FALTA DE ASSUNTO


Enquanto esse corpo estranho de 1,2 cm não sair de dentro de mim, minha criatividade para escrita está debilitada. Rs. Mas tenho lá minhas neuras sobre alguns assuntos. Então ao invés de discursar sobre um tema apenas, vou falar de um monte de coisas.

Não consigo ver Salve Jorge, mesmo. To tentando, me esforçando demais para isso, mas depois da morte de Jessica na segunda feira e o tanto de coisas incoerentes que nossa amada Gloria Perez jogou, juro ( mesmo não sendo telespectador assíduo da novela) me senti ultrajado. A licença poética existe na ficção, mas quando se leva para dentro da casa de centenas de milhares de brasileiros temas reais, o mínimo, digo mínimo mesmo de bom senso tem que ser respeitado. A sequencia da morte é um apanhado de absurdos que jamais, em qualquer cidadezinha minúscula do mundo seria tratado como foi. Para se escrever uma cena assim, a autora tem que se certificar de que em vários ângulos o crime foi bem cometido. Já que se trata de uma organização poderosíssima como clamam, o amadorismo de Claudia Raia ao executar a menina beira a piada. Então concluo que é uma falta de respeito com a inteligência do telespectador. Foi o dia de maior audiência da novela, portanto o dia com maior desrespeito com publico nos 3 meses de exibição. Tia Gloria ta na hora de voltar pra escola de redatores da Globo, viu!

Médicos nunca deveriam agendar pacientes se eles não conseguem respeitar a ordem de chegada ou o horário estabelecido. Me senti constrangido no consultório ontem. Havia quase uma dezena de pessoas esperando quando cheguei. Ao me apresentar a secretaria pediu a carteirinha do convenio. Anunciei ser particular e paguei a consulta. Sentei por 5 minutos e passei na frente de todo mundo. Pessoas que estavam lá ha um bom tempo. Minha consulta durou quase 50 minutos. Quando queriam me fuzilar. A culpa não é minha ( pensei em dizer), mas fiquei quieto e me sentei encolhido num canto, enquanto a secretaria marcava exames.
ALGUÉM ENTENDE O QUE ESSE MEDICO ESCREVEU?

Fazer faxina no facebook é algo tão importante quanto limpar armários e gavetas. A gente deixa aquilo ali amontoado, mas uma hora tem que parar e arrumar. Fiz isso no face e um monte de coisas que estavam lá sem uso se foram (digo, pessoas mesmo)...rs rs rs. Necessário!

Detesto assuntos ligados ao carnaval. Admiro demais os desfiles de São Paulo e Rio e a capacidade criativa e organizacional de tudo aquilo, mas me irrita abrir o jornal ou o uol por exemplo e terem matéria enormes falando sobre o que as madrinhas de bateria estão comendo, vestindo e frequentando. Além de um monte de outras banalidades que não deveriam fazer parte do noticiário. Isso que faz o carnaval ficar fútil.
Férias escolares e não vejo molecada brincando na rua. Cadê esse povo? Enfurnados dentro de casa jogando vídeo game. Beleza em pais?

Em Campinas a policia acabou com um baile funk no ultimo fim de semana e mostrou imagens gravadas de meninas de 14 e 15 anos dançando de forma pornográfica no baile. Inclusive, em determinado momento tiram a calcinha. Pergunto: essas meninas não estão ali forçadas ( não é Turquia e nem houve trafico de menores ou mulheres) então onde diabos estão às famílias desse montão de meninas? Essa idade me desculpem, já é suficiente para discernirem o que é certo ou errado. E não acredito que isso venha a macular a honra delas, por que duvido que entre elas haja uma ainda virgem. Então o problema não é só policial, é social também. Não adianta prender só o dono do estabelecimento, tem que ir à casa de cada uma e processar também os pais. Eles são permissivos. Repito se fossem uma ou duas, aí mereceriam corretivo, mas são muitas meninas. Há algo errado aí.

No fim já falei o suficiente, enchi mais de uma lauda...rs rs rs.

Abração e ótima quinta a todos.

3 comentários:

Albuq disse...

Oi Rafa! Deixei de assistir Salve Jorge, porque acho irreal as coisas que estão sendo mostradas. No minimo tinha que nos envolver e não aconteceu comigo.
Sobre a consulta, funciona exatamente assim, o dinheiro fala mais alto.
O baile funk, esse eu nem falo, é um problema que nem sei dizer de quem mais é a culpa kkkk

Post bem diverso, gostei! bjsss

Fred disse...

Olha que pra quem tá sem criatividade (palavras tuas) o post ficou interessante, guri! Apreciei a leitura!!
E quanto teu comment: concordo! #Mexplica onde que uma tesourada no ombro mata?!? Hein? Hahahaha! Hugzão, fera!

Turismóloga disse...

Realmente, a novela é um saco. Os pouquíssimos capítulos que eu vi, já me deram azia. Fora o que as outras pessoas comentam por fora. Não perco meu tempo vendo...

Quanto à espera em clinicas, acho isso um absurdo. Já paguei particular, fui atendida rapidamente, e me senti mal. Até o atendimento é diferente, mais caloroso, enfim... Porém, o que posso fazer?

Quanto a essas piriguetes funkeiras, é triste ver o quanto a baixaria já é tamanha. E a idade? Na minha época, eu brincava de barbie ainda. Nem sabia direito o que era sexo... Já essas menininhas, já fazem até bacanal... Eu hein... Por que você acha que a mulher não é mais valorizada? Já começa daí...

Férias escolares não significa mais ver a rua cheia. No minimo, se formos em lan houses, elas estarão com a frequência máxima. Ou em casa mesmo. Pode acreditar, mas a minha sobrinha de 6 anos já sabe mexer em celulares de última geração, notebooks, tablets... Mas, ela tem horários definidos para utilizá-los. Fora que, ela gosta mesmo é de montar quebra cabeças. Já dei tanto para elas... : )

Ihhh, acho que eu me estendi demais!!!

Beijos...