Estica e puxa...

Não entendo porque as pessoas preocupam-se tanto com o peso alheio. O que mais se comenta nas rodas de mulheres e até de homens hoje, é como fulano e beltrano estão gordos, magros, flácidos e bla bla bla.
Sempre fui magrinho. Quando criança, um vento era capaz de me empinar como pipa no céu. Na adolescência mesma coisa. Depois dos 25, 26 anos, o corpo tomou formas mais agradáveis. Mas me lembro de uma passagem na casa de uma tia, que morava com sua filha solteirona.
A tia, era irmã da minha avó materna e aquele tipo assim, que teve muito dinheiro, morava num apartamento luxuoso, mas estava falida. Meio Laurinha Figueroa ( pra quem assistiu Rainha da Sucata sabe oq digo). Todas as vezes que a via, ela dizia que ou estava magro, ou havia engordado. Mas isso era batata. Virou até piada ente a família. Chegou ao cumulo de um dia, ao abrir a porta minha prima dizer: Nossa, como você emagreceu.!!! Ao caminhar até a sala, ser interpelado pela outra filha que disse: Puxa, você sempre com um corpo bom, e por ultimo ao chegar a minha tia sentada no sofá, escutar: Menino, como você engordou!!!
Cacilda, nunca engodei e emagreci tanto em tão pouco tempo...rs
Fora que as pessoas olham e dizem: você emagreceu, ta com o rosto menor. O Leandro Hassum, humorista que diz:
- pô qual o tamanho da minha cabeça, para emagrecer nela e as pessoas perceberem!!! Rs rs rs.
Mas é engraçado por que se fala tanto em peso, que inevitavelmente você acaba reparando e comentado. Viu o tamanho da bunda da Marilene? e a pança do Frigoberto? A Deusdete quer fazer lipo, mas o que são aquelas pelancas.
Percebe-se o seguinte, seja lá a forma como as pessoas estão quanto ao “peso”, falar disso tornou-se pejorativo. Todos falam, mas desdenhando.
Eu no momento continuo com meus 75 kg e perdi a referencia se engordo ou emagreço, por que aquela tia que era a controladora do meu peso, morreu há muito tempo...rs...
Uma segunda feira saudável a todos.
abração
Ps.: só pra constar..o cara da foto não sou eu...rs rs rs

Mais um selo

Ganhei mai sum selo para o meu blog. As pessoa o leem, mas dificilmente me presenteiam com um selo novo, mas o Renato, o fez, e como sempre, fiquei muito feliz. Há regras pra isso, e como hoje é sexta feira e to com a maior preguiça vou copiar do blog do Renato essas regras...Mas tem regras:
1- dizer cinco coisa que gostamos de fazer;
2 - exibir a imagem do selo;
3 - postar o link do blog que te indicou;
4 - indicar blogs de sua preferência;Mike avisar seus indicados;publicar as regras;
5 - conferir se os blogs indicados repassaram o selinho e as regras.
Então Vamos lá:

1 - meu ipod, meus textos, caminhar na lagoa ( aqui em Campinas, um lugar como Ibirapuera), Sam´s Club ( putz adoro fuçar nisso) e acreditem, ir a 25 de março em SP.
2 - ta exibido lá em cima
3 - http://reconfessions.blogspot.com/
4 - Mike (http://www.mnovotny.com/), Diego ( http://casaideia.blogspot.com/), Camila (http://emcimadosaltoagulha.blogspot.com/)
5 - confiro depois.

Bem...abração e bom fim de semana a todos...

Renato, obrigado pelo presente.

Corre, corre que você acha alguém....

A primavera chegará, mesmo que ninguém mais saiba seu nome, nem acredite no calendário, nem possua jardim para recebê-la. A inclinação do sol vai marcando outras sombras; e os habitantes da mata, essas criaturas naturais que ainda circulam pelo ar e pelo chão, começam a preparar sua vida para a primavera que chega.
Cecília Meireles
Eu gosto dessa época, mais do que qualquer outro período do ano. É inicio do horário de verão, são as chuvas que vem sem o frio pra estragá-las. Tudo parece que fica mais bonito.
Na verdade é o inicio da época de acasalamento. E como não deixamos de ser animais...rs rs rs...declaro aberto o PERIODO DE ACASALAMENTO.....corram, peguem os seus pares e mandem ver...
No carnaval conversamos de novo, quando começa o segundo período, o da putaria...rs rs rs
Abraço a todos

Queria ser amigo de Rui e Vani

Deve ser muito difícil para um filho ser comparado o tempo todo com seus pais. Pior quando ambos têm a mesma profissão, e pior de tudo, quando os pais são grandes estrelas.
Fernanda Montenegro é sem dúvida alguma, e por unanimidade uma das melhores atrizes que o país tem. Como diz Fausto Silva: Uma lenda viva.
O que seria de Fernanda Torres então. Seguir os passos da mãe traria comparações freqüentes, como já se fez muito. Mas esperta, inteligente, e extremamente talentosa, Fernandinha seguiu os próprios passos, e deu sentido a sua carreira, buscando a veia cômica que nela existe.
O resultado disso se vê em “Os Normais 2”. Nada mais é do que a consolidação de uma atriz que nasceu para a improvisação, para o escracho, para nos fazer rir. A série “Os Normais” e o primeiro filme, já haviam dado o gosto delicioso de ver Fernanda atuar, mas a seqüência do filme, num acelerado ritmo de acontecimentos, mostram que Luis Fernando Guimarães e Fernandinha, nasceram pra isso.

Sem descartar o ótimo texto da xará Fernanda Yang e o maridão Alexandre Machado, Os Normais 2 conta também com uma direção primorosa de José Alvarenga Jr.
As participações especiais deram o tom apimentado da história. É a linha que costura o roteiro.
Cinema Nacional é visto ainda como algo voltado a putaria. As pornô Chanchadas e o péssimo desenvolvimento do cinema até a metade da década de 90 ainda não convenceu o público brasileiro que nosso cinema pode e é um dos melhores que se produz no mundo.

Eu como aficionado pelo cinema nacional, brigo e faço campanha sim. Queria que as salas enchessem para ver “Normais 2”, tanto quanto enchem pra assistir uma comédinha tola como “ Ela dança com meu ganço”, que só pelo título se vê o conteúdo. Mesmo eu adorando besteirol, torço para que a comédia de Fernandinha tenha mais espectadores nas salas do que qualquer outra produção enlatada vinda de fora.
Recomendo a ida ao cinema para ver “os Normais 2”. Uma hora e pouco de risada, de bom divertimento. Cuidado com a pipoca, por que é inevitável as gargalhadas, e engasgar no meio de um filme desses seria o maior mico a se pagar.

Bom fim de semana a todos.
Abraços

O sétimo anjo tocou a trombeta, e houve no céu grandes vozes

É O APOCALIPSE CHEGANDO!!!!!
Charlie Massó, um dos menudos originais, anunciou que o grupo vai retornar para uma turnê mundial que deve começar fevereiro de 2010 em Porto Rico, e vai passar pelo Brasil. Vem com a formação original.
Segundo Massó, os shows terão duração de duas horas e contarão com recursos tecnológicos avançados.

Ah ta que o Rick Martin entra numa furada dessas...

O Mundo vai acabar...a vai...vai sim...

Medoooooooooooooooooooooooooooo..

I SEE DEAD PEOPLE.......

Abração a todos...



Quero ser um personagem de Manoel Carlos!!!

Glamour.
Essa palavra define a nova novela do horário nobre na Globo: “Viver a Vida”.
Quantas pessoas nesse país podem estar numa casa de veraneio em Búzios, acordar pela manhã, pegar seu helicóptero particular, voar para o Rio de Janeiro, ter um motorista esperando num belíssimo carro, e morar num hotel que o quarto é maior que a ala infantil de um hospital público?
Eu respondo: 0,01% da população.
Manoel Carlos escreve sobre a vida real, mas talvez aquela que o povo gostaria de ter, e não a que vivemos no dia a dia.
Em 1981 estreou sua primeira Helena, e talvez muitos nem saibam quem foi Lilian Lemmertz, a primeira protagonista a receber o nome que marca suas personagens femininas. Depois dela vieram: Maitê Proença, Regina Duarte ( por 3 vezes), Vera Fisher, Cristiane Torloni e agora Taís Araújo. No compito geral o que quase todas têm em comum além do nome? Foram pegas por José Mayer. Em segundo lugar Tony Ramos.
Mas o que realmente são bonitas nas novelas de texto contemporâneo na Rede Globo, são os cenários. Uma casa mais bonita que outra. Parabéns aos cenógrafos.
E continuando sobre novelas. O ótimo desempenho de caminho das Índias no seu final, alavancou resíduos para outros programas da casa, como em Zorra Total no sábado, e Casseta e Planeta ontem. Um tanto cansativo. Acabou, acabou. Parece Big Brother e A Fazenda, que insistem em colocar o pessoal na programação. Coisa chata.
Mas a melhor imagem que vi nos últimos dias, foi a foto publicada no blog de Juliana Paes. No fim, Raj e Bahuan, ficaram juntos, e Maya com cara de "hã????"
Bem, reclamaram que meus posts são muito longos. Tô maneirando então, assim não espanto leitores.

Abração a todos. Boa quarta.

Só queria um doce.

UMA SENHORA ENTRA NUMA CONFEITARIA E PEDE AO BALCONISTA UMA TORTA 'NEGA MALUCA ' .

O BALCONISTA DIZ À CLIENTE QUE USAR O NOME 'NEGA MALUCA', HOJE EM DIA, PODE DAR CADEIA, EM FACE DA LEI EUSÉBIO DE QUEIROZ; DO ARTIGO QUINTO DA CONSTITUIÇÃO; DO CÓDIGO PENAL; CÓDIGO CIVIL; CÓDIGO DO CONSUMIDOR; CÓDIGO COMERCIAL; CÓDIGO DE ÉTICA, MORAL E BONS COSTUMES - ALÉM DAS LEIS 'AFONSO ARINOS' E 'MARIA DA PENHA' .

SENHORA: - ENTÃO, MEU FILHO, COMO PEÇO ESSA TORTA????

BALCONISTA: - PEÇA POR UMA TORTA "AFRO-DESCENDENTE COM PROBLEMA MENTAL". É POLITICAMENTE CORRETO.

IH.....NOJEEENTO!!! TCHAN!!!!

bom dia a todos. Abraços

OQ SE FAZ COM ELES?

1 - Cara de pau de um casal. Ontem a noite sai na varanda para fechá-la e me deparei com um casal afoito, numa rua erma ao lado do meu prédio, num enlace, na pratica do Ypicilone duplo, no maior tchaca tchaca na butchaca, ali parados, fora do carro, em plena luz do poste. Uma garota toda voluptuosa e um rapaz com um fogo de acender pira olímpica. O pior que nem se preocuparam em ser ali mesmo. De binóculo apostos, do décimo andar, conferi as manobras do casalzinho. O prazer deles estava em ser em público, acredito.


2 – Casal de conhecidos e filha de 6 anos no shopping fazendo compraS. Um tempo parado falando com o pai da garota vem à mãe com um vestidinho preto balançando no ar toda sorridente. Cumprimentos e ela solta a pérola.
-Olha que lindo, primeiro tubinho preto da minha filha!
Há hã, ta...pra que uma menina de 6 anos precisa de um tubinho preto. Olho a garota, está vestida de casaquinho de lã, sobre vestidinho de lã, meias calças brancas e sapatilhas de lantejoula. Mais infantil ou caipira que isso, só a Emilia. Volta mãe 5 minutos depois com um sutiã de bojo e solta:
- O primeiro sutiã da minha filha!

Pra que uma menina de 6 anos precisa de um sutiã e um tubinho preto? Isso é a erotização desnecessária de uma criança. A mãe diz que comprou para que menina pare de usar os seus. Só que as crianças fazem isso, com um intuito inocente de parecer adulto. Quando elas têm suas próprias lingeries, a cena muda de figura.

3 - Garotinho de 12 anos, ida ao pediatra. Não entendo muito a necessidade, mas o medico baixa as calças do garoto ( na verdade um tanto infantil o menino, não condiz com a idade). Calça, cueca nos joelhos, o medico o examina nos genitais. Extremamente envergonhado pela presença do pai no consultório, clama pelo termino do exame. Mais tarde confessa pra mãe que sentiu uma vergonha de morte, por ter baixado a calça na frente do pai, por conta de uns “pelinhos” já nascidos na região pubiana. Tudo muito engraçado se ele não tivesse afirmado que preferia a presença da mãe no consultório, do que a do pai. A ausência ou impaciência de muitos pais com filhos homens causam esse tipo de situação. Um menino prefere a cia da mãe numa condição dessas,do que a do pai. Existe algo errado nisso.
Acho que tudo culpa dos Teletubes...rs rs rs rs....eles erotizaram os jovens e as crianças...O Barney ( aquele boneco roxo) é uma bichona. E o bob esponja, uma bichinha de calça quadrada...rs rs rs...tudo culpa deles.
Bobagens a parte ( não acredito no que está no ultimo parágrafo, foi só uma piada, deixo claro)...boa semana a todos.
Abraços.

Maya e Raj na BBC

Podem até me chamar de bobo, mas senti muito orgulho em ver "Caminho das Indias" na BBC. Acessem o link, assistam o video. Gloria Perez merece.

Bom fim de semana a todos. Abraços

http://www.bbc.co.uk/hindi/entertainment/2009/08/090819_brazil_soap_ms.shtml

O ENCANTO DOS SARIS

Não vou eximir Gloria Perez de criticas já feitas neste blog sobre seu trabalho em Caminho das Índias. Substituir “ A Favorita” era uma dura tarefa para o autor que a sucedesse, pelo ritmo ágil, elenco enxuto e dinâmica nas cenas. Porém, se tratarmos “Caminho das Índias” como uma novela de texto básico ( digo pelo formato apresentado), pode-se sim dizer que é sucesso.
Ao longo desses meses, subterfúgios como flashbacks, mudança de foco dos personagens principais para coadjuvantes, como o caso de Maitê Proença, fizeram das novela das 8, mais uma na série de teledramaturgias com receitas parecidas. Vilões, mocinhos, heroína sofredora.
Pontos altos ficaram nas atuações magistrais de grandes nomes da nossa TV. Quando ouço Agnaldo Silva declarar que não usará mais antigos nomes da teledramaturgia em suas novelas, por que quer dar chance para novos atores, acho até viável, mas sermos privados de atuações como as de Tony Ramos, Laura Cardoso, Lima Duarte, Cristiane Torloni e tantos outros, é negar-nos a glória de sentarmos em nossas poltronas e viajarmos para um mundo fictício, que nos encanta há mais de meio século.
E não é criando um elenco de jovens que as novelas tomarão um novo rumo. Se fosse isso, Malhação estaria no horário das 9, e não no meio da tarde.
Mas Gloria Perez criou, e fez da sua criação o que vemos nas ruas. Suas expressões estão na boca do povo, as imitações de jóias indianas nos pescoços e braços das meninas. Transportou-nos em viagens rápidas para um mundo desconhecido chamado Índia.
Tanto acusaram de minimizar os problemas e mostrar apenas o belo. Eu compreendo Gloria Perez, e nisso, a reverencio. A autora usou de sua licença poética, tão comum nas obras de ficção. Criou um mundo lúdico, de fantasia, e nos deu de presente um conhecimento, básico, mínimo que seja de um povo que não sabíamos direito como viviam.
Os indianos tem suas superstições, seus credos. Para muitos de nós, infantilidades e bobeiras, mas se pararmos e analisarmos a nossa cultura, comparada a deles, também podemos ser classificados como ignorantes, passivos, e desmemoriados.
Uma cultura que protege o idoso e dá a eles a devida importância, pela sabedoria acumulada, não pode ser de todo inútil. Os indianos são sim ricos nas tradições. Cada povo cria sua cultura. Se há problemas, que os resolvam dentro de seus muros. Não nos preocupemos com seus costumes. Temos problemas mais graves e urgentes dentro de nosso território, para questionarmos a vida deles. Desçamos do muro e deixemos que o vizinho cuide de sua vida, enquanto tratamos de nossas dificuldades.
Caminho das Índias, foi morna, mas nos deu Juliana Paes, numa indiscutível atuação. Um personagem místico, lindo, delicado e sofredor. Seus olhos enormes emoldurados pela pintura e adornados de cristais foram irrelevantes perto da capacidade que Juliana teve de compor uma mulher dividida entre amor e mentira, numa sociedade em que a figura feminina é tão objeto.
Quando acaba uma novela, sempre ficamos com a sensação de perda. Por meses tivemos o colorido dos Saris ,dos tilintares das pulseiras, do sorriso de Rodrigo Lombardi, das reboladas de Dira Paes. Há um luto até que a próxima novela nos ganhe novamente.
Faço minha critica a Caminho das Índias hoje, para que talvez a decepção normal do último capítulo não ofusque minhas palavras.
Parabéns ao elenco, a força de Gloria Perez que compôs tudo sozinha, a belíssima direção. Gostaria que a ponte aérea Brasil x Dubai x Índia, fosse tão fácil como vimos nesses meses. E mais ainda, parabéns a autora que fez com que todas as pessoas do mundo todo, seja por onde o elenco passou, falassem o português. Se Hollywood pode, também podemos.
Are baba.
Que a Deusa Laksmi proteja a todos. Tchalô


Vale ou não Vale????

Há uma propaganda sendo vinculada na mídia com o refrão da musica ( que faz parte da trilha sonora de Caminho das Índias) “ Você não vale nada, mas eu gosto de você”. Na novela o tema é de Norminha, interpretada por Dira Paes, e na propaganda é tema do comercial da Caixa Econômica Federal. Muitos que lêem meu blog, não precisariam dessa explicação, mas há alguns de fora do país, então pra esses se situarem, foi feita a explanação.
Bem, o motivo é o seguinte: Fica a pergunta, o que na sua vida, ou quem, o que não vale nada, mas você mesmo assim gosta?
A temática é meio Rodrigueana, parece mulher de bandido, que apanha, mas gosta...rs. Se analisarmos a questão pelo lado humano da coisa é isso mesmo, pessoas que não valem nada, mas que gostamos, que continuamos por perto.
Mas há também o lado material, o lúdico, o virtual, e tantos outros.
Quem não odeia o twitter, Orkut, MSN, facebook e tantos outros sites de relacionamento, mas continuam com seus perfis ativos?
Quem não odeia parques de diversões e continuam indo...rs
Quem não odeia empadinhas, doces e tantas outras guloseimas, por que elas engordam, fazem mal, mas ao mesmo tempo ama, e não deixam de come-las.
É a ambigüidade de sentimentos que só nós seres racionais, temos capacidade de sentir. Aquelas pessoas que só amam, ou só odeiam, são chatas. O bom é misturar, viver em contradição, afirmar algo e ter a capacidade de voltar atrás.
Isso não é falta de personalidade, é a melhor forma de se moldar, de aparar arestas, de desviar de obstáculos intransponíveis.
Tem tanta coisa que não vale nada. Tanta gente!!! Nem quero falar de política, senão estraga o dia...mas tenho certeza que entenderam o que está implícito.
Antigamente o Brasil não valia nada, mas de tanto insistirmos que gostamos dele, hoje ele ta maravilhoso...

É isso..boa volta de feriado pra todo mundo.

O PERIGOSO MUNDO VIRTUAL

A liberdade de expressão é algo conquistado com muito suor no Brasil. Se voltarmos no tempo, e em nossa breve história, pensarmos que uma simples frase de descontentamento com o governo era suficiente para trancar alguém nos porões do DOI-COD, percebemos que hoje vivemos num paraíso.
A evolução digital veio para modificar o mundo, e deu chances a milhões de anônimos de terem seus 15 minutos de fama. Todos os dias somos brindados com pérolas impagáveis vindas quase que 100% do You Tube, que é o maior depósito de lixo do universo, e a mais divertida ferramenta da internet. Ali você revê cenas do passado, em filmes, novelas e afins, como também sente vergonha alheia por alguns vídeos toscos, ali postados.
Mas o que me chama atenção, e o motivo deste post, é a exposição desnecessária, incondicional de crianças no You Tube. Claro que não há limites e nem censura para alguns vídeos aparentemente “inocentes”. Gostaria que assistissem o anexo, e continuem lendo após, para entender minha critica.

video

Um garoto, aproximadamente 8, 9 anos, no máximo. Obviamente com tendência homossexuais, visivelmente declaradas no vídeo. Não estou aqui para julgar a sexualidade do garoto, mas para perguntar, onde estão os pais desse menino, que não vêem essa exposição perigosa, jocosa e totalmente fora do constexto.
Vivemos num país preconceituoso, homofóbico, que mascara a intolerância, e aparentemente aceita as diferenças, só que sabemos bem que não é assim. Tendo consciência de como funciona a sociedade brasileira, ver um garoto se expor dessa forma é no mínimo preocupante. O conselho de supervisão da infância e Juventude deveria analisar imagens como essa. O menino, incentivado por uma voz afeminada, diz frases do vocabulário gay, veste-se de forma pouco discreta, força nos trejeitos, e não se preocupa nem um pouco com a exposição, é no mínimo para ser questionado.
Num primeiro momento podemos achar engraçado, como eu mesmo o fiz. Mas depois parando e alisando, surgem as dúvidas. Onde estão os pais desse garoto que não vêem isso?
Um dia aos 14 anos, o pai desse menino percebe, claro, que ele é gay, e diz: Não aceito, não quero, filho meu tem que ser macho, e então espanca, humilha e atira esse garoto no mundo. É isso que acontece com boa parte dos jovens homossexuais.
O pior, é aparecerem “psicólogas” dizendo que o fato dele ser gay, é apenas comportamental. No vídeo está claro que não se trata de uma opção, e sim de algo que carrega nele. A homossexualidade é genética, e não comportamental, e é tão obvio isso que me sinto redundante e até ridículo em afirmar.
Como a liberdade de expressão é um direito garantido pela constituição, estou aqui afirmando, que não vejo sentido nesse garoto se expor. Quem ler o post pode achar que não tenho razão para a crítica, mas há tantas campanhas contra a pedofilia, e esse menino é um sério candidato a ser envolvido por um adulto inescrupuloso. É um alvo fácil para que se cometa Bullyng na escola, entre os garotos do bairro.
Pais atentem-se para o que seus filhos estão fazendo... Só isso que digo... Cuidado!
Pincelei alguns comentários deixados para o vídeo do garoto no You Tube, e percebo que não sou apenas eu que me preocupo com isso:

- Exatamente isso,pode ser engraçado quando nao pensamos o que sera desse pobre garotinho,que tao novinho ja se colocando como uma menina...e falando tipo ''neca''. fala serio.
- Que absurdo exporem uma criança dessa forma!
- hahaha BAFOOO!só não entendi pq "tristeza" e pq "coitado desse menino".. deixa o garoto fazer o que ele quiser e esse bando de preconceituosos vão todos à merda.. e é engraçado sim!! mtoo
- nao e uma questao de preconceito mas o fato de um adulto esteja provocando tudo isso...Por quem sera que esse pobre garotinho esta sendo criado???
- Meu Deus, qual a Idade dessa criança?

Opinião é opinião.

Abraço a todos. Bom fim de semana, e aproveitem o feriado.

Plano Minha Casa, MInha Vida

Que a profissão mais antiga do mundo é a de arquitetos, isso todo mundo sabe, o próprio criador, formado em arquitetura e urbanismo, criou toda essa maravilha onde vivemos. O único que não usou da frase, “em arquitetura nada se cria, tudo se copia”.
Mas não é pra falar disso que escrevi esse post, e sim para enaltecer as qualidades construtivas do João de Barro.
A foto abaixo exemplifica a evolução construtiva do pássaro. A imagem foi obtida de um jornal daqui da cidade.
Fico pensando o seguinte, será que após bem sucedida carreira profissional, João de barro quis uma casa mais ampla, onde pode ter sim seu home Teather, um SPA relaxante e uma cozinha planejada?
Ou será que com a influência indiana na TV, optou em ter duas mulheres, só que cada uma dormindo em um andar da casa?
Aproveitou a chance do governo federal e entrou no financiamento do "Minha Casa, Minha Vida" e fez uma casa com dois ambientes, por que se reparar na foto, o andar inferior é todo aberto, isso quer dizer que o livre acesso para vizinhos, e amigos. O andar superior, tem aquela paredinha privativa, onde ele e senhora podem fazer loucuras...
Ou será ainda que nada mais é do que um bom comerciante, e tendo em vista a necessidade de moradia no Brasil, construiu logo um predinho, assim aluga, e com a grana constrói outros.
Só não quero acreditar que o tenha feito, para casa seja inevitável a traição de sua esposa, irá trancá-la como diz a lenda, e ficar no andar inferior desfrutando de sua vingança, enquanto escuta a parceira agonizando no quarto do casal...muito psicótico isso!!!
Enfim, deixando a brincadeira de lado, o fato é que a natureza é deslumbrante, é linda e surpreendente.
Boa quinta pessoal...

abraço


MÚSICA DO CORAÇÃO....

Não sei se alguém já parou para pensar, percebeu, ou lembrou-se de alguma musica que lhe trás êxtase.
O êxtase sublime da memória só se dá de duas formas, quando você sente um cheiro ( perfume que seja ) e ato contínuo é transportado para passado, um momento de alegria, de intensa felicidade sua vida, ou quando uma musica lhe toca o ouvido e você tem a mesma sensação de leveza, esboça um sorriso discreto no lábio, a respiração fica levemente ofegante, e imediatamente sente um prazer como se uma descarga de endorfina lhe percorresse o corpo.
Particularmente tenho algumas musicas e odores que causam isso. Claro que se o fizer com Constancia, o prazer não será o mesmo. Mas de tempo em tempo escutar aquela musica que lhe trás boas lembranças é sim uma forma de combater o stress.
A 9° sinfonia de Beethoven, no 4° movimento, quando entra o coro, é sem dúvida o que mais mexe comigo. Fechar os olhos, colocar um fone de ouvido e deixar a musica te conduzir é uma sensação sublime.
Sugiro a quem tenha paciência, escuta-la, mas sem querem entender, apenas sinta a força da melodia, escrita por um homem já surdo. Melhor ainda, quem quiser conferir uma obra de arte do cinema, assista o trecho final de “ Immortal Beloved” de 1994, com Gary Oldman no papel de Beethoven. O endereço no you tube segue: http://www.youtube.com/watch?v=bcR63fPtSLs&feature=related
Bom dia a todos.

SOU LOUCO NÃO...

Às vezes eu acho que sou um pouco demente...rs rs
Não sei se as pessoas tem certas maluquices, que são quase inconfessáveis, como eu. Umas birutices que se analisadas te mandam direto pra uma camisa de força.
O local apropriado para se ter delírios desse tipo são os elevadores. Não existe ambiente mais constrangedor. Você entra, aperta o botão do seu andar e imediatamente se vira pro espelho e fica se analisando, como se estivesse em casa. Depois de um tempo nem dá mais conta que existe câmera de vigilância. Se duvidar rola até uma cutucada no nariz.
Elevadores públicos hoje carregam uma neura pós gripe suína. Dia desses indo a Prefeitura daqui de Campinas, a arquiteta que trabalha comigo me fez subir 5 andares de escada por achar perigoso a contaminação dentro do elevador. Ok. Segui as recomendações de não me apoiar nos corrimãos. Cheguei ao destino colocando os bofes pra fora, algo imediatamente percebido pela senhora que me atendeu. O comentário após saber do por que da canseira foi: é, não morre de gripe suína, mas morre de ataque cardíaco. Na descida, novamente escada. Quando cruzávamos o ultimo lance um rapaz que vinha subindo teve um ataque de tosse expelindo perdigotos em todo o ar, diretamente sobre os dois.
Mas voltando ao elevador, quando se conhece a pessoa que entra com você tudo bem, o assunto gira em torno de canseira, o clima e outras amenidades. Dia desses me peguei nessa birutice sem explicação. Entrei no elevador quando cheguei no fim da tarde, antes de fechar a porta, alguém a segura ofegante. Abri e ajudei o vizinho do 5° andar que nunca havia visto na vida entrar. Engraçado que vejo pessoas diferentes que moram no meu prédio todo dia. Parece hotel, sempre hospede novo, enfim, o vizinho era um gordinho cheio de sacolas do Carrefour. Momento constrangedor, ninguém fala. Olhei com o canto do olho as compras que havia feito. Pão de forma, iogurte e um abacaxi. Pensei comigo: ah hã, comprou abacaxi, hein!!!
Quando o sujeito desceu ri sozinho. A troco de que eu disse: ah hã, comprou abacaxi, hein!!! Que mal, ou o que há de tão estranho em comprar abacaxi..rs rs rs...nada.
Sempre tive pânico de pessoas que espirram e tossem perto de mim. Um casal de amigos na porta de casa recebe outros amigos que passaram pra pegar uma encomenda. A mulher desce do carro tossindo, vermelha, e vem cumprimentá-los, baforando cuspi sobre eles. Imediatamente a esposa do meu amigo pergunta se está engasgada. Não, responde afônica, to com uma gripe horrível. Meu, se fosse comigo, juro que virava uma bordoada na orelha.
Outra coisa estranha. Por mais que algo esteja muito gostoso quando estou comendo, não consigo limpar o prato, sempre terá que ficar uma migalhinha. Chamávamos isso de “impressão medonha” quando éramos criança em casa, eu e meus irmãos. Tudo que vejo, tenho que tocar, não engulo comprimido, tenho pânico de anão, não como nada guardado a mais de dois dias ( sabendo do tempo), o papel higiênico tem que ter 5 voltas antes de ser destacado, não beijo animais, não durmo com o pé descoberto, não cheiro panela de feijão, não provo tempero quando cozinho, não gosto de dentadura fora da boca, muito menos pegar na mão, guardo lembrança de tudo que passo, sou praticamente um castor...rs rs rs....

Tirando essas coisas, acho que não sou tão estranho...

Abraço a todos e boa terça