Ele é brasa, mora!!!

Nunca escondi que sou fã do rei...é, dele mesmo Roberto Carlos...

Quando pequeno, escutava minha mãe tocando os LPs ( Long Plays, para a geração mais nova...rs) e não entendia ao certo o que era, ou quem era, mas lembro de parar e ouvir atentamente.

Com o tempo, percebi que Roberto Carlos fez história não só na minha vida, mas em muitos, quem dirá todos os brasileiros. Sejam memórias boas ou ruins, acredito que todo mundo tenha algo relacionado a ele em sua vida.

Me lembro, que nos aniversários do meu pai, por anos seguidos, minha mãe tocava a musica "amigo"quando iamos cumprimenta-lo. De certo que meu pai sempre foi um homem seco, sem muitas demonstrações de afeto e carinho, e seria talvez essa a forma de minha mãe toca-lo, sentimentalmente.

Escolhi dois momentos recentes da carreira do Rei.

O primeiro é a participação de Ivete Sangalo no especial de 2004, cantando em dueto o sucesso escrito por Herbert Viana - Se eu não te amasse tanto assim.

Talves um dos momentos mais emocionantes dos quase 30 anos de especias da Globo.

video

Em segundo a participação de Marisa Monte no especial de 2006. Na feição dela dá pra perceber o encantamento que sentiu em estar com Roberto no palco. Incrivel que cantores do porte de Marisa Monte, realmente se emocionam ao se aproximar dele.

Ela retrata talvez o sentimento de muitos fãs, independentemente de idade, sobre o mito que se tornou dentro do cenário nacional.

video

Se sou brega?...talvez!!! mas não deixo de aplaudir, a mais romantica voz do país.

Espero que assitam aos vídeos acima.

Abraço.

3 comentários:

Râzi disse...

Eu acho que somente os mais novos não~vão entender o que vc quer dizer!

Abração!

R Lima disse...

Não adianta querer fugir.. Roberto Carlos faz parte pelo menos numa música que seja da vida da gente.

Eu lembro da infância.. da minha mãe.. da minha tia.

Abçs,




Texto de hoje: CéRebRo...

Visite e Comente... http://oavessodavida.blogspot.com/

O AveSSo dA ViDa - um blog onde os relatos são fictícios e, por vezes, bem reais...

deco disse...

O da Marisa verei com mucho gusto. O da Ivete eu passo. Não vejo nem sob tortura. Aliás vê-la já é para mim uma tortura.Concordo com quase tudo que vc disse sobre o Roberto. Tenho muita coisa da fase antiga.Fabuloso.Agora de uns bons anos para cá....tsk tsk,melhor esquecer.