o átomo. Moralmente, entretanto, somos subdesenvolvidos, quase tão agressivos e inconsequentes como os habitantes das cavernas, e, se o verniz de civilidade nos impede de usar a clava, usamos a língua, atendendo a propósitos de autoafirmação, revide, justificação ou pelo simples prazer de atirar pedras em vidraças alheias. 

Nesse caso concluo que maledicência é uma prima muito próxima da inveja, por que não há motivos para que alguém tente denegrir outras senão pelo fato de desejar aquilo que é dela, e como já disse, denegri-la gratuitamente. Há no texto que li um exemplo claro de vitima da maledicência, o próprio Cristo. Adorado na entrada do templo, dias depois foi ofendido com impropérios pelos mesmos que o aclamaram, instigados pela maledicência dos sacerdotes do templo. 

...Jesus adverte que o maldizente fatalmente será vítima da maledicência, quer porque onde estiver criará ambiente propício à disseminação de seu veneno, quer porque a Vida o situará, inelutavelmente, numa posição que o sujeitará a críticas e comentários desairosos, a fim de que aprenda a respeitar o próximo. Deixando bem claro que a ninguém compete o direito de julgar, o Mestre recomenda que, antes de procurarmos ciscos no olho de nosso irmão, tratemos de remover a lasca de madeira que repousa tranquila, no nosso. Se possuímos incontáveis defeitos, se há tantas tendências inferiores em nossa personalidade, por que o atrevimento de criticar o comportamento alheio? 

Referências bibliográficas: 

Richard Simonetti – A voz do monte 


Não sou vitima da maledicência, pelo menos que saiba ou perceba, mas sei que ela existe em todo mundo, e exercita-la aos baldes vai da moral e capacidade que alguns tem em querer viver vidas alheias, aquela velha frase que o jardim do vizinho parece mais verde que o seu. 



Sejamos menos maldosos e mais amigos...rs rs rs 





Abração e ótima quinta feira a todos. 


3 comentários:

Margot disse...

Boa reflexão Fael... e uma boa quinta pra você também...
Abraços

Peter disse...

Eu sou aquariano e já fui vítima de maledicência por alguns momentos no colégio. De fato é horrível, e demorou pra eu perceber que a fonte disso era uma pessoa extremamente invejosa...

Hoje - aparentemente - não sou mais esse tipo de vítima, porém de novo por causa do signo, surge algo tão ruim quanto: conhecer ou ser próximo dos praticantes de maledicência...

Abraços, bacana seu blog!

Mulher Vã disse...

"O combustivel dos linguarudos é a inveja"
Ass: meu Vô!