LADO B - POR ENRIQUE COIMBRA

Há um tempo postei um vídeo sobre alistamento militar aos olhos de um garoto de hoje.

Tratava-se de Enrique Coimbra, do Blog “ Ironias Sociais & Tais”    http://ironiassociaisetais.blogspot.com/ espaço que vale a pena ser conferido.

Sempre curti o contato com os mais jovens, por que é fato, que eles carregam a evolução da nossa espécie. Saber o que rola entre eles revigora, e nos faz sentir mais vivos. Por isso dou atenção a sobrinhos adolescentes, ouço suas lamurias e tento decifrar seu novo código verbal.

Enrique Coimbra é um garoto que já caminha pra pós adolescência, mas a capacidade criativa se acentua como a de um adulto. Rapidez de raciocínio, senso de humor, sagacidade e uma visão panorâmica dos dramas sociais de um adolescente estão presentes na sua escrita.

Semana passada ao lançar a segunda temporada de uma série criada por ele, tive contato com seu brilhante texto. Na verdade podemos classificar como “novela”, pelo formato com que se apresenta.
LADO B chegou dia 19/11 a sua segunda temporada sem que eu soubesse ou não tivesse prestado atenção na primeira. Após ler comentários no seu blog, me aguçou a curiosidade de saber por que estavam elogiando tanto sua criação. Fiz download das duas temporadas em formato PDF e comecei a leitura.

Tenho prazer de propagar a boa leitura, sendo ela de um profissional conceituado no mercado ou de um aspirante adolescente como Enrique. Criatividade, bom português e clareza nas ideias é mérito de poucos.

LADO B retrata a vida de Éron, um jovem de 15 anos preso a sua condição de adolescente com todas as angustias, dramas, confusões, perspectivas de futuro, conflitos de sexualidade e tudo mais que cada um de nós já passou em tempos longínquos.

A narrativa é divertida, com tiradas ótimas do autor, num senso de humor característico dos jovens de hoje. A rapidez nas informações ao qual essa geração tem acesso está brilhantemente representada na história. O autor articular uma linguagem contemporânea, bem atual, e mostra sem medo do julgamento como nossos jovens se comportam fora de casa.

Em alguns momentos me choca ver tão escancarado o universo adolescente que nós não enxergamos. Meninas e meninos expostos a tudo o que existe de nocivo e ver que alguns mesmo sem a vigilância dos pais, se eximem de cair em tentações.

Leitura sobre conflitos de sexualidade, textos de cunho homossexual nunca foram bem vindos ao meu universo literário por que esbarram na jocosidade de descrições minuciosas de relações sexuais, e isso não agrada minha condição de leitor, portanto pouquíssimas vezes dei atenção a isso. Mas o texto de Enrique não expõe só o conflito do personagem, ele retrata a angustia e a confusão a que um adolescente é exposto após perceber que há nele o desejo ambíguo pelo sexo oposto. Ser ou não um jovem gay, isso é o que permeia a história, dentro do universo criado por ele.

Mas não é só de dramas sexuais que LADO B fala. Há o convívio familiar, social, as traições e vinganças desmedidas dos jovens. A irresponsabilidade característica dos adolescentes que vivem o dia como se não houvesse um amanhã. As descrições dos ambientes e a peculiaridade dos locais frequentados pelos jovens nos aproximam mais ainda do personagem principal. Ouvi-lo discursar sobre um milk Shake do Bob´s é hilário.

Indico e recomendo a leitura. Além de uma diagramação agradável aos olhos, todo o trabalho gráfico, feito por Enrique vale atenção nossa, de adultos que já passaram pelo corredor escuro e incerto da adolescência. Não bastasse as obras estarem muito bem redigidas, há as trilhas sonoras de ambas as temporadas que recriam toda a aura da história. Musica é um ingrediente perfeito para imaginação. No CD 2, há uma belíssima releitura de “Forever Young” por Youth Group.

O pacote completo está no blog http://serieladob.blogspot.com/. Acessem, leiam, e critiquem. É assim que incentivamos os jovens de hoje a serem mais que apenas um adolescente criativo. Propaguem a boa leitura.

[...Dizem que quem brinca com fogo faz xixi na cama. Prefiro dizer que quem brinca com fogo se torna invulnerável ao Inferno. Não era à toa que eu ainda estava de pé depois de tantos incêndios: eu era a causa de todos...]

Éron Brascher _ LADO B

Abraços, boa sexta feira, bom fim de semana.

E para quem quer saber mais, há uma resenhano SEM TÉDIO:
http://semtedio.com/lado-b-primeira-temporada-de-enrique-coimbra/

14 comentários:

Edu disse...

Eu nunca faria uma resenha tão SUPIMPA da obra do Enrique! Caramba, essa merece ir pra contra-capa da edição especial capa dura! E ele merece.

Beijo, Rafa!

Solange disse...

que marketing..hem Rafael...depois de tudo isso,só nos resta ler pra constatar...
Bom final de semana pra vc...
Sol.

KARINA PINTA E BORDA disse...

A escrita do Enrique flui bem, mas eu concordo com você sobre alguns pontos serem até mesmo chocantes, pelo fato da gente não imaginar o que pode acontecer no universo adolescente, apesar de eu já ter sido uma (mas talvez isso nem conte, porque eu sempre fui boba para muita coisa e madura para outras...rs). Acho que foi isso que me chamou mais a atenção no que li. Um beijo, Karina.

Le Voyeur disse...

lendo...

bjs do voy

Mundo do Gê disse...

Rafael,já comentei por aqui que sempre passo, leio, mas nem sempre faço comentários...Bom hojepassei por aqui pra lheagraddecer o selo quepeguei por aqui tempos atrás, O quem tem blog não tá sozinho, Valeu!
E deixo à você um desafio, o desafio dos sete, passe lá e confira!

Abraço!

Cris disse...

É, vindo de vc só pode ser coisa boa!
Infelizmente até o natal cada minuto meu está contado ( coisa que odeio) e ainda tenho três livros para ler a fim de terminar um trabalho. Contudo, vou ler em janeiro, com certeza.

Adoro conviver com meu filho de 21 anos e os amigos e amigas da turma.
Sempre que estão em casa, estou no meio deles ou acabam me convidando para as baladas sem fim que frequentam....rs
De verdade? Acho que a única forma de conduzir é estar ao lado, sem invasões, sem preconceitos, mas participando desse universo que na verdade eu já passei, mas que hoje é totalmente novo.
Algumas vezes encaro as baladas e vou te confessar: tem coisas que me chocam pela tremenda naturalidade com que eles encaram, mesmo que isso no fundo seja sofrimento.
É bem complexo, mas há uma vida neles que é genial. Eles possuem uma sede de cultura tremenda e mantém papos que muitas pessoas da minha geração não teriam capacidade para acompanhar.

Lado B me agurde...rs

Rafael, lindo final de semana pra vc!
Beijão

Enrique Coimbra disse...

Você e o Edu são mara! Que texto incrível! Tô falando sério, nem é puxação de saco, porque não sou desses. Mas você absorveu, está aberto pra isso, e é de deixar com um sorriso na cara. Muitas coisas que descrevo na série ACONTECEM MESMO! Algumas aconteceram comigo! Vez ou outra vemos pessoas super unidas se separando e iniciando uma guerra que dura anos, de PURA vingança, pra mascarar a decepção da perda e afins. Ou então quando a sexualidade é abalada por uma simples sensação. Ou quando ela, simplesmente, DESAPARECE! Apesar de achar que a "adolescência" é apenas uma jogada de marketing, encontrei em Lado B uma maneira de desabafar e passar algo de útil para outros adolescentes, além, é claro, de mostrar esse mundo para quem quiser entender. É engraçado você entrar numa mansão de algum colega e ver, NO BALCÃO DA COZINHA, um casal transando ou uma galera cheirando alguma coisa em pó na sala. É muito tenso, e você não tem pra quem gritar! E assim vão surgindo as histórias...
Apesar de ser um "adolescente", poucas vezes me senti como um. Eu me sinto jovem, mas adolescente é difícil.
OBRIGADO POR ISSO! Te citei no último post!

Arsênico disse...

Fiquei mega curioso...!

Leitura garantida!

***

;-D

Dama de Cinzas disse...

Você já tinha me falado a respeito no msn, mas tempo é o que não tenho tido. Quero muito conferir, quem sabe num final de semana desses eu consiga....

Beijocas

Antonio de Castro disse...

gente, tá todo mundo falando disso.

já q eu acabei Harry Potter há um tempo, tava sentindo falta de um adolescente na minha literatura.

já fiz download de Lado B e assim q as ferias chegarem, vou ler.

Cadinho RoCo disse...

Importante demais oferecer estímulo à leitura.
cadinho RoCo

Branca disse...

Curiosa...vou conferir!

Belo espaço o seu. Parabéns!

. disse...

Obrigada pela visita no meu blog Rafael, e em relação a o post, não preciso nem comentar né, Enrique com a criatividade dele a mil, e lado B show de bolaa! :D beijos, bom final de semana, e estou te seguindo!

Três Egos disse...

Olá, irmão mais velho! rs

Vc sempre causando pensamentos e reflexões sobre mim depois de ler seus comentários em meu blog. Ficou grande sim, mas foi uma grande lição que aprendi. Sabe que no final tudo deu certo. O professor carrasco, pelo menos comigo, não foi tanto. E o que importa é que passei. Nem acredito que passei pelo curso mais difícil da minha faculdade, estou me sentindo muito aliviado! E pronto para comemorar... rsrs

Quanto ao seu post, adorei a dica, fiquei realmente com muita vontade de ler. Acho que farei o download agora e ler depois que acabar o livro que estou já lendo. Fica como próxima leitura... rsrs

E também deixei um desafio lá em meu blog, o mesmo deixado pelo Gê. Fique À vontade de respondê-lo.

Abraço!