A DIARREIA MENTAL DE RAFAEL BASTOS


Para quem me conhece, lê o  blog ou apenas me segue pelo facebook sabe que tenho um humor bobo, rio de coisas simples, mas enganam-se se pensam que não entendo aquele humor refinado, inteligente, bem escrito. Esse é realmente o que mais gosto.

Talvez por isso curta alguns programas, shows e stand up que a maioria acha enfadonho e não tem paciência de escutar. Nessa linha apareceu nos últimos anos uma infinidade de novos talentos que renovaram a cara da nossa “comedia” nacional.
Entre eles uma pérola inteligente, xará meu, que despontou no CQC da Band, dividindo a bancada do programa com o gentleman da tv brasileira, Marcelo Tas e Marco Luque com o humor Terça Insana que simplesmente amo.

Rafael Bastos ou “Rafinha” é aquele tipo pirulão, grande, narigudo, que deve ter sofrido bullying na infância. Inteligente, sagaz e rápido no raciocínio. Ingredientes perfeitos para ser um cara de destaque entre os paus mandados da TV ( aqueles coitados do Zorra Total que são obrigados a fazer coisas grotescas pelo emprego, por exemplo). Na linha dele veio também Danillo Gentili. Alias o CQC fazendo escola.
Rafinha Bastos em determinado momento dessa sua carreira breve de sucesso ( deve estar no mercado há anos, mas com visibilidade há pouco tempo) achou que ser polemico é interessante. Não, não é.

Até para ser polemico tem limite. Não pode atravessar o liame que divide a polemica da ignorância por que se torna constrangedor. Rafinha, meu caro, você infelizmente pendeu para o lado do constrangimento. Sou um expectador anônimo, mas tenho certeza que minha opinião nesse momento é a de 90% do publico que um dia te viu.

As piadas sem graça e sem noção já vem tomando conta das redes sociais num desespero infindável dele para se manter na mídia. E infelizmente acabam propagando pelo lado bom ou ruim. Acho isso horrível, deveriam criar um botão de “desaparece palhaço” das redes e não sermos obrigados a nos depararmos com a falta de educação de gente como Rafael Bastos quando abrimos um facebook, twitter ou mesmo uma pagina do uol. Existem pessoas ainda, que compatilham as piadas sem nexo dele, e isso é o que alimenta a ideia de que ainda tem voz nesse pais. Pior ainda é investirem nele para que se mantenha no ar, como um canal a cabo anda fazendo. Lamentável isso. Pra mim Rafael Bastos, Joelma, Miriam Rios, Feliciano são tudo merdas vindas do mesmo intestino com síndrome do colon irritado. Desculpem a grosseria, mas só assim posso exemplificar como me indigna pessoas quererem de qualquer forma se manter evidentes quando o seu tempo já passou.

Não gosto das piadas que faz, não acho graça, não compartilho da opinião “ que se não gosta então não lê” por que como disse, essas  coisas são jogadas na nossa cara diariamente, e não to afim de me isolar do mundo por que neles ainda vivem bactérias como Joelma.

Não levanto bandeiras para nada, nem ao menos concordo com Daniela Mercury que se expos tanto na ultima semana, poderia ter sido mais discreta e gerar menos comentários jocosos ( as vezes penso que esse povo faz isso pra voltar do buraco do ostracismo que se meteram). Muito menos acho que Feliciano é o demônio que pregam, tem outros mais perigosos que ele no governo passando incólume. Seria mais interessante que Jean Wyllys também estendesse seus tentáculos de justiça em outros lados de Brasília. Mas uma coisa eu tenho certeza: não quero, e nem sou obrigado a conviver com a falta de senso de ridículo de Rafinha Bastos. Tornou-se um bolha e acabou com toda admiração que tinha pelo seu trabalho, nessa insistência polemica de que fala o que quer. E o próximo pelo jeito será o Gentili que já está passando daquele limite citado acima.

Antigamente via filmes com areia movediça e pessoas que caiam nela e afundavam lentamente tentando ajuda para se salvarem e não obtendo. Rafinha está com areia movediça já no peito, e ao invés de ficar quieto para que alguém o tire de lá, se debate, afundando mais ainda.

Boa semana a todos.

5 comentários:

Turismóloga disse...

Olá!

Simplesmente,não entendo o papel dele como humorista. Até assistia-o logo que despontou. Porém, no inicio, já percebia que algumas piadas dele já vinham com armamento pesado. Acabei deixando-o de lado.

Só não pensava que pioraria drasticamente.

Quanto a Joelma, Feliciano e os patetas que pegam carona: sem comentários! Não consigo entender porque não pensar antes de falar as coisas. Enfim, deve ter muita meleca naqueles cérebros enfadonhos e ocos!

Daniela Mercury? Há anos que desconfio dela. Acho que uma mexerica sente o cheiro da outra de longe! Porém, acredito que tenha sido proposital mesmo, com o intuito de chamar a atenção, assim como vimos o comercial da Mercedes com a música Lek Lek de fundo.

Sou muitooooo discreta e não faria isso de forma alguma. Porém, há as diferenças de pensamentos.

(...)

Beijos!

Dama de Cinzas disse...

Concordo com a questão do Rafinha, acho ele muito interessante fisicamente, mas quando abre a boca com aquelas piadas de mau gosto, sinceramente é broxante.

Quanto a Daniela Mercury, nem preciso dizer que sou a favor, mas vou dizer assim mesmo... rs. Acho que uma pessoa pública quando assume algo assim, gera visibilidade. E visibilidade é tudo, é o que gera questionamentos, é o que faz mudar a mente das pessoas aos poucos. Eu lamento demais que as e os transexuais não tenham ainda visibilidade, e por isso também me expus no blog, para fazer a minha parte, um grãozinho de areia em tudo isso. Porque no dia que a as transexuais tiverem visibilidade, coisa que ainda não existe embora pareça existir, as pessoas vão parar de achar que transexual é um viado que cortou o pau, ou que transexual é um travesti que se operou para conseguir mais homens, dentre tantos outros pensamentos que povoam a cabeça da enorme maioria.

Beijocas

Paulo Roberto Figueiredo Braccini . Bratz disse...

Só não concordo com uma questão q vc levantou: que a Daniela se expôs muito qdo assumiu publicamente sua relação homo-afetiva. Todos não expõem suas relações héteros? Na minha opinião e na minha vida lido com isto dentro desta naturalidade absoluta ... não escondo nada ... agora quem do meu círculo q não gostar q não aprovar q se dane ...

Marcia disse...

Amiguxo,

Tomei a decisão de interditar meu blog, estou com idéias de um outro, mas que precisam ser amadurecidas... mas não sem antes dizer que não suporto o tal do Rafinha e o tal do Gentili, e acho que tem estardalhaço e radicalismo dos dois lados, do lado dito "conservador" e o do lado que se considera "liberal e inteligente" acima de todos os demais. Eu escolho o caminho do meio... Rafinha é grosseiro, sem graça, mal educado.
um dia eu volto, beijos e boa semana!
Ma

Dimas Bertolucci disse...

Tbm achei uma cena ridicula da parte dele, não assumir a derrota e responder com frases ainda mais toscas, gerando piadas sem graça.
Abraços

senhordoseculo.com
Beleza para Homens