CRIANÇAS

Acho a infância uma das maravilhas do ser humano. Ser criança, inocente, ingênua, algo sublime, é quase um contato com Deus, pela pureza com que enxergam a vida, o mundo e as pessoas.

Ontem fiz um programa infantil. Fui ao cinema assistir BEE MOVIE. È bom, não ao estilo dos desenhos que gosto, mas uma ótima computação gráfica. Prefiro os desenhos com um toque adulto, com certo sarcasmo, como Shrek.

Antes do inicio da sessão aproveitei para comprar presentes para os sobrinhos, dar uma sapeada no que tinha de brinquedos novos, e interessantes. A loja era uma perdição. Eu mesmo como adulto, fico maravilhado com o que existe de tecnologia, de inventividade nos brinquedos de hoje. Vi uma menininha virtual que vive numa casinha ( estilo dos Tamagushi, aquele bonequinho que nascia e morria). Só que esta menininha não morre. Se a criança não alimenta-la, ela reclama, e come sozinha. Fala português e se outra criança também tiver uma casinha dessas, a bonequinha sai e vai passear na outra casa. Meio surreal isso, rs rs rs. Enfim milhões de carrinhos, jogos e tudo mais.

Enquanto andava pela loja vi um casal ( pais velhos com filho pequeno) escolhendo um presente para o garoto, que mais que eu estava fascinado com o que via. Calculei uns 4 anos, mas parrudo e inteligente.

O menino urrava quando via um monstro, um boneco de super herói. Navios, carros customizados. O garoto andava de um lado a outro em transe. Nisso, os pais arrastavam-no para um canto da loja, e o menino escapava e corria investigar o que mais tinha de interessante. A mãe voltava, buscava-o e retornavam ao canto. Fiquei curioso e fui ver o que tanto queriam que o menino experimentasse.

Havia um pianinho de calda, com um banquinho e um microfone. Os pais queriam de qualquer forma que o garoto se interessasse por aquilo. Tanto insistiram que o menino desistiu e sentou-se no banquinho e começou a batucar o teclado e gritar no microfone. Os pais de mãos juntas no peito diziam: - Que lindo!!! Fofura da mamãe.

Achei repugnante essa atitude. Que personalidade se cria numa criança que aos 4 anos de idade é obrigado a ganhar um piano onde na caixa aparece uma menininha sentada de perninhas cruzadas e vestidinho de babado.

Não vejo mal algum em uma criança ser presenteada com um piano, desde que ela manifeste esse interesse, mas não um menino que visivelmente queria o mais recente exemplar de um carro de corrida. Esse menino é um grande candidato a ser vitima de Bullying entre os amigos. Eu mesmo gostei de tantos brinquedos, que me segurei pra não sair comprando-os pra mim.

Pais deveriam observar o mundo em que o filho está inserido. Esse menino terá vergonha de dizer que ganhou um pianinho de natal, enquanto o seu priminho se diverte com o navio pirata que papai noel trouxe.

Não se preserva a integridade de uma criança apenas evitando que ela tenha contato com violência, pornografia e outras coisas maléficas pra infância, se preserva um filho também entendendo que ele vive num mundo, onde há mais do que as paredes da casa onde mora, mais do que o seu umbigo.

Ta dito.

5 comentários:

Jarbas disse...

eu não suportava criança. até uma amiga muito proxima ter um filho, foi paixão a primeira carregada no colo.

Ricardo disse...

Meu querido, por isso que eu não obrigo meu filho a gostar de nada e não proibo que ele goste do que gosta!

Por coincidência, ele gosta do mesmo que eu! ahuahauhauaauh! E como a gente tem que incentivar oq eu é bom, compre um Box do Yu Yu Rakusho pra ele de natal, que ele vai ganhar junto com o PS2, que vem acompanhado de jogos com Naruto, Bleach, Transformes e outros!!
AHauahuahauhaauhauahuah!

Beijão!!!

Ah... pode mandar beijo???

Haauhauahauhauahauahau!

Marcos disse...

Eu precisava fazer um comentário sobre esse seu texto muito bem escrito.

Crianças são assim, indusíveis. Muitos pais querem compensar traumas próprios em seus filhos e acabam atrapalhando a formação da criança. Porque criança tem opinião propria.... desde a tenra idade, já sabem o que querem e o que não querem... mas sofrem ao terem que fazer algo para "agradar" papai e mamãe... Dar um pianinho para um menino de 3 4 anos... é uma vergonha. Tivesse uma tia presenteado o menino, mas levá-lo a loja e insistir naquilo que ele não quer, é quase como uma coação.

Shame on the parents.

Abçs

Marcos

Gustavo disse...

Crianças, crianças, crianças...
Adoro muito e agora que minha mãe está gravida de mais um muleke, meu ja me vejo andando pelo shopping com o garoto rsrs

Mas sempre gostei de crianças, adoro brincar com uma priminha minha de 6 anos, assisto High School Musical com ela, jogo futebol com ela, só não pude ainda ir para o estadio de futebol ainda... e sim ela é menina e adooooorraaaa futebol, o São Paulo, e joga como goleira na escolinha adoro isso.
A unica coisa que tento fazer ela gostar é de falar inglês e HSM está ajudando muito rsrs, ela canta todas musica... comigo claro rsrs

Mas é isso, levo sempre comigo que ainda tenho uma criança dentro de mim para dar sorrisos inocentes e fazer cara de "abobado" quando algo realmente bom acontece... amo muito tudo isso!

E olha eu escrevendo muito de novo.

Bjos

Guilherme.Silva disse...

saudades da infância....onde a única preocupação era escolher com o que brincar!!!!