CINEMÃO NO CARNAVAL


Quarta feira é dia de cinema, por isso hoje é o dia de comentar cinema.

Ler o “caçador de pipas” é um ótimo passatempo e uma inserção na cultura Afegã, numa história completamente distante da nossa, e ao mesmo tempo tão próxima.

O filme, ao meu ver, retrata bem o que está contido no livro. Claro que ao se adaptar um romance para o cinema, o apelo é muito maior, e há passagens que não são necessárias por que fariam o espectador se cansar mais facilmente. Achei bem sucinto e direto. Já no livro senti muita pena do personagem Hassan, e na tela o diretor Marc Forster conseguiu extrair do ator mirim Ahmad Khan Mahmidzada expressões de humildade e subserviência que comovem a todos. O fato do filme ser praticamente todo na língua Afegã faz com que o realismo seja mais convincente.


Mas férias têm gosto de aventura e “ A Lenda do Tesouro Perdido – Livro dos segredos” é uma diversão a parte. Nicolas Cage, com uma peruquinha ridícula encarna o caçador de tesouros mais uma vez. Há seqüências vibrantes que me remeteram a outro filme tão bom quanto esse, só que passado há muitos anos. Aqueles que cresceram na década de 80 devem se lembrar do épico de aventura chamado “ Os goones”.
Trilha sonora de Cindy Lauper ( no auge da carreira), um bando de crianças se mete numa caverna em busca de um tesouro que salvaria o bairro onde moram de uma possível demolição. O tesouro pertencia a um pitara que escondeu seu navio nessas redondezas. O filme contem heróis, mocinhos e mocinhas, vilões italianos e um personagem que entrou para galeria do cinema, Sloth.


Um monstro bonzinho que ao se encontrar com uma das crianças, passa a cuidar e zelar pela sua segurança. Sloth é e sempre será o herói de infância de muitos trintões.

Outro filme mais sério, mas tão bom quanto os demais é o Gangster ( American Gangster). Ambientado na Nova York da década de 1970, o longa mostra a trajetória de Frank Lucas (Denzel Washington), o maior gângster que já existiu na cidade.

O filme conta com a brilhante atuação Russell Crowe, e outros pesos pesados do cinema, além de uma trilha sonora black, maravilhosa. Vale a pena as 2:30 hs de duração.

Pra quem não fará nada no carnaval, estão aí dicas de diversão


3 comentários:

Jarbas disse...

quero muito ler o caçador de pipas.

abraço moço.
que bom que voltou!

Alm_ disse...

tb passei boa parte do carnaval vendo filmes, em especial a minissérie 'angels in america'. vc já viu? mt boa!

http://dez-por-cento.blogspot.com/

Alberto Pereira Jr. disse...

meu carnaval foi só cinema: "Meu Nome Não É Johnny", "A Vida dos Outros" e "O Signo da Cidade"...