CANSEI DE DANIELA MERCURY

Um dia, há mais ou menos 25 anos fui a um show da Daniela Mercury aqui em Campinas. Não assisti nem 10 minutos. Uma das pessoas que estava comigo passou mal, e saí frustrado, por que ela era a coqueluche do momento. Passados esses anos, posso dizer: não pagaria nem R$ 10,00 para vê-la.

Desenvolvi uma antipatia pela artista muito antes dela assumir sua homossexualidade, que para mim ( desculpem os fãs) é um apelo quase desesperado para se manter na mídia.

As coisas acontecem muito cronometradas para ela. No auge da polemica com Feliciano, com declarações da anta Joelma ela me aparece na internet em fotos intimas com uma mulher. Daí seguiu entrevistas no Fantástico e todas as outras programações da Rede Globo e pronto, Daniela Mercury virou o símbolo da liberdade sexual no país. Eu queria dizer um baita palavrão aqui, agora, mas respeitarei os leitores.

A senhora Daniela Mercury passou uma vida casada, com um e outro, teve filhos, adotou outros e percebeu seu declínio artístico no país ano a ano. Discos com pouca vendagem, shows em rodeio, e outras formulas de sucesso que não vingaram. Ivete Sangalo despontou e tirou seu lugar, Claudia Fake Leite tem mais publico e admiradores que Daniela, então o que fazer? Vamos entrar na discussão mais acirrada do momento: sair do armário.

Cansei dessa onda dela. Cansei de vê-la falar bobagem. Agora critica até cena de folhetim. Disse não ter gostado da  cena onde Barbara Paz desmascara o personagem Felix chamando-o de “bicha”. Uma cena que foi boa, bem dirigida ( com texto fraco de Walcyr, que é sabido), mas que trouxe a tona problemas muito mais sérios do que uma cantora de axé falida que quer se manter desesperadamente em voga ( usei essa palavra antiga para demonstrar que Daniela é passado). Pra mim ela e Joelma são iguais dentro dos seus mundinhos cretinos.

Alguém precisa dizer a ela para parar de querer defender os gays da forma como tem feito. Ela NÃO é porta voz. Deixe isso para mentes mais inteligentes com Jean Willys que sabe dialogar e debater temas. Ou para qualquer outra pessoa que não queria se promover usando esse tema.

A cada semana que ela não é comentário em redes sociais, vem outra onde ela aparece polemizando. Ou aos beijos em publico com sua “esposa”, ou falando bobagens em programas de TV. Não me lembro de alguma musica boa dela nos últimos 5 anos ( se é que teve alguma na carreira). A tenho visto como uma Preta Gil, que não canta nada, não trás beneficio algum para cultura do país e esta lá, na mídia, seja em anúncios, ou falando merda. Estou muito cansado disso, sem paciência alguma para falsos moralistas. Daniela expôs os filhos e os fez incansavelmente dar entrevistas dizendo que amaram o fato da mãe ter virado lesbica do dia pra noite. Constrangedor!

Agora pela manhã vi um vídeo sobre um candidato a primeiro ministro na Austrália e sua posição sobre os homossexuais. Isso é saber defender, falar, debater, discutir. Fundamentos, posição bem explicada e coesa. Não uma descabelada de sotaque baiano que quer ser o ícone de um movimento que não a elegeu.



https://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=t8L5YIv9XcM

Tá, dirão que quanto mais se falar do assunto melhor será para a disseminação do tema, e assim as famílias brasileiras irão encarar o assunto com mais naturalidade. Concordo. Podem fazer isso, mas sem a alcunha da promoção pessoal.


Boa semana a todos.

9 comentários:

Dama de Cinzas disse...

Eu sempre analiso tudo o tempo todo, nunca fecho questão em nada, tudo pode ser modificado para mim. As pessoas e a opinião que tenho de tudo e sobre elas estão constantemente mudando.

Eu achei legal quando a Daniela assumiu, achei que foi bom para o momento em que estávamos, mas depois que fui vendo entrevistas dela e o quanto ela é oca e gosta de se auto promover, mudei completamente de opinião. Depois então que vi a entrevista dela para o Gabi Quase Proibida e a vergonha alheia imensa que senti quando a Marília disse a ela no ar, que aquela entrevista não estava fazendo sentido algum. Nossa, eu sinceramente acho que ela fez tudo isso para se promover realmente. Concordo com o que disse.

Assim como você, quando ela começou eu comprei até o LP dela, na época nem era CD ainda. Ela era o boom. Mas realmente hoje em dia, acho que nem que me desse uma entrada pro show dela eu iria... rs

Se não viu o programa com a Marília procure no Youtube e veja só o começo, é vergonhoso.

Beijocas

Margot disse...

Oi Fael... sinceramente, nunca fui muito fã da Daniela. Mais pelo tipo de musica do que por qualquer outro motivo. Isso não mudou com o pronunciamento gay dela. Se foi ou não por promoção midiatica, eu não sei.
Mas enfim, cada um sabe onde aperta seu calo e no caso, deixe-a aliviar-se da maneira como ela acha que deve.
Pra mim, ela continua como sempre. Sem ibope no que diz respeito a musica.

abraços

Paulo Roberto Figueiredo Braccini . Bratz disse...

assino em baixo ao coment da Margot ... mas respeito seu ponto de vista ... não sou tão radical ...

ps: como assim sumi? hummmmmmmmmmm!!! ... rs

Fred disse...

#superteentendo e concordo contigo, meu caro! Olha... meu saco até que é grande mas já tá ficando meio cheio de todo esse blábláblá... e com mutcha preguiça dessas "divaZZZZZ" todas...
E sim: Preta Gil sucks! Hugz!

Gera Souza disse...

Ah não! Olha a facaaaaaaaaaaaa!! hehehe...

Seguinte: Eu sou do tempo que curtia Daniela antes dela ser a toda poderosa que JÁ foi ok!?

Só que isso foi no passado. Como artista ela ja deu o que tinha que dar... ja passou o tempo dela! Perfeito.

Mas o fato dela se declarar exatamente num momento em que todos os holofotes estavam focado no tema, achei bem favorável!

Bom se ela usou isso apenas para se promover...coitada...saiu pela culatra! hahahahahaha

Viva la vida lokaaaaaaa!!! rsrsrsrsr

Gera Souza disse...

Ah esqueci de comentar: sobre o vídeo do primeiro ministro da Austrália Kevin Rudd... uma postura exemplar para todos, inclusive para os "heteros"! Eu havia compartilhado no meu face!

Super abraço

Esdras disse...

Não gostar da postura dela diante do tema, tudo bem, é um direito que lhe cabe. Até não gostar dela como artista, mas dizer que ela não canta nada e nem tem voz como Preta Gil, é um pouco demais! Esculache o qto quiser, mas saiba reconhecer o talento de um artista, talento que ela tem sim.

Sr. Mutante disse...

"Quanto tempo tenho pra matar essa saudade
Meu bem o ciúme é pura vaidade
(...)"

Rute Roquefort disse...
Este comentário foi removido pelo autor.