APLAUSOS PARA CASSIA KISS

De tempo em tempo a televisão cria personagens imortais na memoria do telespectador. Algumas tramas são batidas, repetitivas e cabe ao autor dar a essas histórias um formato diferente. Esse contorno especial fica a critério do ator escolhido. Após começar um trabalho o personagem que antes pertencia ao autor é roubado e ganho vida própria clamando pela sua existência na pele de grandes interpretes da nossa cultura televisiva.

Cassia Kiss é uma gigantesca estrela da arte de representar. Sem duvida alguma uma das melhores da sua geração. Ao entregar a ela o personagem Dulce, Walcyr Carrasco presenteou o publico, e não a atriz. A situação a que Dulce foi exposta é manjada nas teledramaturgias. Dona Xepa de 1977 já trazia o conflito da mãe simples com filho revoltado e querendo ser rico Yara Cortes e Nivea Maria. Ainda tivemos Maria de Fatima e Raquel Acioli ( Vale Tudo ) e concomitantemente Griselda e Antenor. Todos dramalhões que fazem as donas de casa chorar se imaginando rejeitadas.

Mas o que diferencia Dulce de todas as mães humilhadas da ficção?

A carga de verdade que foi dada a ela. Um rosto machucado pelo tempo, curvada pela árdua labuta que gerava o dinheiro para educação do filho desonesto. Cassia Kiss destituída de vaidade (não é fácil para uma atriz expor as marcas da idade tão próxima das lentes das câmeras)  entregou-se a uma verdade tão viva na sociedade em que vivemos. Quantas Dulces não existem por aí?

Há também aquela sensação de verdade. No fim da trama ela não ficou rica, não teve um banho de loja, não se vingou do filho crápula que a humilhou, muito menos dos que fizeram dela uma piada. A verdade do personagem é a nossa. Uma fragilidade exposta aos olhos daqueles que a conhecem. Como na vida real, muitas vezes não há tempo de salvar corpo bondoso que tanto faz por outros. Dulce não teve uma reviravolta como os personagens homônimos da ficção. Seu triunfo foi modificar o caráter do filho que sucumbiu a sua boa vontade e percebeu que a vida que idealizara jamais viria. Quando por fim aceitou a sua condição, o premio veio. Um pai rico, que poderia dar tudo o que a vida não lhe dera antes. Pronto, a função de Dulce acabou ali. O filho estava encaminhado.

Resolvi falar sobre o personagem de Cassia Kiss hoje, antes do ultimo capitulo que é sabido trará sua morte. Como mexicanizam cenas de morte na TV, achei por bem reverenciar Cassia antes de estragarem sua atuação. Claro que podemos ter essa noite umas das mais emocionantes cenas de novela dos últimos anos, e tudo nos leva a crer que será.

Aplaudo de pé Walcyr Carrasco por ter idealizado um personagem tão real dentro de uma trama cheia de inverdades e ficções.

O ator Kleber Toledo (o filho de Dulce – Guilherme) começou mal, com atuação forçada e nada convincente. Com o tempo, acredito que dividindo a cena com Cassia Kiss, ele cresceu, ele tornou-se um bom ator, e suas lagrimas nos convencem de uma realidade que poderia existir dentro das nossas casas. Percebo que a cada cena que faz com Cassia, seus olhos enchem de lagrima, mesmo não sendo uma sequencia dramática. Adriana Esteves a mesma coisa. No capitulo de quarta feira o choro sincero da atriz foi comovente.

Não sou apegado a dramalhões, por que como disse, eles beiram a cafonice, o exagero. Mas não posso tirar de Dulce o mérito do personagem da década.

Não temos um museu de Madame Tussaud eternizando em cera personalidades da mídia, que poderia permanecer la para que lembrássemos uma vida toda deles. Mas temos a memoria. A minha hoje coloca Dulce sentadinha ao lado de outros grandes personagens. Viúva Porcina, Odorico Paraguaçu, Sinhozinho Malta, Odete Roitman, Nazaré Tedesco, Jacutinga, Laurinha Figueroa, Escrava Isaura, Mario Fofoca, Maria de Fatima, e tantos outros receberam Dulce como a imagem de quem morre e é recebido no céu por aqueles a quem amou. Brega isso? Talvez! Mas que ela merece ser colocada nesse pedestal, merece.

Bom fim de semana a todos, e bom ultimo capitulo da novela, aos que assistirão.

11 comentários:

Pandora disse...

Dulce é algo que só os artistas sabem construir, uma poesia, um documento historico, algo que fala de nós, de nosso tempo, de nossa subjetividade... Sei lá... Só artistas conseguem produzir algo assim! Quem não chorou com a Dulce ein?!?!?

teago de assumpcao disse...

sinceramente... a unica coisa que gostei dessa novela foi o personagem da Cassia Kiss que robou a cena de todos lá, inclusive dos protagonistas, que nem sei quem são... teve protagonistas????

RaFa . disse...

Eu sempre gostei dela. Uma atriz de peso e nome.
Lembro da Yuca Tibiriçá de Fera Ferida e Adma de Porto dos Milagres que ela fez brilhantemente,
Infelizmente por causa do horário não pude acompanhar M&A, mas sempre via as cenas dela na net.
Sem palavras pra ela. Todo prêmio em torno de televisão que vier tem que ser dela.
Tomara que a Globo dê mais chances a ela.

Mr. TV disse...

cara, se o ultimo capítulo for tão bom que o penúltimo, é ceerteza q vou me emocionar, torcer e rir mto hj a noite. abs.

e da cássia kiss, elogios ainda são poucos. ela é formidável!

Solange disse...

concordo com tudo que vc disse..
não assisti a novela, mas ouço comentários a respeito da atuação de cássia..
bons atores são assim mesmo, fazem com que o papel de coadjuvante roube a cena até do protagonista..

bjs.Sol

Bruno F. disse...

Rafael, realmente a Cássia Kis Magro (como prefere ser chamada agora) se entregou ao papel como nenhuma outra atriz jamais poderia ter feito. Não com tamanha maestria, com tanto desapego ao visual, entregue totalmente as emoções, as verdadeiras emoções.. Cássia já foi Leila - a assassina de Odete nos anos 80, Ilka Tibiriça - a maluquete de Fera Ferida nos anos 90, e nos anos 2000, Cássia deu vida a Ádma Guerrero - sua grande vilã (lembra do anel?) e posterior a essas gerações, Cássia não poderia deixar de mostrar seu brilho através da personagem Dulce de Morde & Assopra no Ano 10 do novo milênio. Fantástica, de se aplaudir de pé!

Luna Sanchez disse...

Eu não acompanho novelas mas sou fã de alguns atores como a Cássia. No feriado assisti. Maravilhosa mesmo, Rafa, merece todas as homenagens.

Um beijo, bom fds.

Heron disse...

Cássia Kis Magro está no hall das melhores atrizes do país.

ManDrag disse...

Aplaudo de pé o elogio e a actriz!

Assisti e gostei!

Ella disse...

Eu não assisto novelas há tempos mas essa eu acompanhava só para vê-la. Ela foi perfeita, de uma veracidade incrível, me tirou lágrimas e me fez rir muito.

Ela é uma excelente atriz e esse com certeza, foi seu melhor papel.

Abraço !

SELFBOY disse...

Apreciei cada linha deste post como verdade... Compartilho integralmente de sua opinião. Estou ao seu lado aplaudindo em pé.