Poema

Ontem a noite vasculhava alguns arquivos antigos a procura de fotos, e acabei achando um apanhado de poemas escritos pelo pai de um amigo meu.
Homenagem a uma das pessoas mais bondosas e humanas que conheci.
Vou posta-lo, mesmo sem ter pedido permissão.


ILUSÃO DE AMOR

Beijei teus lábios de papel querida,
Tingidos de batom!
E eu vi a tua imagem refletida,
Na pálida ilusão!...

Ouvi tua voz meiga a falar-me bem baixinho
Querendo me segredar...
E os teus lábios finíssimos de arminho
Disse-me algo a consolar!

Quando a noite, eu sonhei contigo,
Com o carinho de teu dom.
E beijei os teus lábios amigos,
Tingidos de batom.

Messias Andrino
Faculdade de Teologia 11/08/48.

Facelido em 06/08/2002


Bom fim de semana a todos

2 comentários:

Rico E disse...

Jamal,
Quando a Libaneza passar por Sampa vamos marcar algo para vc conhecê-la.
Um abraço,
Rico E

Marcos disse...

Rafael.... Obrigado... linda homenagem!

Amor sincero... pureza e acima de tudo respeito!

Só quem pode escreve tão bonito assim.

Abçs