EU, EU MESMO E MINHA CHATICE


Há muito tempo aprendi a lidar com um sentimento ruim (aquarianos se apegam mais a isso) o da rejeição.

A rejeição não é apenas aquela onde outra pessoa te esnoba ou coisa parecida, é também a incapacidade às vezes de concluir tarefas por que alguém criticou de forma destrutiva. Nesse momento a rejeição te pega de calça curta e acaba machucando mais do que devia.

Mesmo com a idade madura, todo mundo sabe que não sou mais criança, às vezes permito que me machuquem por pura ilusão de que as pessoas querem apenas o meu bem o tempo todo. Não é assim. E se tem algo que respeito, é a individualidade e os momentos críticos de cada um. Sei respeitar cada individuo e seus dilemas. Mas não sei o que há que nas pessoas às vezes me veem como saco de pancadas.

Criei escudos e ultimamente tenho feito algo que não é da minha índole. Pagar grosserias na mesma moeda. Não sei se é um estagio da vida, ou simplesmente uma canseira normal por já termos passado do meio do ano e aquela fadiga, estafa está me rodeando. Sei que meu pavio está curto, e qualquer coisa acendo o estopim.

Desde pequeno, quando tenho um compromisso, um programa definido, fico antecipadamente criando uma rotina de como será, por onde devo ir e o que acontecerá quando estiver por lá. Claro que as pessoas não têm nada a ver com isso. É uma neura minha, uma forma sistemática de me programar. A coisa piora quando algo depende de mim, como ser o cozinheiro da festa, o motorista ou algo parecido. Pra se ter uma ideia, me programo pro fim de semana já na segunda feira. Fico pensando o que e como será, criando expectativas e arrumando formas e horários predefinidos. Sou assim, mas não imponho que outros também o sejam. Se sou chato, tento não passar pras pessoas. Depois de tudo organizado, se algo sai errado eu me estresso mais do que deveria.

Minha avó era uma ótima pessoa, mas tinha um péssimo habito de estragar o passeio de quem fosse. Assim que tudo estava programado ela desistia de ir, ou mesmo que não fosse, achava uma forma de deixar-nos preocupados. Uma maneira nefasta de impedir a diversão alheia. Minha mãe tem o mesmo jeito. Mas hoje fico salvo dessas atitudes, por que morando sozinho não tenho a obrigação de satisfações de onde vou, com quem, ou o que vou fazer. Mesmo assim ela às vezes consegue destruir a alegria de alguns passeios. O pior que se fossem apenas as pessoas da família estaria tranquilo, por que sei lidar, mas amigos também fazem isso. Destroem qualquer intenção de um programa legal.

Devo estar ficando ranzinza, só pode ser isso, por que aos meus olhos as coisas são de uma cor, o restante do mundo pinta de outra cor. Aí nesse caso ou me calo e viro bonecos de ventríloquo repetindo o que me mandam dizer, ou acabo incomodando todo mundo que está em volta.

Como o ser humano é complicado!!!

Abração a todos e vamos que vamos por que sexta é feriadão...obaaaaaa!!!!

7 comentários:

Paulo Roberto Figueiredo Braccini . Bratz disse...

Sei bem o q é isto pois sou exatamente assim ... sim sou chato e ranzinza e não me importo com isto ... simples assim ... rs

Solange disse...

eu também planejo absolutamente tudo..(quase tudo..rs)
e confesso, amo ser assim!!

bjs.Sol

Lucas disse...

rsrsrs... somos idênticos! Ranzinzice é uma arte, sabia?

Abraços.

Margot disse...

Bom... espero sinceramente que seja uma fase, agravada pela canseira e estresse.
grosseria pra mim é indesculpável. ser ranzinza de vez em quando vá lá... mas algumas atitudes não tem volta, então melhor pra nós mesmos, nos controlarmos.
Beijos e boa semana.

Cesinha disse...

Margozita, isso NÃO é fase! (kkkkk). O menino é um Nux ambulante... só isso! Essa coisa de planejar com antecedência é uma marca maior.

Beijos.

PORAQUIESO disse...

Oi ... Parece você me descrevendo. É, aquariano é tudo parecido mesmo. Estamos nos cansando de permitir que nos machuquem. Abraços !!!

Suzi disse...

Isso é ser aquariano???

Pensei que só os capricornianos tivessem esse azedume nas veias. Hahahaha.... Também sou sistemática em relação a programações. Ninguém entende... E passo por chata ao quadrado. Fora ser conhecida como a chata do face por só colocar coisas relacionadas a literatura, filmes, viagens, cultura e coisas desse naipe. Desculpem-me, mas todos têm o direito de cancelar as minhas atualizações ou mesmo me deletar. Não sou obrigada a colocar fotos minha de biquinis, enchendo o rabo de cachaça ou algum viral idiota que não me completa em nada...

É. .. nasci para ser o oposto. Em tudo. Especificamente...

Abraços..