VOCÊ PODERIA ESTAR LENDO ESSE TEXTO, POR FAVOR.

Recebo um telefonema pela manhã. Uma atendente da Claro procurando o dono da empresa. Nome dela é Jennipher ( obviamente que se escreve assim com vários enes e com ph).

Eu: Perus de Natal, bom dia.

Jennipher da Claro: Bom dia, poderia falar com Sr. Fulano.

Eu: ele não está. Do que se trata?

Jennipher da Claro: Precisava estar falando com ele. ( primeiro gerúndio)

Eu: mas qual o assunto?

Jennipher da Claro: É de interesse dele, só posso conversar com ele.

Eu: Ok, mas ele não está nesse numero.

Jennipher da Claro: onde poderia estar encontrando ele? ( segundo gerúndio)

Eu: poderia anotar o numero?

Jennipher da Claro: Sim, sim, posso estar anotando sim!!! ( terceiro gerúndio)

Eu: ( 19)  – o prefixo de campinas...bla bla bla

Jennipher da Claro: Muito obrigado, um bom dia para o senhor, tenha uma ótima semana. Que Deus te proteja, te livre e te guarde de gente como eu. ( Bem, essa ultima frase é por minha conta, mas ela deveria ter dito).

Não durou 45 segundos essa ligação e ela falou 3 gerúndios ridículos durante a conversa. Os atendentes de telemarketing são treinados com essa conjugação verbal nas suas palestras motivacionais de frases feitas onde todo mundo ficará rico e amará seu subemprego?

O Brasil é um país semianalfabeto. Nem digo gramaticalmente, mas intelectualmente. Não sou filósofo, muito menos sociólogo, daqueles que elucubram frases que ficam para a história, mas tenho uma noção um pouco acima do básico para reconhecer pseudo-intelectuais. Não me convence quem chora por que viu um balé, e não sabe quando Getúlio Vargas governou, e nem que Juscelino Kubitschek era médico e fundou Brasília. É necessária uma cultura histórica. É necessário para qualquer um o mínimo de conhecimento sobre politica, cultura, arte e até mesmo economia. Alienar-se é dar o direito de estrelinhas vermelhas governarem mais tempo, dando pão e circo para o povo que morre a mingua sentado em sarjetas fétidas de hospitais lotados e pestilentos.

Não gosto de usar esse espaço para reclamações desse gênero, queria que meu blog fosse sempre um canal de divertimento, mas me enoja ver bandidos se reelegendo, criminosos que ganham gratuitamente a imunidade parlamentar. Votamos em raposas para tomar conta de galinheiros. Deixamos a carne exposta e sangrenta na jaula do leão e pedimos delicadamente que ele não a coma. Sim, o voto é a representatividade de cada um de nós dentro do governo, e o que fazemos? Damo-los aqueles que nos entorpecem com promessas ( que sabemos mentirosas) por que achamos que esse irá roubar menos. Não existe isso de roubar menos ou mais. O crime no Brasil compensa desde que uma faixa atravesse seu peito e um titulo publico lhe seja dado. Afinal, democracia é isso. O poder do povo!!!

Não vou estar votando nas próximas eleições por que vou estar desiludido com políticos, mas a certeza é que o gerúndio é a forma mais ignorante de se fazer inteligente. Primeiramente dizendo, claro!!!

Boa semana a todos.

3 comentários:

Ludmilla Russo disse...

Primeiramente (rs), gostaria de dizer que seu texto está muito bom, como sempre.
Gosto muito de estar lendo seus textos. Não se preocupe com o desabafo, às vezes, é necessário.
Boa semana, Rafa!
Beijos.

Paulo Roberto Figueiredo Braccini . Bratz disse...

e eu aqui rindo muito como sempre ...

Gera Souza disse...

Hilário!!
Também Não vou "estar votando nas próximas eleições por que vou "estar desiludido"! Ah e vou "estar cagando" pra todos esse políticos que ai estão!!
kkkkkkkkkkkkkkkkkkk