3 momentos de humor

O humor da TV brasileira já está em crise há um bom tempo. Não sei se por falta de investimento e criatividade ou pelo fato de muitos ( uma boa parte da população televisiva hoje) se interessar mais por seriados americanos transmitidos por TV a Cabo, ou por internet, que concentra no YOU TUBE por exemplo, tudo o que há de mais engraçado no humor nacional.

Há quem diga que essa fatia é pequena, mas muitos dos telespectadores que curtiam os humorísticos da TV aberta estão sim, tendenciosos ao humor americano.

Mas nos últimos tempos, com o inicio da programação de 2008 nos canais abertos tenho seguido alguma coisa para poder opinar, ou simplesmente por que gosto mesmo de TV. Não me prendo por programação nenhuma, mas sei bem o que se passa em nossa televisão brasileira.

Existem programas constrangedores como o do Dedé Santana no SBT, que de humor não tem nada. E por falar na emissora do Patrão, A Praça é Nossa, ta caquética, chata ( se é que um dia foi legal) e vergonhosa pela apelação. Chávez é um trunfo usado para atrair o publico, mas convenhamos, foi o tempo já. É de sentir-se mal, ver aqueles cenários pobres e ambientação medíocre, além de histórias bobas, repetitivas.

O Pânico na TV já perdeu seus dias de glória. Caiu no marasmo, e não atrai mais tanto publico. O show do Tom na Record é um apanhado de humilhações, de espancamento de anões e constrangimento para os gays, com o sem graça “Bofe de Elite”. As imitações de Tom Cavalcante sobre artistas da mídia, eram engraçadas, mas ele caiu na chacota abusiva e humilhante. Não há necessidade de rebaixar um colega de TV para ser engraçado.

A Globo já teve dias melhores. Mas há ainda alguma coisa que se salva. Por isso escolhi entre os três momentos de humor que curti nos últimos tempos 2 quadros que me fizeram rir muito. O terceiro é teatro, e garanto, vale a pena conferir.


3 Momentos de humor:


A Dra Lorca, um dos quadros do bizarro “Zorra Total “ me fez rir pela simplicidade com que a atriz Fabiana Karla o conduz. Apesar de não curtir os bordões excessivos do programa, o “isso pooode” e o “não pooode”, me agradaram. Confesso que não havia visto ainda, mas achei engraçado e bem construído. A atriz que devia ser considerada uma revelação, poderia ter um espaço maior na emissora.



O segundo momento é a hilariante participação de Ítalo Rossi no programa Toma lá da Cá. Apesar de ser um texto forçado e tendencioso a Miguel Falabella, que continua querendo aparecer mais que os outros, o contexto é engraçado. Vi alguns episódios dessa temporada, e garanto, o humor está por conta de Seu Ladir, que acaba costurando as cenas e dando graça e garantindo riso. Adriana Esteves e Arlete Sales merecem destaque também. Mas contar com um ator veterano que se proponha ao ridículo pelo humor é algo a se aplaudir. Apesar da caricatura de Seu Ladir, a participação dele nos episódios é fantástica. Se o intuito de Falabella era incrementar o seriado, conseguiu. Aplausos a Ítalo Rossi.



O terceiro momento é no teatro. Marcelo Médici e sua peça “ Cada um com seus pobremas” é o que de melhor há para assistir. Terça Insana, Humor de quinta, são peças que já caíram no marasmo também. São engraçadas, mas como o Pânico na TV já tiveram seus momentos de glória. Agora, Marcelo Médici constrói em uma hora e meia de espetáculo, seis ou sete personagens de uma inteligência absurda. A conclusão que se tira ao sair do teatro, é como alguém pode escrever textos tão bons, e interpretá-los de forma tão magistral. Como já disse, vale a pena conferir.




É isso.


Abraço a todos.

5 comentários:

Liz / Falando de tudo! disse...

Certissimo você! A Tv brasileira precisa de Chico Anisio atualizado mas com aquele humor meio que inocente e idiota!
Precisamos de Marcelos Médices e coisas mais teatrais e menos apelativas!
Adorei a abordagem!
Liz

Anderson Kbção ® disse...

sou apaixonado por comedias, mas vamos falar a verdade, tanto a tv quanto o cinema perdeu por completo toda a noção de comedia, por mais idiota que fosse, antes tinha muita graça, vc ria de situações que as vezes lhe aconteciam no dia a dia...
Hj, novelas, programas, series e filmes se perderam no real proposito, divertir as pessoas... estao usando esse espaço pra apenas cutucar determinados politicos, determinados fatos, um exemplo claro disso foi o episodio idiota e ultrapassado de Casseta e Planeta de ontem, onde o personagem que interpretava Ronaldo no caso das travestis, apenas falava que "uma terceira pessoa" havia transado com as travestis... na minha opiniao, uma idiota indicação do caso da menina Isabella, onde pai e madrasta sempre impoe a presença de "uma terceira pessoa" na cena do crime.
E entre nós, um caso desse sequer deveria passar pela cabeça de humoristas né?
Sabe, o mundo infelizmente ta indo de mal a pior dia após dia e, "assim caminha a humanidade".
Um grande abraço

Calvin disse...

Ótimos textos, senso crítico afiado, e muita irreverência = Baú do Jamal né!
Abçs
Calvin

Jarbas disse...

adoro sr. Ladir.
Jamal você é MARA!

Marcos disse...

CONCORDO COM TUDO..... O Ladir é ótimo, inclusive...eu tenho um amigo, ou melhor pai de um amigo que me remete a ele o tempo todo....rs...rs....rs... o Marcelo Médice é muito bom, adorei a peça dele, e também aproveito para dizer q a peço do José de Abreu é ótima "Fala Zé", recomento pois é também muito divertida... agora coisa mais deprimente que o chico anísio...tb não existe.... e olha que ele quer acabar com o mico leão dourado..... eu queria achar a entrevista q ele deu no jô falando isso.... para mim foi o dia do fim dele..... fuiiiiiiiiii