MULHERES NO VOLANTE

Que mulher é um bicho confuso, que ninguém entende é retorico, mas nos últimos tempos tenho me espantado com tamanha falta de educação que as ditas ”sexo frágil” vem apresentando.

Todos os dias entro e saio do edifício onde trabalho por uma rampa de acesso suave que desemboca no cruzamento de uma rua movimentada com um avenida mega, blaster cheia. Nunca embico direto, fico parado a meio fio esperando pessoas educadas darem passagem. Não preciso dizer que nunca, digo nunca mesmo, uma mulher cede à frente para que eu possa sair. Quando embico e já há carros parados no semáforo geralmente ( homens no volante) dão sinal para que entre. Se for uma mulher além de não dar passagem elas descem o carro impossibilitando toda e qualquer tentativa de entrar no transito. Aí pergunto, por quê?


Gostaria de entender o que se passa na cabeça de mulheres motoristas. Elas acreditam que se forem educadas e darem passagem vão se tornar inferiores a alguém? Não só nesse caso verifico a falta de educação delas no transito. Pelo menos aqui em Campinas e no bairro onde moro e trabalho elas vivem num casulo próprio, num transito que só existe para seu deleite e esquecem o que há em volta. Falam no celular tranquilamente ziguezagueando pelas ruas ( algumas ainda de paralelepípedos) bloqueando o transito. O bairro é cheio de comercio, então elas caminham em fila dupla a 2/hr vendo o que há de novidades em vitrines. Isso mesmo, o que costumam fazer em shoppings no meu bairro fazem com o carro.

E falando em fila dupla, não há o que explicar em relação aos filhos que buscam e levam para escola. Inacreditavelmente formam filas triplas em avenidas ou duplas em ruas que só passam 2 carros por vez. E xingam caso alguém buzine por que se veem no direito sagrado de buscarem seus rebentos tendo na cabeça o direito de bloquearem o transito nas horas mais improváveis do mundo.

Vejo o momento em que as vagas em locais públicos serão divididas em: apenas 1% para deficientes (os que mais precisam); 40 % para idosos (que pela contagem dos estabelecimentos frequentam muito mais os locais do que o restante da população); e 50 % para mulheres. Sobrando míseros 9% para todo o restante da população. Reza a lenda que se você coçar a bunda arruma vaga rapidamente em estacionamentos públicos. Aqui em Campinas sangraremos as nádegas por uma vaga, certeza!

Minha cidade tem um dos piores trânsitos que existe no país. Não há em outro lugar pessoas tão malcriadas e folgadas como aqui. Não existe aquele consenso de São Paulo que as pessoas trocam de faixa com apenas um sinal de seta. Aqui precisa enfiar a cabeça pra fora e gritar: DEIXA EU ENTRAR PORRA!!!

Apesar de campineiro, nascido, criado e estudado por aqui, não concordo com o modo de vida e a forma como as pessoas tratam forasteiros. E posso dizer mais. Numa rodinha de mulheres se elas encontram alguma que não seja nativa a desprezam como um besouro rola bosta.

Mulher é um ser complicado e as Campineiras são duplamente.

Não sei como é na cidade de vocês, mas aqui as mulheres se julgam donas de tudo.

Abração e ótima quinta feira pra todos.

9 comentários:

Dih Melo disse...

Interessante você escrever sobre isso! Tenho uma amiga, que vive em Campinas, que não suporta o povo dessa cidade, diz ela que são mal educados, preconceituosos adoram se meter na vida das outras e como você disse não gostam de forasteiros. achei que fosse implicância dela, mas pelo jeito não é
Quanto a falta de educação feminina, acho que as pessoas HeM estão mal educadas, egoístas! E isso se reflete principalmente no trânsito!
Um abraço e bom fim de semana!

Gera Souza disse...

Hahahahahahahahaa...

Rafa, aqui em Indaiatuba elas são tão boazinhas, educadas, gentis, tudo de bommm...

Venha pra cá!! hahahahahahaha

Abração

jair machado rodrigues disse...

Olá Rafael, sincero e perigoso dizeres isso da tua terra não ? eu aqui seria caçado com balas de canhão rs. Acho tanto os homens quanto as mulheres são mal educados nop trânsito, falam no celular, passam batom, escolhem cds, enfim, um grande número de situações que levarão para o acidadente, mas o pior de tudo, são as ofensas desnecessárias. Que cidade a tua querido amigo, as pessoas são legais, só precisamos convece-lás disso (não me came, tou fora rs).
Uma última, tou acompanhando oos comentários do Gera faz tempo, não só aqui, mas hoje ele ultrapassou todos os limites, imfelizmente não posso te chamar para esta cidade, mas faria o mesmo se morasse na dele (brincadeira rs - não pude deixar passar essa).
ps. Querido amigo, obrigado pela carinhosa presença lá no blog. Meu carinho meu respeito e meu abraço.

Margot disse...

Acho que vc me deve um pedido de desculpas pela generalização inicial.... rsr
Como mulher motorista a quase 30 anos (cof cof cof), sigo e respeito as leis e a cordialidade no transito... mas, concordo contido que mulheres não "cedem a vez" a outros, principalmente a outras mulheres. Não posso dizer que sou exceção, mas não faço parte da regra... depende da cara e da situação em que o outro motorista esta...
Enfim, o trnasito da minha cidade esta ficando um caos...evito cada vez mais as ruas e horas de rush... fico na periferia e horas tranquilas.

Beijos Fael e obrigada pelo apoio.

Mabe disse...

Tá ruim ai? Isso porque você nunca deve ter vindo para cá.
Aqui, seta é acessório opcional dos carros, e a maioria compra sem, ou seja, você precisa adivinhar o que o cara da frente vai fazer...
E brigar no trânsito hoje pode ser fatal....por aqui algumas brigas terminaram em morte....

É a educação do cidadão sendo colocada em prática a cada dia...infelizmente...

Abraços.

Latinha disse...

Se está difícil para vocês, pensa para mim que moro "a oeste do Tratado de Tordesilhas"!!!

Eu costumo dizer que o trânsito reflete a educação do povo, infelizmente andamos muito mal educados. Você falou das Mulheres, por aqui ainda estamos todos no mesmo barco... Agora vou falar hein, fazer fila dupla para mim é 'pra cabar'!!!

Até!

Gera Souza disse...

Voltei pra fazer coro com a Margot....hehehehehee

Tenho amigas e sou testemunha viva de que dirigem infinitamente melhor que muitos marmanjos!!!

E tenho dito!!! rsrsrsrsrs

Fred disse...

Eu ri. Hahahaha! Tens toda razão, meu caro... já "trabalhei" com o "produto" e sei bem o quanto mulher é complicada (e perfeitinha?)!!! Tanto que até parei com "isso"... haahahahaha!

Caro Rafa, gracias pela tua presença e teu carinho no "post-festa" do TPM! Curti pacas!! (sim, no meu tempo se falava "pacas"... hehehe)!!! Hugzão, querido!

Fred disse...

Guriiiiiiiiiiiii... gracias pelo toque lá no TPM... Já tá ajeitadinho agora... hehe! Valeu, Rafa! E tu nunca é chato (pelo menos não comigo... hahahaha)!!! Hugzão!