O CIRCO

Desde criança tenho pavor de circo. Antes achava que era por causa dos animais, palhaços e anões ( que devem ser a causa da minha fobia por ambos), mas depois de adulto conclui que o que mais me incomoda no circo é a vida errante que levam.

Esse cotidiano nômade de cada semana estar num lugar diferente, em ambientes alegres ou hostis me faz ter uma impressão ruim do circo. Hoje claro, não se usa mais animais para espetáculos, que sabíamos, judiavam absurdamente deles, o que também me deixava com uma sensação estranha de que aquilo tudo era sempre uma mentira. Macacos se esforçando para encenar um número no qual deviam ter apanhado atrozmente para conseguir realiza-lo. Desde criança tinha esse pensamento, que hoje é uma certeza.

Essa semana fui ao Cirque du Soleil assistir o espetáculo “Varekai”. Um presente dado pelo amigo Marcos (do blog Meu Pitaco). Sentei-me sozinho, por que as poltronas dele e da esposa eram mais adiante, e fiquei ali observando as pessoas dentro daquela lona, como nos circos que ia na infância. Nada parecia ter mudado.

Mas o espetáculo que baseia-se em malabarismos não tem mais aquele apelo circense, mambembe. Luzes bem coordenadas, cantos e sons perfeitos para os ouvidos, e uma trupe que nota-se, não permitem erros. E com tudo isso exposto aos olhos, nada me tocou ao ponto de dizer: Que Maravilha!!!

Quase três horas de espetáculo, com direito a peripécias de palhaços, pessoas saltando de um lado a outro dentro de uma história meramente compreensível. Mas aplausos tem que ser dados por que os artistas são bons. Mas cadê a aura do circo? Não sei, ficou perdida em algum lugar no meu passado, onde não consigo mais revê-la.

Questionei a mim o tanto de trabalho que devem ter para que cada número seja 100% executado, com maestria e beleza. A forma como os figurinos foram desenvolvidos para que não atrapalhem os artistas, a maquiagem, os adereços de cena, tudo, e mais o tanto que aqueles rapazes devem se exercitar, por que os físicos são perfeitos (homens ficam sem camisa quase todo o espetáculo, e as garotas de roupa justa, que apenas dão forma a silhueta).

O circo definitivamente é algo que não me encanta. Seja ele pequeno, pobre, ou um rico e exuberante espetáculo como Varekai. Sou um chato!!!

Mesmo assim, aqueles que por curiosidade ou gosto quiserem assistir, vale a pena, por todo o empreendimento que é construído para o espetáculo. O problema que tudo é muito caro, até um copo d´agua pode ser considerado uma extorsão.

Abraço a todos, e vamos ao teatro...rs


11 comentários:

Dona Pimenta disse...

Bom dia!!

Nossa, Fael, acho que eu tenho este problema tb. Palhaços e anões me lembram seres demoníacos... E depois que eu assisti Spawn, e vi aquele palhaço, nossa... O terror voltou. Até hj tenho medo destes seres.

Inclusive, às quartas-feiras, reunimos uma galera para almoçar no Reimar, um boteco tradicional aqui na Conceição, não sei se vc conhece, onde vc vê executivos, aposentados, estudantes, familias, bebados, etc, e quando fui pagar a conta, vi que o dono do bar era IDENTICO ao palhaço do Spawn. Resultado: Nem olho pra dentro do vidro quando vou pagar a conta... kkkkkkkk

Quanto ao Cirque du Soleil, é muito mágico, colorido, e talz... Mas não é uma atração que me encante, sabe? Acho que tb sou "chata" rsrsrsrs.
Circos, palhaços, anões, bichos magros e maltratados (que agora, não são mais permitidos, né?), globos da morte, lonas que fazem aquele picadeiro virar uma sauna, malabaristas, etc, realmente, não enchem meus olhos.

Como sempre digo, já nasci de alma velha... E essas coisas que encantam as crianças, nunca mexeram comigo.

Mil bjsss, Gi

Paulo Roberto Figueiredo Braccini . Bratz disse...

eu sempre amei circo, mas aqueles às antigas ... sempre me encantava ... perto de onde morava havia um terreno q sempre era utilizado para um destes se alojarem ... e lá estava o Bratz, todos os dias a observar as obras de montagem, os ensaios, o trato dos animais enfim ... depois ia a pelo menos 3 seções ... mas isto não existe mais ... o Soleil eu só conheço em DVD ... acho bacana mas não sei se teria saco para assistir 3 horas de espetáculo q ao final sempre parece uma mesmice ...

Tathiana disse...

Acho que a mídia criou uma aura de encantamento a respeito do circo que eu nunca vi na realidade.
Bjs.

Edu disse...

PÔ meu... você esteve a METROS da minha casa e nem foi me ver??? Eu te dava água pela metade do preço do Soleil. :-)

Átila Goyaz disse...

Gosto de ver os malabaristas, ginastas; mas eu só queria saber se eles ganham bem pra praticamente viver uma vida suicida (exagero meu) rsrs
Abraços!

Solange disse...

estou com vc Rafael...

não gosto de circo..se fui umas duas vezes até hj, foi muito.
os atores circenses, sofrem muito também, pra darem tudo e mais alguma coisa de si..
e no final...sei lá..

bjs.Sol

Ro Fers disse...

Que bacana esse programa, realmente nos deixa perplexo pela criatividade e pelos espetáculos estupendo...
Abraços

Fernanda disse...

acho que vc não curtiu o espetáculo todo porque vc deixou sua amiga de infância, que saiu do trabalho correndo pra encontrar vcs, e vc saiu correndo depois de 10 minutos...rs......... deve ser isso.... probably. ;-) I guess....... kkkkkk

SELFBOY disse...

Eu sempre gostei de circo! Adorava o clima alegre do ambiente... Eram muitas pessoas felizes em um só lugar. Risos, energia boa... Ao contrário de você, sempre amei palhaços, rs. Acho que a maioria das pessoas se maquia e cria um personagem pra sair de casa...

#Saudade do circo.

Cris disse...

Tudo virou MEGA nste mundo. O simples não tem lugar e é rejeitado. esticar o pescoço para ver a lua cheia, nãoa tem mais graça. Junto vc tem que levar uma garrafa de vinho, estar numa lancha de não sei quantos pés e tudo isso sem dizer nas comodidades à bordo.....rs

Odeio circo que tenha animais. Não acho legal o circo que explora as pessoas como o anão, o corcunda, a gorda e por ai vai. Não me interesso pelo circo que deixou de ser circo e virou um MEGA espetáculo de técnica em malabarismos com o corpo humano. Admirável pela técnica, mas cansativo pra cacete essas tr~es horas. Concordo! Haja, mas é MEGA !

Queria o circo do palhaço que faz piada inocente, que leva a criança de rua a pintar o nariz de vermelho e acreditar que aquele balde de água virou pedacinhos de papel picado no amigo que não segurou direito a cadeira!!!!

O simples, meu Querido, não tem mais lugar na vida e no coração. E a merda de tudo isso é que a gente anda com tanta sede e necessidade desse simples. A gente anda doente por falta dele.

Pra vc? MEGA beijo e muita saudade!

Atitude: substantivo feminino. disse...

Não gosto de circo por conta dos animais expostos.
O Cirque du Soleil acho lindo mas jamais assistiria ao vivo. Me dá tensão. Não gosto de ficar olhando aquelas crianças vietnamitas, coreanas rodando e voando...aquilo me dá um nervoso que vc não tem noção.
Eu sempre acho que vão cair, que vai dar errado...eu trinco os dentes, sabe..não consigo relaxar.

- Eu - sou chata.