THE ROSE

Incrível como uma mente perturbada como a de Janis Joplin pode escrever algo tão bonito. Talvez a solidão que a acompanhou em vida tenha ajudado.

Nunca canso de ouvir essa musica e me repetir em posta-la...




The Rose
Some say love, it is a river,
That drowns the tender reed.
Some say love, it is a razor,
That leaves your soul to bleed.
Some say love, it is a hunger,
An endless aching need,
I say love, it is a flower,
And you it's only seed.


It's the heart, afraid of breaking,
That never, learns to dance.
It's the dream, afraid of waking,
That never, takes the chance.
It's the one, who won't be taken,
Who cannot, seem to give.
And the soul, afraid of dying,
That never, learns to live.

When the night has, been to lonely,
And the road has been to long.
That you think that love is only,
For the lucky and the strong.
Just remember in the winter,
Far beneath the bitter snows,
Lies the seed that with the suns love,
In the spring becomes the rose.

A Rosa

Dizem que o amor, é um rio, 
Que cobre a delicada vegetação.
Dizem que o amor, é uma navalha,
Que deixa sua alma a sangrar.
Dizem que o amor, é um desejo,
Uma infinita e dolorosa carência.
Eu vejo o amor como uma flor,
Sendo você sua única semente.

É o coração com medo de se partir,
Que nunca aprende a dançar.
É o sonho com medo de despertar,
Que nunca aproveita a oportunidade.
É aquele que não pode ser alcançado,
Mas de quem não se desiste.
E a alma com medo de desaparecer,
Que nunca aprende a viver.

Quando a noite estiver muito solitária,
E a estrada parecer longa demais.
Em que você pensa que o amor é apenas,
Para os sortudos e os mais fortes.
Apenas lembre-se que no inverno,
Muito abaixo da gélida neve.
Descansa a semente que com o amor do Sol,
Na primavera se torna a rosa.

4 comentários:

Dama de Cinzas disse...

Também adoro tudo, o filme, Janis, a música...

Beijocas

Margot disse...

É realmente uma linda música. Coisas bonitas nascem de onde não se espera né?? Como a rosa..com o sol depois do inverno.
Gosto muito de uma música também...é da Nana Caymmi, "Resposta ao Tempo". Linda letra.
Abraços e gracias por hoje.

Jose Antonio disse...

Não conhecia e pareceu que sempre conheci!
Só quem realmente padeceu da maior das solidões consegue escrever tão lindamente sobre o amor!
Obrigado por partilhar!
bjs

Kázita! disse...

Muito bonita esta letra ^^
Bjs