MEU DESENHO

Nessa época de natal, os corações ficam involuntariamente mais ternos, amolecidos. Muitos repensam suas atitudes, e buscam talvez o abraço de quem no ano todo rejeitou. Natural, o ser humano é assim, bate e assopra.

Mas as crianças são sempre da mesma forma, verdadeiras, puras, e com sentimentos nobres e bem perceptíveis. Se ela não gosta de você, não adianta, por que vai te olhar com aquela cara de “me deixa em paz”.

Por isso gosto de crianças, das que não falam as que tomam água de sino, e disparam numa tagarelice incontrolável. Preso a infância, e acho que todo adulto deveria faze-lo.

O que mais me incomoda, e até já postei algo aqui, são as mães que querem transformar suas filhas ( principalmente) em pequenas adultas, vestidas e com atitudes fora dos padrões da infância. Enfim, o Natal é deles, dos pequeninos.

Postei um desenho que minha sobrinha mais nova fez e me deu. Adoro ver a forma como eles nos vêem.

Abraço a todos.

Um comentário:

Diego Martins disse...

Poxa Rafa, sabe que, eu adoro essas coisas, de desenhos de crianças e como é a forma que meu filho e sobrinhos me enxergam.

É muito gratificante, é saber que a participação na vida desses pequenos é significamente. E num simples desenho, cartinha, seja lá o que for, vc consegue ver que valeu a pena, todo carinho, cuidado e dedicação.

Não existe amor mais verdadeiro de uma criança para um adulto. É a forma, mais pura do amor. E eu admiro isso. Talvez seja por isso, que sou tão apaixonado pelo meu filho, sobrinhos e crianças em fim.

Acho que eles tem a forma mais doce de enxergar os sere humanos (nós) que nos cercamos de barreiras e manias. E que de uma forma mágica, conseguem desmontar a gente.

Meu querido, coisa linda o desenho. EU juro que fiquei emocionado aqui, pq sei o quão sincero foi esse carinho da sua sobrinha por vc!

Abraços, meu brother! =)