BLOGS QUE VALEM A PENA: CAFEÍNA

Há quatro anos  descobri um mundo novo na internet chamado de “blog”. Até então não havia me dado conta do que era isso, seu significado e muito menos o tempo que existia.

O primeiro blog que visitei, que add nos favoritos e ia todos os dias era de um cara chamado Alex. Pouco sei a respeito dele, provavelmente uma pessoa discreta que não expõe muito sua vida pessoal. Não era um blog “diário de vida” como em outros que fui descobrindo. Era um espaço destinado ao bom gosto.

Bom gosto esse que misturava musica, cinema, situações corriqueiras da época, compilações ( belíssimas) de Cds e um refinado texto que expunha claramente um pensamento sobre o mundo e as pessoas que me arrancava aplausos no final.

Alex que possui o blog “Cafeína” (http://fulgas.blogspot.com/), e hoje não atualiza com frequência, por motivos que apenas ele sabe, foi o culpado por hoje eu também ter um blog. Através daquele espaço é que tive vontade de criar o meu. Apesar dele não ser tão frequente nas postagens, de tempo em tempo aparece com textos como o que reproduzo abaixo (com permissão do próprio, por escrito)...rs, que vale a pena ser lido. O texto é ótimo, e muito bem escrito. Como disse uma de suas leitoras: quase uma prece.

[ Você que adora apontar erros nos outros e, quando não os encontra, resolve inventar, despeça-se e não volte mais.

Você que não consegue desprender-se da comparação com o outro e inveja tudo aquilo que o vizinho tem e você deseja, dê seu prefixo e saia do ar imediatamente.

Você que só sabe ver maldade nos outros porque se nega a enxergar a sua própria, não precisamos mais dos seus serviços.

Você que delira achando que o mundo inteiro está contra você e, justamente por isso, não consegue ser amigo de ninguém, siga seu rumo sem olhar para trás.

Você que fura a fila da vida achando que pular etapas é uma baita vantagem, vá e não volte.

Você que só enxerga o lado de fora e ainda teoriza sobre ele achando que isso faz de você um intelectual, risque-nos da sua listinha.

Você que é incapaz de amar alguém e ainda machuca quem lhe oferece afeto, suma sem deixar telefone e endereço.

Você que mente até acreditar e não se responsabiliza pela própria mentira quando ela dá errado, vá pregar em outra freguesia.

Você que se faz de vítima para manipular quem lhe quer bem, nem perca seu latim.

Xô, você que não consegue ser feliz e repudia a felicidade dos outros. Esqueça que existimos. Livre-nos do seu vodu, mau olhado, bad vibe, inveja, má influência. Aqui a coisa é diferente, aqui não alimentamos a doença de gente do seu tipo.

Aqui não tem lugar para você.]

Abração e boa quinta feira a todos.

3 comentários:

Paulo Braccini disse...

Perfeito! Xô para todos eles ...

Parabéns ao Alex e ao Rafael por compartilhar ...

Edu disse...

Valeu a dica! Indo lá conferir na fonte.

Cris disse...

Caraca, esse cara é muito bom, mesmo!

Vi tanta gente quando lia isso.....rsrsrsrsrs

Vai saber, deve ter gente que me viu nisso. agrrrrrrrrrrrrr........rsrsrsrsrs

beijo