NOVELAS

Quando somos treinados para uma determinada tarefa, após um tempo o cérebro codifica tudo com uma rapidez imensa e você absorve muito mais informações do que quando se está cru.

Comigo acontece exatamente assim em relação às novelas. Como são anos e anos assistindo a teledramaturgia, não preciso acompanhar o que passa na TV com assiduidade. Basta olhar de vez em quando que capto o enredo. Por isso não dedico mais tanto tempo parado em frente a TV assistindo novelas, e nem por isso deixo de saber delas.

Vivemos uma decadência do folhetim nacional, nossa tão grandiosa contribuição social, segundo as emissoras que as produzem. A fórmula desgastou-se com o tempo. Autores não conseguem mais manter uma trama linear durante os nove meses que mantem-se no ar.

Iris Abravanel ser autora de novela é o mesmo que um imortal da Academia brasileira de letras ser visto num baile funk rebolando na latinha. Não faz sentido e por isso peca pelo ridículo.

Então deixemos as emissoras filhotinhas e falemos de Globo. Araguaia é chata, com aquele olhar languido de Cleo Pires ( que jamais poderia ser protagonista, visto sua indefectível falta de talento). A atriz tem um rosto pesado para o horário das seis. Boca, olhos e formato de rosto masculinizado. O tempo todo se confunde com Fabio Jr. e Gloria Pires, e mesmo assim não se enxerga o talento da mãe, nem o carisma do pai. Novela chata, sem atrativos. O elenco está solto, sem amarras, é tudo tão desconecto que parece varias novelas numa só.


Ti Ti Ti, poderia ser o hit do ano, se Jorge Fernando não tivesse pesado demais a mão e transformado o personagem de Jack Leclair num estereótipo ridículo de uma bicha velha metida a macho. Alexandre Borges peca pela pantomima exacerbada. Trejeitos, fala, comportamento de um gay, que em outro instante está grudado numa mulata gostosa se fazendo de pegador. Não combina. Deveria ter se inspirado verdadeiramente em Reginaldo Farias que deu ao personagem o devido refinamento, uma aura feminina, mas que em todo instante sabíamos ser um garanhão. Convencia. O restante do elenco perde a graça quando Claudia Raia aparece. Como sempre rouba a cena, e por isso mesmo acaba carregando a trama toda nas costas, e perdendo o fio da meada.

Passione é tão fraca e tão sem sentido que me admira ainda tenha pontos no Ibope. Nenhum dos personagens, incluindo o de Fernanda Montenegro agrada. O trio bígamo é de um mal gosto tão grande que perdeu toda a pecha de comedia. Um homem casado com duas mulheres que usa os filhos para atrair as mães para o sexo é de tão mau gosto que se estivéssemos no tempo da censura, nada disso estava no ar. Gerson come cocô, Melina mente no depoimento, desmente, mente de novo, e nada acontece. A velha porca sequestra uma guria e vende a um coronel (deve ser um  politico) e ninguém vê. Pudera até os cenários estão vazios. Clara ( linda Mariana Ximenes) ficou ridícula após zanzar entre o boazinha e a vilã. Totó acabou com a credibilidade de Toni Ramos, que só grita, se exalta e continua corno. Nem mesmo Balabanian, consegue ser engraçada. Tudo, mas tudo ficou errado em Passione. Uma trama que começou interessante, que tinha muito para ser uma grande novela, diluiu-se em falta de criatividade. Que me perdoe Silvio de Abreu, que tanto admiro e que tanto fez pela teledramaturgia: sua novela é chata!!!!
Sobram as pequenas obras fechadas como “As Cariocas” que só podia ter vindo das mãos de Daniel Filho que ainda consegue criar, e produzir algo que valha a pena. “Afinal o que querem as mulheres”, trás um ritmo diferente, mas que me agradou muito. Fotografia e trilha sonora ajudam os atores. “Clandestinos” soube tirar leite de pedra e pode fechar 2010 como algo que valeu a pena. Gostei da forma como foi criado e desenvolvido.
Novelas da record não comento mais. Aquilo é palhaçada que paga salario a ex-globais, só isso.

Em 2011 temos novidades. Uma novela de Gilberto Braga com dois protagonistas arrumados de ultima hora, já que ambos ( Fabio Assunção e Ana Paula Arósio ) foram demitidos. Bom começo!!!

É isso, final de ano, hora de fazer balanço do que tá aí pra ser visto.

Boa quarta-feira a todos.

16 comentários:

Karina disse...

Concordo, mais uma vez, com suas colocações. Mas de Passione, dá para salvar pelo menos a Irene Ravache, que é deslumbrante, e o Flávio Migliacio, hilário. Adorei a sua impressão sobre a Iris Abravanel e não poderia usar melhores (ou piores) adjetivos. Nunca vi nada dela, mas já dá pra sentir que não é digno de credibilidade. Um beijo, Karina.

Diogo Didier disse...

AMIGO, DESCULPE NÃO COMENTAR O SEU POST, MAS PRECISO QUE VOCÊ DÊ A SUA CONTRIBUIÇÃO PARA UM POST DO MEU BLOG.

É MUUUUUUUUUUIIIIIIITO IMPORTANTE!

http://serfelizeserlivre.blogspot.com/2010/12/2010-o-ano-dos-gays-o-ano-da-homofobia.html

BJOXXXXXXXXXXXXXXX E OBRIGADO

Marcia disse...

Amiguxo,
odeio TV, assisto mas muito as vezes algum enlatado americano que prenda minha atenção, tipo The Big Bang Theory ou House, novela como antigamente? Não se fazem mais, não lembro a última vez que liguei a TV na minha casa...nem quando fiquei doente de cama há um mês atrás rsss e aliás? Estou processando a Net judicialmente rsss Provavelmente o início do fim para eu virar um desses freaks que nem TV em casa tem rssss Curiosidade, adoro um rádio, de notícias, tipo CBN, Band News e de notícias e boa música como Eldorado e MIT.
Beijoooooooooo

Rafael Cardoso disse...

Adoro perceber que cê é tão noveleiro (ou mais do que eu).

Gilberto Braga ainda me anima, mas te falo que ele anda perdendo a mão, nada comparado a Gloria Perez, mas já faz tempo que ele não vem com aquela novela boa mesmo (celebridade, arrisco, foi a última).

Enfim, adorei o post, Tempos que não cometava aqui (ultimamente só passando).

Abraço xará!

Paulo Braccini disse...

Querido ... TV ... NOT ... só ligo para ver algum filme ou noticiário ou mesmo algum doc interessante, assim mesmo só em tv paga ...

bjux

;-)

HSLO disse...

Confesso que era viciado em novelas...Hoje, já não ligo mais a TV.


abraços
de luz e paz

Albuq disse...

Realmente as novelas hoje em dia deixam muito a desejar.

Arsênico disse...

Estou boquiaberto com sua crítica mais que justa sobre a teledramaturgia atual do Brasil!

E mesmo eu sendo um apaixonado assíduo por televisão... não consigo mais sentar-me em frente à TV pra ver uma novela!!! Ainda me esforço pra ver Tititi que parece ser a menos pior de todas!

Também fibrei quando Passione estreou... tinha certeza que seria um grande sucesso já que se tratava de Silvio de Abreu embasado por um elenco explendoroso! Que pena... Caí do Cavalo!

E Insensato Coração já começa toda errada... Talvez essa... nos surpreenda! Espero!

***

Grande aBraço!

;-D

Le Voyeur disse...

concordo com todas. mas infelizmente nao vejo clandestinos nem agora o q querem as mulheres. o trabalho nao permite...
araguaia, nao vej. tititi vejo alguns capitulos e adoro. passione errou a mao demais de uns meses pra ca!

bjs do voy

Cris disse...

Realmente, apesar dos pesares a poderosa platinada ainda é a maior e melhor em teledematurgia. Aliás, não há nem de perto concorr~encia pra ela.
Não vejo nunca Araguaia.
Tititi escuto uma parte ou outra na cozinha quando estou dando comida para minhas cachorras e a Passione eu comecei a ver no início. Cansou. Encheu o saco e não tenho cara de idiota.
Concordo com tudo que vc pontuou e um agravante pra mim: a tal da matriarca Dona Bete Gouveia é o que? Heroína com setenta vidas?
Peloamor....a única coisa que ela teve desde o início foi um piripaque quando o filho morreu, eu acho. Enfrenta todas, resolve tudo, tem a retidão de uma justiça verdadeiramente cega e ainda comanda uma tropa de loucos.
É demais, né não?

Amei aquela que o Gerson come cocô...kkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Já contei pra um monte de gtente!

Garoto de onze anos, seguinte: a novela tem censura. Essa hora, vc não deveria estar na frente da telinha.....rs

Um beijo enorme pra vc!

o Humberto disse...

Cara, MUUUITO BOM! Concordo com cada linha que vc escreveu, falou tudo!

Abraço!

Edilson Cravo disse...

Acho que não fazem novelas como antigamente, tá tudo chato e repetitivo. Faltam novos autores, é tudo remake ou novela de época...ninguem merecee....rs
Abraços querido.

Cris disse...

ops......dramaturgia.....rs

Dêco disse...

Só assisto a Ti-Ti-Ti. Jaqueline me faz rir demais. Ariclenes também. Li uma reportagem na istoé elogiando Alexandre borges, mas eu não vejo graça alguma nele. Fico com Ari e Jaqueline.

Dama de Cinzas disse...

Concordo com as análises novelescas... rs

Olha! Eu amo a Glória Pires, sou fã desde adolescente, mas não vejo a menor graça na Cléo Pires, exatamente por tudo que descreveu, o rosto é pesado, eu lembro sempre o Fábio Junior quando olho pra ela. Falta todo o talento da mãe e a voz dela rouquinha, sem expressão, sem firmeza, me dá agonia.

Já dei uma olhada nas novelas atuais, mas só vejo Passione e olhe lá... rs...

Ti ti ti é uma novela bem gay, os papéis masculinos são afetados e as mulheres são bichas... rs... Sem nenhuma conotação negativa nisso, é só mesmo pra marcar a linha da novela. Eu até daria uma olhadinha diariamente, se fosse num horário acessível... rs

Passione tá conseguindo empatar com as novelas de Manoel Carlos em chatice e perda de foco. As tramas pobres, os diálogos idiotas. Sem contar naquele trio ridículo do italiano bígamo com suas duas mulheres idiotas. E o pior é que o Silvio tem escrito cenas demais pra esses personagens. Eu saio da sala pra fazer outras coisas e só volto quando escuto que mudou a cena. De qualquer maneira é uma novela que tinha que ter acabado a pelo menos um mês atrás. Não tem mais pra onde ir.

No entanto, eu tanto que fiz que mudei meu pacote na Sky só pra entrar o Canal Viva e poder acompanhar Vale Tudo... rs... E estou amando rever essa novela que pra mim é umas das melhores. Sempre me lembro de vc quando a Odete Roitman aparece. Sabe que a agora estou gostando mais dela do que da primeira vez que vi. Ela diz aquilo que todo mundo pensa, mas tem pudores ou a moral não permite dizer... rs... Essa novela teve 3 personagens que amei. A Odete, a Maria de Fátima e a Heleninha...

Beijocas

o Humberto disse...

Eu esqueci de comentar, vc falou da Cleo Pires, mas o que é a tal da Milena Toscano? Onde arrumaram uma protagonista tão sem sal?